Presidente da República envia convergência das pensões para o Tribunal Constitucional

presidencia.pt

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva (foto: presidencia.pt)

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva (foto: presidencia.pt)

O Presidente da República requereu hoje a fiscalização preventiva da constitucionalidade do regime de convergência de pensões entre o setor público e privado, que reduz cerca de 10% pensões superiores a 600 euros, anunciou a Presidência.

O Chefe de Estado, Cavaco Silva, pediu ao Tribunal Constitucional que se pronuncie sobre a constitucionalidade das normas que determinam a redução em 10% de pensões em pagamento e das normas que determinam o recálculo do montante de pensões em pagamento, divulgou o Palácio de Belém na sua página na internet.

“O Presidente da República solicitou ao Tribunal Constitucional que verificasse a conformidade destas normas com a Lei Fundamental, designadamente com os princípios da unidade do imposto sobre o rendimento, da capacidade contributiva, da progressividade e da universalidade, e com o princípio de proteção da confiança, quando conjugado com o princípio da proporcionalidade”, informa a Presidência.

Convergência de pensões foi 17º diploma que Cavaco enviou para o TC para fiscalização preventiva

O regime de convergência de pensões entre o setor público e o setor privado foi o 17º diploma que o Presidente da República enviou para o Palácio Ratton para fiscalização preventiva da constitucionalidade desde o início dos seus mandatos.

Os juízes do Tribunal Constitucional terão agora 25 dias para avaliar a constitucionalidade da proposta do Governo que define o regime de convergência de pensões entre o setor público e o setor privado e reduz em perto de 10% as pensões de valor superior a 600 euros.

O diploma, que foi remetido para o Palácio de Belém no dia 15 de novembro, tinha sido aprovado em votação final global no dia 01, apenas com os votos favoráveis da maioria parlamentar PSD/CDS-PP e o voto contra de todas as bancadas da oposição.

PS diz que Presidente cumpriu “dever institucional” ao enviar convergência de pensões para TC

O líder parlamentar socialista defendeu hoje que Cavaco Silva cumpriu com o seu “dever institucional” ao enviar a convergência de pensões para o Tribunal Constitucional, sublinhando que os socialistas já tinham assumido que enviariam para fiscalização sucessiva.

“Esta lei de corte retroativo nas pensões estava condenada a ser enviada para o Tribunal Constitucional”, afirmou à Lusa o presidente da bancada parlamentar do PS, Alberto Martins.

O líder parlamentar socialista sublinhou que “o secretário-geral do Partido Socialista tinha assumido” que enviaria o diploma para o Tribunal Constitucional através do mecanismo de fiscalização sucessiva.

 

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Procura mundial de petróleo pode alcançar o seu nível mais baixo numa década por causa do coronavírus

O surto de coronavírus afetará de forma "significativa" a procura global por petróleo, podendo esta atingir o seu nível de procura mais baixo numa década, alerta a Agência Internacional de Energia (IEA). Com a desaceleração da …

Vitória SC 1-2 Porto | “Dragão” cola-se à liderança

A Liga NOS está ao rubro. O FC Porto foi a Guimarães vencer o Vitória SC por 2-1 e está a apenas um ponto da liderança do campeonato, na sequência da derrota do Benfica no …

Ventura não faz "fretes". Chega não viabilizará Governo do PSD se não houver cedências

Para governar com a direita, o PSD precisa do recém-eleito Chega. No entanto, há características que separam os partidos: enquanto que os sociais-democratas se querem estabelecer ao centro, André Ventura estabelece linhas vermelhas e não …

Egito atinge 100 milhões de habitantes (mas não há grandes motivos para celebrar)

A população do Egito atingiu os 100 milhões de habitantes, tornando-se no país árabe mais populoso e o terceiro em África atrás da Etiópia e da Nigéria, anunciaram ontem as autoridades. O calculador eletrónico instalado no …

Coronavírus: Há mais dois casos suspeitos em Portugal

Há mais dois casos suspeitos de infeção por coronavírus em Portugal. Os doentes, que vieram da China, já foram encaminhados para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e para o Hospital de São João, no …

Morreu o ator Tozé Martinho

O ator António José Bastos de Oliveira Martinho, mais conhecido como Tozé Martinho, morreu este domingo aos 72 anos. Tozé Martinho morreu este domingo, aos 72 anos. O ator foi levado para o Hospital de Cascais, …

NASA já tem um preço para a próxima alunagem

O responsável pelos voos tripulados da NASA, Doug Loverro, revelou esta semana que a agência espacial vai precisar de  35 mil milhões de dólares nos próximos quatro anos para conseguir voltar a pisar a Lua …

Covid-19: FMI admite que crescimento mundial desça para 3,1% este ano

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional admitiu este domingo que a previsão de 3,3% para o crescimento da economia mundial possa descer 0,1 ou 0,2 pontos percentuais devido à propagação do coronavírus. "Por enquanto, a nossa …

Próximo Orçamento tem de começar a ser apresentado em abril (mas Centeno não o fará)

As novas regras de desenho de orçamentos vão ser novamente adiadas, avança este domingo o semanário Expresso. A equipa das Finanças já está concentrada no próximo Orçamento do Estado. No entanto, apesar de haver uma lei …

Exército do Canadá quer saia da farda mais curta para atrair mulheres

Para aumentar o alistamento de mulheres, o exército do Canadá está a considerar fazer alterações à farda, encurtando as saias, e referir-se às medalhas como "bling", palavra em inglês usada para se referir acessórios caros …