Cientistas quebram limite teórico com décadas e criam a prata mais forte do mundo

(dr) Joshua Brown

Cientistas criaram a prata mais forte de sempre, quebrando assim um limite teórico com décadas relacionado com a força de metais e a sua condutividade elétrica.

Uma equipa de investigadores conseguiu criar prata muito mais forte do que o normal e mantendo a sua condutividade elétrica. Os cientistas aproveitaram-se dos defeitos deste metal, que por vezes são responsáveis por problemas como a sua fragilidade e amolecimento.

Às vezes estes defeitos são disfarçados combinando outros metais para ajudar a disfarçar o problema. Contudo, normalmente a adição de novos metais tem um custo inerente: a perda de condutividade elétrica.

Foi aqui que cientistas encontraram um nicho e conseguiram criar prata mais forte e ao mesmo tempo condutora elétrica. Os resultados do estudo foram publicados no mês passado na revista científica Nature Materials.

De acordo com o New Atlas, para conseguirem estas duas características na prata, misturaram uma pequena quantidade de cobre. Desta forma, o metal tornou-se 42% mais forte e manteve-se um condutor elétrico. Com isto, conseguiram superar aquela que é conhecida como a relação de Hall-Petch.

Este é um limite teórico que estabelece que, à medida que os grão de um metal se tornam mais pequenos, o próprio material fica mais forte. Contudo, diz que cada se os grão ficarem demasiado pequenos, o material fica instável e mais fraco.

Os cientistas conseguiram ultrapassar este limite teórico com décadas ao criar esta prata. Como os átomos de cobre são um pouco menores do que os de prata, tendem a cair nos defeitos, fortalecendo o metal. Além de lhe garantirem dureza, também não impedem a eletrocondutividade do material.

Batemos o recorde mundial e o limite de Hall-Petch, não apenas uma vez, mas várias vezes no decorrer do estudo. Espero que a abordagem possa ser usada para ser aplicada em muitos outros metais. Esta é uma nova classe de materiais e estamos apenas a começar a entender como funcionam”, explicou Frederic Sansoz, da Universidade de Vermont, citado pelo Tech Explorist.

“Como uma espécie de jiu-jitsu em escala atómica, os cientistas tiraram vantagem dos defeitos, usando-os para fortalecer o metal e manter a sua condutividade elétrica”, acrescentou

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …

Aproxima-se o lançamento do rover Perseverance

O rover Perseverance da NASA está a menos de um mês da data de lançamento prevista para 20 de julho. A missão de astrobiologia do veículo vai procurar sinais de vida microscópica passada em Marte, explorar …

Benfica 3-1 Boavista | Águias põem fim a quarentena caseira

O Benfica venceu na noite deste sábado o Boavista, naquele que foi o primeiro triunfo caseiro após a retoma da Liga. Poderá ter sido a redenção das águias? Após ter somado apenas dois triunfos, quatro desaires …

Cortina do abraço permite às famílias reencontrar os familiares num lar de São Paulo

Abraçar, tocar e até dançar. Uma cortina do abraço permite que filhos visitem seus pais residentes numa casa de repouso em São Paulo. O empresário Bruno Zani, autor da criação, pretende agora colocar a cortina …

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas com os amigos

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas não só com as suas progenitoras mas também com os seus pares, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Leeds, no Reino Unido. De acordo …

Entre uma "história de recusas" e uma “opção clara” pelos interesses do grande capital

A líder do BE disse hoje que a legislatura do Partido Socialista tem sido a “história das recusas” tanto sobre um acordo no final das eleições 2019, seja na recusa dum Orçamento Suplementar para lá …

Homem morre nos Estados Unidos depois de receber mais de 50 choques taser na sua detenção

Dos agentes da polícia da cidade de Wilson, no estado norte-americano do Oklahoma, foram nesta quarta-feira acusados de homicídio em segundo grau pela morte de um homem durante a sua detenção. De acordo com o …

TESS fornece novas ideias sobre um mundo ultra-quente

Medições do TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite) da NASA permitiram aos astrónomos melhorar bastante a sua compreensão do ambiente bizarro de KELT-9b, um dos planetas mais quentes conhecidos. "O factor de estranheza de KELT-9b é alto," …

Bill Gates elenca quatro pilares-chave para combater a pandemia

O co-fundador da Microsoft, Bill Gates, elencou quatro pilares que a sua fundação considera essenciais para combater a pandemia de covid-19, que já matou mais de 520 mil pessoas em todo o mundo. Segundo o norte-americano, …

Tesla já vale mais do que a Toyota, Disney e Coca-Cola

As ações da Tesla chegaram esta quarta-feira a um preço recorde de 1.120 dólares por ação, levando a empresa de Elon Musk a superar a cotação de mercado de grandes empresas como a Coca-Cola ou …