Presidente da Associação Zoófila acusada de fazer “negócios consigo mesma”

Ana Fernandes / Facebook

A presidente da Associação Zoófila Portuguesa, Ana Fernandes

Ana Fernandes, presidente demissionária da Associação Zoófila Portuguesa (AZP), foi alvo de uma queixa-crime, por parte do Conselho Fiscal da própria associação, por ter “negócios consigo mesma”.

Segundo o Diário de Notícias, que avançou a notícia, a presidente do Conselho Fiscal da AZP, Luísa Coelho, apresentou na semana passada uma queixa-crime contra a presidente da instituição, Ana Fernandes, por alegado abuso de confiança.

“Há uma sensação de impunidade. Não podemos aceitar estes comportamentos. Uma pessoa que está a gerir o dinheiro dos outros não pode agir assim. Que podemos fazer para que a senhora deixe de achar que a associação é ela?”, disse Luísa Coelho.

Ana Fernandes, que presidia à associação desde 2009, está demissionária tal como toda a restante direção desde 20 de junho. Segundo o mesmo jornal, Ana Fernandes é “suspeita de ter feito “negócios consigo mesma“.

Em causa estarão irregularidades imputadas à presidente da associação e deputada municipal do PAN em Odivelas, que tem em seu nome uma empresa, a Izumix, que prestava serviços à associação.

Entre as irregularidades estão ainda a compra de um telemóvel por 843 euros sem decisão colegial prévia e a aquisição, em fevereiro de 2017, de mais de três mil euros de ração fora de prazo de uma marca de que a sua empresa detinha a representação.

Ana Fernandes, em declarações ao DN, disse que “nunca tomou decisões sem respaldo da restante direção” e lembra que “as contas foram sempre aprovadas por sucessivos conselhos fiscais, incluindo o que a acusa de abuso de confiança”.

A presidente demissionária não nega que a empresa de que é proprietária desde 2011 cobrou serviços à AZP, salientando que os membros da direção sabiam da sua relação com a empresa.

“Faturas foram entregues, seguiram circuitos administrativos normais, passaram por várias pessoas e foram validadas pela tesouraria. O nome da empresa aparece nos balancetes. Não só nunca escondi que a empresa era minha como disse, em várias oportunidades, que tinha uma empresa. Além de ser informação pública”, disse.

“O potencial conflito de interesses foi avaliado pelos órgãos sociais e aceite dados os benefícios que trazia à AZP”, rematou.

“Versão pindérica do caso Raríssimas”

Eurico Pinto, que desempenhava funções como tesoureiro na direção que saiu no início do ano, disse ao DN: “Alguém me disse que isto é a versão pindérica da Raríssimas e concordo. A presidente tomava decisões, omitia informação aos membros da direção, punha e dispunha”.

Mas Eurico Pinto, de 55 anos, por quem passavam todas as autorizações de pagamento, conhecia o nome Izumix desde que Ana Fernandes propôs a contratação de uma pessoa para fazer “a gestão da dívida” à AZP, ou seja, para tentar cobrar junto dos clientes devedores.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. É melhor deixar a dita cuja negociar à sua vontade… se a incomodam muito pede uma indemnizaçao e o povinho tem que desembolsar uns cobres valentes para a cuja dita!

  2. O que dizer acerca desta noticia. A SER VERDADE é mais uma vergonha, falta de respeito e um encher os “bolsos” á custa da desgraça alheia. Fala-se e critica-se tanto o dinheiro ganho por criadores de cães e de quem os compra e eis que temos gentalha que se armam em humanos bonzinhos a defender os animais e só querem encher a carteira. Se calhar é por estas situações que não há dinheiro para pagar um bem essencial: ÀGUA. ATÉ ONDE ESTÁ A CHEGAR A POBREZA DE ESPIRITO? Até onde vai a sem vergonhice? É por isso que quando se pede ajuda para compra de ração e medicamentos há pessoas que desconfiam se é para isso mesmo ou para pagar as contas de alguém

  3. O problema é que o Correio da Manhã foi desenterrar a faturação da empresa dela e vejam só:
    Associação paga 130 mil euros a dirigente
    29.06.2018 08:31 por CM 0
    Faturação de 2015 e 2016 apresenta valores idênticos de 54 185 euros.

    Por Correio da Manhã

    A Izumix, empresa constituída em novembro de 2011 por Ana Fernandes, presidente demissionária da Associação Zoófila Portuguesa (AZP) e deputada municipal do PAN de Odivelas, faturou mais de 130 mil euros entre 2014 e 2016.

    Esta é a empresa que está na origem de uma queixa-crime, por abuso de confiança, feita contra Ana Fernandes, pela presidente do Conselho Fiscal da AZP, Luísa Coelho. Segundo noticiou o ‘Diário de Notícias’, vários membros e funcionários da AZP acusam a gestora de realizar “negócios consigo própria”.

    De acordo com os relatórios de contas a que o CM teve acesso, referentes aos três últimos anos de prestação de contas, a Izumix faturou 22 216 euros em 2014, e em 2015 e 2016 registou uma faturação idêntica de 54 185 euros.

    Acresce que nestes três anos não declarou gastos com pessoal. A única sócia é Ana Fernandes. Não há no Portal da Justiça registo de qualquer alteração desde a sua constituição.

    A empresa alegadamente recebe da AZP por serviços de manutenção ao hospital veterinário.

    O CM enviou questões à AZP, mas até à hora de fecho não obteve resposta.

  4. Associação paga 130 mil euros a dirigente
    29.06.2018 08:31 por CM 0
    Faturação de 2015 e 2016 apresenta valores idênticos de 54 185 euros.

    Por Correio da Manhã

    A Izumix, empresa constituída em novembro de 2011 por Ana Fernandes, presidente demissionária da Associação Zoófila Portuguesa (AZP) e deputada municipal do PAN de Odivelas, faturou mais de 130 mil euros entre 2014 e 2016.

    Esta é a empresa que está na origem de uma queixa-crime, por abuso de confiança, feita contra Ana Fernandes, pela presidente do Conselho Fiscal da AZP, Luísa Coelho. Segundo noticiou o ‘Diário de Notícias’, vários membros e funcionários da AZP acusam a gestora de realizar “negócios consigo própria”.

    De acordo com os relatórios de contas a que o CM teve acesso, referentes aos três últimos anos de prestação de contas, a Izumix faturou 22 216 euros em 2014, e em 2015 e 2016 registou uma faturação idêntica de 54 185 euros.

    Acresce que nestes três anos não declarou gastos com pessoal. A única sócia é Ana Fernandes. Não há no Portal da Justiça registo de qualquer alteração desde a sua constituição.

    A empresa alegadamente recebe da AZP por serviços de manutenção ao hospital veterinário.

    O CM enviou questões à AZP, mas até à hora de fecho não obteve resposta.

RESPONDER

Violação, coação sexual e abuso de pessoa incapaz podem vir a ser crimes públicos

O Parlamento vai discutir esta quinta-feira em plenário a transformação dos crimes de violação, coação sexual e abuso sexual de pessoa incapaz de resistência em crime público, através de projetos de lei de vários partidos. O …

"Autêntico golpe de Estado". Bases de dados policiais do SEF vão ser controladas pelo Governo

As bases de dados de informações policiais detidas pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) vão passar a ser controladas pelo novo Serviço de Estrangeiros e Asilo (SEA) na "dependência do membro do governo responsável …

Docentes e não docentes deverão ser vacinados com doses da Pfizer este fim de semana

Para este fim de semana, está prevista a vacinação em massa de professores, amas, responsáveis de creches entre outros assistentes de "respostas sociais". Este fim de semana, cerca de 180 mil professores e funcionários dos 2.º …

O seu cão pode ficar com ciúmes só de o imaginar a dar festas a outro

Quase quatro em cada cinco donos de cães relatam casos de ciúmes por parte dos seus amigos de quatro patas. E um novo estudo sugere que este comportamento pode ser desencadeado mesmo quando um suposto …

PSD e CDS dão as mãos para ganhar a Madeira (e fecham a porta ao Chega)

Esta quarta-feira, o PSD e o CDS fecharam a porta ao Chega no acordo de coligação autárquica na Madeira, que ambos os partidos assinaram no Funchal. No início deste mês, o líder do PSD/Madeira Miguel Albuquerque …

"Milagre da multiplicação". Cientistas conseguiram tornar a luz ainda mais brilhante

Uma equipa de cientistas descobriu um fenómeno que aumenta a intensidade da luz emitida por um componente em nanoescala em mais de mil vezes, em relação ao que a teoria afirma ser possível. Os cientistas observaram …

Revelados novos segredos sobre o exoplaneta mais quente já descoberto

Um estudo revela novos segredos sobre o exoplaneta mais quente já descoberto, que supera os 4.700ºC e é considerado um "Júpiter quente". Descoberto em 2016, o longínquo Kelt-9 b, situado a 650 anos-luz da Terra, é …

Comer muitas refeições takeaway pode aumentar a probabilidade de morte

Comer demasiadas vezes refeições takeaway pode afetar negativamente a saúde das pessoas. Isto porque, muitas vezes, a comida em causa é fast food. A pandemia de covid-19 veio intensificar a adoração das pessoas pelas refeições takeaway. …

Fezes de morcego ajudam a decifrar o passado da humanidade

Uma equipa de investigadores australianos usou fezes de morcego para ajudar a entender uma parte do passado dos nossos ancestrais. Para perceber melhor como é que artefactos antigos são alterados pelo sedimento em que estão enterrados …

"É como fogo". Dezenas de pessoas morreram na República Dominicana após ingestão de álcool ilegal

Depois de dezenas de pessoas morreram por intoxicação nas últimas semanas, as autoridades da República Dominicana acabaram por fechar várias lojas de bebidas alcoólicas. As lojas de bebidas clandestinas situavam-se sobretudo na capital, Santo Domingo, mas …