Preços dos correios aumentam hoje 4,5%

portugal.gov.pt

Os preços do serviço postal universal dos CTT sobem em média 4,5% a partir desta segunda-feira. O aumento surge após a empresa ter distribuído em dividendos o dobro dos lucros e de ter anunciado a venda de parte do património que em 2015 adquiriu ao estado.

O novo tarifário dos CTT para o serviço postal universal entra hoje em vigor, representando um aumento médio anual dos preços de 4,5% para o cabaz de serviços constituído por envios de correspondências, encomendas, livros, jornais, publicações periódicas e correio editorial.

O aumento de preços foi autorizado pela Autoridade Nacional de Comunicações e aplica-se às tarifas do serviço universal, como o envio de correspondência e encomendas ou de publicações periódicas.

Por decisão de 23 de março, a Anacom considerou que a proposta dos serviços que integram o serviço universal, apresentada pelos CTT “cumpre os princípios e critérios de formação dos preços aplicáveis”, definidos pelo regulador em novembro de 2014.

O novo tarifário inclui também uma “redução média anual dos preços de 0,5% para os serviços reservados como os serviços de citações e notificações postais”, refere a Anacom.

A título de exemplo, uma carta até 20 gramas enviada em correio normal custava 0,50 euros e passará a custar 0,53 euros. Já nas notificações/citações, por exemplo, uma carta até 20 gramas tinha um custo de 2,31 euros e desce para 2,30 euros.

Este aumento dos preços decidido pela empresa liderada por Francisco Lacerda corresponde à subida máxima permitida pela Anacom para o atual período regulatório, e surge depois de no início do mês ter sido noticiado que os CTT vão pagar aos accionistas dividendos em valor superior ao dobro dos lucros, que caíram em 56% em 2017.

“Os CTT têm uma estrutura financeira sólida e não se endividam para pagar dividendos”, salientou o presidente-executivo da empresa durante a apresentação dos resultados.

Em janeiro, a empresa anunciou o encerramento de 22 lojas no âmbito do plano de reestruturação anunciado em dezembro de 2017.

Além da redução de 800 funcionários nos próximos três anos, os CTT pretendem “racionalizar activos não estratégicos” com a venda de cerca de 30 propriedades, e otimizar a cobertura da rede de lojas através da conversão ou encerramento de balcões com pouca procura.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Claro!..
    Continua a destruição dos CTT, para encher os bolsos dos acionistas…
    Obrigado Passos!…
    Quando se distribuí dividendos acima dos lucros, depois tem que se ir buscar a algum lado!…
    É ver os preços a aumentar e qualidade a diminuir…

    • O aumento dos preços não paga nem de longe os dividendos brutais que estão a distribuir.
      O que está a pagar isso é a venda em massa do património imobiliário.
      A questão que se coloca é porque motivo então não foi então o estado a vender o património e ficar com os “dividendos”.
      A venda dos CTT é um dos negócios do governo Passos que devia ser averiguada.

Responder a Eu! Cancelar resposta

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …

Brexit: Hoje era o Dia D (mas afinal, fica tudo na mesma)

Devia ter sido o dia decisivo para o Brexit no Parlamento do Reino Unido, mas o processo foi mais uma vez adiado.  Foi aprovada uma emenda que obriga o primeiro-ministro Boris Johnson a pedir um novo …

"Mais Siza e menos Centeno". Emprego e salários são as chaves do novo Governo de Costa

O novo Executivo para a próxima legislatura, que António Costa apresentou esta terça-feira ao Presidente da República, tem como chaves de governação o emprego e os salários, escreve este sábado o Expresso. De acordo com …

FBI já apurou a causa da morte de três turistas na República Dominicana

Testes toxicológicos apresentados esta semana pelo FBI determinaram que a morte de três turistas norte-americanos na República Dominicana se deveu a causas naturais, avança o jornal New York Times. De acordo com o diário, no caso …

"Discos encriptados de Rui Pinto são pisa papéis para a Judiciária"

A Polícia Judiciária "precisaria de milhares de anos" para conseguir" descodificar os discos encriptados pelo hacker Rui Pinto, onde se acredita que estejam provas relevantes sobre os alegados roubos de emails e os acessos ilegais …