PPE vence na Europa, Juncker deve suceder a Barroso

Zinneke / Wikimedia

Jean-Claude Juncker, primeiro ministro do Luxemburgo

Jean-Claude Juncker, ex-primeiro ministro do Luxemburgo

O Partido Popular Europeu (PPE), família política que integra PSD e CDS-PP, mantém-se como a principal família política do Parlamento Europeu, com 211 assentos, seguido dos Socialistas, com 193 lugares, segundo projeções divulgadas em Bruxelas.

O PPE desce relativamente à anterior legislatura (detinha 273 assentos), mas tem mais 18 deputados que o S&D (grupo que integra o PS), enquanto os Liberais conquistam 74 assentos.

O Grupo da Esquerda, que integra PCP e Bloco de Esquerda, reúne 47 deputados, sendo o quinto maior grupo, atrás dos Verdes europeus (58).

O PPE reivindica assim o cargo de presidente da Comissão Europeia, ao qual apresentou como candidato o luxemburguês Jean-Claude Juncker.

O Partido Popular Europeu está prestes a ganhar as eleições europeias e reivindica a presidência da Comissão Europeia“, escreveu Juncker na sua conta do Twitter.

Espanha: PP no poder vence eleições e maiores partidos perdem apoio

O Partido Popular (PP) de Mariano Rajoy, no Governo em Espanha, venceu as eleições europeias, apesar de, tal como o maior partido da oposição, o PSOE, ter perdido apoio significativo face a 2009, segundo os primeiros dados oficiais.

Com 97,59% dos votos escrutinados, o PP obteve 26,03% dos votos, elegendo 16 deputados, com o PSOE a obter 23,04% e a eleger 14 deputados.

A Esquerda Plural obteve 9,99% dos votos e seis deputados, o grupo cidadão Podemos obteve 7,93% e elegeu cinco deputados, a UPyD obteve 6,46% e quatro deputados e a Coligação pela Europa teve 5,45% e três deputados.

França: Frente Nacional vence com resultado histórico

A Frente Nacional (FN, extrema-direita) garantiu uma larga vantagem nas eleições europeias na França com um resultado histórico de 25%.

A FN, liderada por Marine Le Pen, beneficiou da impopularidade recorde do poder socialista e da divisão da direita, bem como do crescente euroceticismo entre os franceses, segundo a agência noticiosa AFP.

Na segunda posição surge a conservadora União para uma Maioria Popular (UMP), com pouco mais de 20%, enquanto o Partido Socialista de François Hollande (PSF, no poder), é relegado para a terceira posição com pouco mais de 14%.

Centro-esquerda vence em Itália

O Partido Democrático (centro-esquerda) do primeiro-ministro Matteo Renzi venceu as eleições europeias em Itália com 33% dos votos.

A segunda força mais votada foi o Movimento 5 Estrelas do ex-humorista eurocético Beppe Grillo, com 26,5%. O partido do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi, Forza Italia, obteve 18%, sendo a terceira força mais votada.

A participação dos eleitores foi de 48,6%, segundo números oficiais provisórios divulgados pelo Ministério do Interior italiano.

Merkel ganha na Alemanha

O partido de Angela Merkel (CDU) é o mais votado nas eleições europeias na Alemanha.

A CDU, de centro-direita, deve conseguir 36% dos votos, mas longe dos 41,5% conseguidos nas legislativas do ano passado.

Os social-democratas do SPD, parceiros da CDU no Governo, devem alcançar os 27,5%, segundo a televisão ARD. Os eurocépticos da AfD podem chegar aos 6,5%, acima dos 4,7% das legislativas.

Syriza vence na Grécia

As eleições europeias na Grécia deram a vitória à extrema-esquerda do Syriza e colocaram a extrema-direita da Aurora Dourada em terceiro.

É a primeira vitória do Syriza e a primeira vez que o Aurora Dourada chega ao Parlamento Europeu.

Os resultados oficiais dão 26,7% ao Syrisa, de Alexis Tsipras, contra 22,8% da Nova Democracia, de Antonis Samaras e 9,3%, ao Aurora Dourada.

ZAP/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A Bugatti está a vender um carro elétrico "para crianças". Chama-se Baby II e custa 30 mil euros

A Bugatti e a Little Car Company, sediada em Londres, uniram-se para criar 500 Bugattis elétricos em miniatura para crianças. Agora, fruto dos desenvolvimentos mundiais, alguns veículos ficaram disponíveis para compra. O mais recente brinquedo da …

50 anos de monarquia e uma guerra de dias. A pandemia "matou" a micronação mais antiga da Austrália

O reinado de 50 anos de uma micronação na Austrália chegou ao fim devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, que fez com que o autodeclarado principado se rendesse ao país. Hutt River, um principado …

NASA vai rebatizar planetas e outros corpos celestes com nomes ofensivos

A agência espacial norte-americana (NASA) anunciou que vai rebatizar alguns planetas, galáxias e outros corpos celestes que possuem nomes "ofensivos". Em comunicado publicado esta quinta-feira, a NASA explica que vai abandonar os nomes "não-oficiais" a …

O maior parque de crocodilos da Índia está à beira da falência. Abriga mais de 2.000 animais

O maior parque de crocodilos da Índia, localizado perto da cidade de Chennai, no sul do país asiático, encontra-se à beira da falência depois de a pandemia de covid-19 ter obrigado a fechar o espaço …

Campanha científica acrescenta mais de 37 mil quilómetros quadrados ao mapa do mar português

A campanha científica que o navio hidro-oceanográfico D. Carlos I da Marinha Portuguesa realizou durante nove semanas nos Açores, para levantamentos hidrográficos, permitiu “acrescentar cerca de 37.500 quilómetros quadrados sondados ao mapeamento do mar português”. Numa …

Apesar dos alertas, houve quem plantasse as sementes misteriosas da China (e já começaram a crescer)

Durante as últimas semanas, pessoas em todo o mundo têm recebido, sem ter encomendado, nas suas caixas de correio sementes com origem na China. Apesar dos avisos em contrário, houve quem plantasse os misteriosos presentes. As …

Marcelo veta redução de debates sobre a Europa. Não foi uma "solução feliz"

O Presidente da República vetou esta segunda-feira a redução do número de debates em plenário para o acompanhamento do processo de construção europeia de seis para dois por ano, defendendo que não foi uma “solução …

Boris Johnson admite alargar quarentena a mais países

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira alargar o sistema de quarentena a pessoas que cheguem de países atualmente isentos para reduzir o risco de infeção com a doença covid-19 no Reino Unido. "No contexto …

Novo lay-off. Ajuda da Segurança Social para pagar subsídios de Natal pode chegar só em 2021

O apoio ao pagamento do subsídio de Natal previsto pelo Governo para apoiar as empresas no âmbito do novo regime de lay-off, que entrou em vigor em agosto, poderá só ser pago pela Segurança Social …

Trump abandona conferência de imprensa após ser confrontado por jornalista com mentira que disse 150 vezes

O Presidente norte-americano abandonou uma conferência de imprensa, este sábado, depois de ter sido confrontado por uma jornalista com uma mentira que já terá dito mais de 150 vezes sobre cuidados de saúde para os …