PP e Ciudadanos chegam a acordo para viabilizar governo em Espanha

Sergio Barrenechea / EPA

Mariano Rajoy (PP) e Albert Rivera (Ciudadanos) chegam a acordo para viabilizar governo em Espanha

Mariano Rajoy (PP) e Albert Rivera (Ciudadanos) chegam a acordo para viabilizar governo em Espanha

O Partido Popular (PP) espanhol e o Ciudadanos chegaram esta manhã a um acordo que viabiliza a investidura de Mariano Rajoy na chefia do governo, noticiam os diários El País e El Mundo, citando fontes dos dois partidos.

“Após uma semana de negociações, o PP e o Ciudadanos alcançaram um acordo para que os 32 deputados do partido de Albert Rivera votem favoravelmente a investidura de Mariano Rajoy“, noticia o El Pais.

De acordo com o matutino espanhol, o actual presidente do governo espanhol e o líder do Ciudadanos reúnem-se esta manhã com as equipas de negociadores de ambos os partidos para “ratificar” a assinatura do pacto de investidura no Congresso dos Deputados.

“Os dirigentes das duas formações aceleraram o fecho do acordo no sábado durante uma discreta reunião entre ambos”, refere o jornal.

Fontes quer do Partido Popular quer do Ciudadanos, citadas pela edição online do El Pais, confirmaram que Rajoy e Rivera fecharam esta noite a negociação.

Segundo o jornal, as duas delegações vão reunir-se às 12h30, estando previsto que os líderes parlamentares dos dois partidos assinem o acordo.

O chefe do executivo e o líder do Ciudadanos estarão depois na conferência de imprensa, acrescenta o jornal.

O acordo deverá pôr termo ao impasse político em Espanha, que já levou à repetição das eleições legislativas.

Após as eleições de dezembro do ano passado, que o Partido Popular venceu tinha vencido sem maioria, não foi possível formar governo em Espanha.

O PSOE – Partido Socialista Operário Espanhol conseguiu 90, o partido de esquerda radical e anti-austeridade Podemos obteve 69, e o centrista Ciudadanos, 40.

Esta distribuição inviabilizou a formação de uma maioria no parlamento espanhol com apenas 2 partidos, e todas as negociações para envolver 3 partidos numa solução governativa fracassaram, obrigando à repetição das eleições.

A 26 de junho, o Partido Popular venceu novamente as eleições legislativas em Espanha, desta vez com 137 deputados eleitos – um aumento de 14 lugares face aos 123 deputados conseguidos nas eleições de dezembro.

Um governo PP-Ciudadanos tem 169 assentos, a apenas 7 da maioria absoluta, sendo necessário ainda negociar o apoio de alguns dos 25 deputados eleitos pelas  formações regionais que conseguiram representação no parlamento

ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Acho que isto é o principal “Um governo PP-Ciudadanos tem 169 assentos, a apenas 7 da maioria absoluta, sendo necessário ainda negociar o apoio de alguns dos 25 deputados eleitos pelas formações regionais que conseguiram representação no parlamento”

  2. O PSOE derrotado não irá viabilizar tal governo porque tal como o senhor Costa ou eles ou mais ninguém e por aqui poderemos concluir os verdadeiros interesses de certos partidos, é lamentável que assim seja e não consigam chegar a um consenso mais alargado olhando aos interesses do país, depois acabam por abrir um precedente em que na volta outros se farão pagar da mesma moeda com prejuízo sempre para toda a comunidade.

RESPONDER

Crise poderá levar a Juve a vender Ronaldo por 70 milhões

A crise financeira causada pela pandemia de covid-19 poderá "obrigar" a Juventus a vender Cristiano Ronaldo por 70 milhões de euros, avança a imprensa italiana, frisando que existem mais dois cenários em cima da mesa. O …

Pavilhão Rosa Mota transformado em "Hospital de Missão" com 300 camas

O Pavilhão Rosa Mota, no Porto, entrará, na próxima semana, em funcionamento como “Hospital de Missão” e, com 300 camas, servirá para acolher doentes com poucos sintomas de covid-19 ou até assintomáticos sem “retaguarda familiar”. “Trata-se …

Maduro acusa EUA de provocarem "perigoso momento de tensão" no continente

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, enviou na segunda-feira uma carta aos governantes internacionais, alertando que os Estados Unidos (EUA), ao oferecerem uma recompensa por informações que levem à sua detenção, conduzem a "um perigoso …

Prestações ao banco vão subir para quem recorrer à moratória

As prestações dos créditos à habitação vão subir para empresas e clientes particulares que pedirem a sua suspensão no âmbito da moratória criada pelo Governo. Os juros vencidos durante os seis meses da moratória serão …

BE e PCP querem isenção do pagamento de propinas durante estado de emergência

O Bloco de Esquerda e o Partido Comunista Português consideram que os alunos do Ensino Superior devem ficar isentos do pagamento de propinas durante o estado de emergência. Tanto o BE como o PCP sempre defenderam …

Menina de 12 anos morre na Bélgica vítima da covid-19

Uma menina de 12 anos morreu esta segunda-feira na Bélgica devido à pandemia de covid-19, anunciaram esta terça-feira as autoridades de saúde deste país. "É um caso muito raro, mas que nos afeta muito, é um …

"Bomba" de Graça Freitas rebentou-lhe nas mãos. Governo rejeita cerco sanitário ao Porto

O Secretário de Estado da Saúde, António Sales, rejeitou, nesta terça-feira, a possibilidade de impor um cerco sanitário ao Porto. Esta hipótese foi avançada pela directora-geral da Saúde, Graça Freitas, e foi fortemente criticada por …

Novo máximo diário. Covid-19 mata mais 849 pessoas em Espanha

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 849 mortos com o novo coronavírus, um novo recorde de falecidos num só dia, elevando o balanço total para 8189. Os números do Ministério da Saúde espanhol revelam ainda um …

Termina esta terça-feira o prazo para reclamar das despesas para IRS

O prazo para consultar e reclamar das despesas gerais e familiares apuradas pelo fisco para efeitos de deduções à coleta termina esta terça-feira. Os contribuintes têm até esta terça-feira, 31 de março, para consultar e reclamar …

Ryanair avança com lay-off em Portugal a partir de 1 de abril

A Ryanair vai avançar com o lay-off simplificado, considerando o recurso à medida "indispensável para a manutenção da viabilidade e preservação dos postos de trabalho". Segundo a comunicação da sucursal em Portugal aos sindicatos relativamente à …