Portugal atinge 4 milhões de doses. Processo está a ser mais rápido do que o previsto

João Sena Goulão / Lusa

Portugal Continental vai atingir esta terça-feira as quatro milhões de doses de vacinas administradas. Segundo a task force, o processo está a acontecer mais rapidamente do que o previsto.

De acordo com um fonte da task force que coordena a vacinação em Portugal, ouvida pelo Diário de Notícias, o continente atinge esta terça-feira as quatro milhões de doses administradas.

A mesma fonte adiantou que o processo está a ser mais rápido do que o previsto e que a meta de vacinar todos os maiores de 60 anos até ao final de maio está mais perto – ou pode mesmo ser antecipada.

“Não podemos avançar com uma data neste momento. Apenas registamos que o processo está a correr mais depressa do que o previsto“, reforçou.

No domingo, o autoagendamento para a faixa etária dos 60 aos 65 anos, que estava previsto começar durante esta semana, foi antecipado. No primeiro dia, foram recebidas 40 mil inscrições. Porém, desde que se lançou este modelo de agendamento, para acelerar ainda mais o processo de vacinação, já se registaram 254 mil pessoas.

Questionada sobre se já haveria uma data para o autoagendamento da faixa etária seguinte, dos 50 aos 59 anos, a fonte disse que que “ainda não há. Neste processo vamos avaliando dia a dia e semana a semana”.

No total, foram administradas 4.067.540 doses de vacinas, 2.932.008 de primeiras doses e 1.135.532 de segundas doses. Até ao final do segundo trimestre prevê-se que cheguem a Portugal nove milhões de vacinas, podendo assim atingir-se os 70% da população vacinada.

De acordo com o último relatório de vacinação, a faixa etária acima dos 80 anos tem já 82% da população com vacinação completa, 557.002 pessoas, e 93% com a primeira dose, 632.941, pessoas.

A faixa etária seguinte, dos 65 aos 79 anos, tem já 71% da população com a primeira dose, 1.137.503 pessoas, 7% com vacinação completa, 117.416.

Nesta semana, estima-se que o processo continue a avançar a bom ritmo, já que as cinco Administrações Regionais de Saúde deverão iniciar a vacinação em massa nos vários postos espalhados pelo país. O objetivo é atingir os 100 mil atos de vacinação por dia.

Task force não prevê constrangimentos

A task force que coordena a vacinação contra a covid-19 confirmou esta segunda-feira que o plano não deverá sofrer constrangimentos neste trimestre, devido às restrições etárias para o uso das vacinas da Janssen e da AstraZeneca.

“No presente trimestre, tendo em conta as faixas etárias a vacinar, não se prevê nenhum constrangimento ao plano de vacinação”, adiantou à Lusa a estrutura liderada pelo vice-almirante Henrique Gouveia e Melo que coordena a logística da vacinação em Portugal.

Segundo a task force, neste momento estão a ser estudadas várias estratégias para a utilização das vacinas da Janssen, de toma única, e da AstraZeneca, de duas doses, quando a população acima dos 50 anos estiver vacinada.

Se não existirem contratempos na entrega das vacinas que estão previstas chegar a Portugal, a task force tem definida a meta de ter 70% da população vacinada com a primeira dose contra o vírus SARS-CoV-2 entre o final de julho e agosto.

A administração das vacinas da Janssen e da AstraZeneca contra a Covid-19 são recomendadas para as pessoas com mais de 50 e de 60 anos, respetivamente.

Estas recomendações de idade surgem na sequência da Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) ter identificado uma ligação entre estes fármacos e casos muito raros de formação de coágulos sanguíneos em pessoas que as receberam, mas garantiu que os benefícios das duas vacinas superam largamente os riscos dos efeitos secundários.

Normas recentes da Direção-Geral da Saúde (DGS) preveem também que as pessoas que estejam fora das idades recomendadas e que pretendam receber uma destas vacinas, podem fazê-lo, desde que aceitem dar o seu consentimento informado sobre os benefícios e os riscos.

Maria Campos, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Era como se a morte estivesse num copo." No século XVIII, o gin estava a arruinar a Inglaterra

A bebida alcoólica tornou-se tão popular no Reino Unido que os empresários começaram a utilizar todo o tipo de aditivos para enriquecerem. No século XVIII, o gin tornou-se a maior droga que o homem poderia consumir …

Vacinar animais contra a covid-19? Dezenas de zoos nos EUA estão a avançar com a ideia

Cerca de 70 jardins zoológicos e espaços de conservação nos Estados Unidos estão a administrar a vacina da farmcêutica veterinária Zoetis aos seus animais. Não são só os humanos que estão a ser vacinados contra a …

Lewis Hamilton: "Eu não disse que estava a morrer"

Acidente com Max Verstappen originou dores no campeão; Helmut Marko disse que já era "espectáculo" a mais. Troca de palavras entre os dois candidatos ao título. Como se esperava, o acidente que envolveu Lewis Hamilton e …

Autorretrato de Frida Kahlo deverá ser vendido por um valor recorde de 30 milhões de dólares

A Sotheby’s espera ultrapassar os 30 milhões de dólares (mais de 25 milhões de euros) com o autorretrato da pintora mexicana Frida Kahlo, no qual aparece também o seu marido Diego Rivera. O autorretrato Diego y …

David Luiz: "Um dos dias mais especiais da minha vida" - e ainda se fala sobre Jorge Jesus

Flamengo ficou mais próximo de mais uma final da Libertadores, depois de derrotar o Barcelona de Guayaquil. David Luiz estreou-se. O Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2-0, na primeira "mão" das meias-finais da Copa …

Iémen. Escassez de alimentos empurra 16 milhões de pessoas para a fome, revela ONU

Pelo menos 5 milhões de pessoas no Iémen estão à beira da fome e outros 16 milhões estão "a caminhar para a fome", num país dilacerado pela guerra civil. O Programa Mundial de Alimentos (WFP, na …

Presidente da Tunísia governará por decreto, ignorando partes da constituição

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, declarou que governará por decreto e ignorará partes da constituição, enquanto se prepara para mudar o sistema político, gerando críticas imediatas da oposição. Desde 25 de julho, dia em que …

Alemanha deixa de pagar quarentena a trabalhadores não vacinados

A Alemanha vai deixar de indemnizar trabalhadores não vacinados que forem forçados a quarentena devido ao coronavírus, por ser "injusto pedir aos contribuintes que subsidiem aqueles que se recusam a ser vacinados", disse na quarta-feira …

Governo acaba com recomendação do teletrabalho

O Conselho de Ministros decidiu acabar com a recomendação da opção pelo teletrabalho e eliminar a testagem em locais de trabalho com mais de 150 trabalhadores. Estas medidas integram a terceira e última fase do plano …

Cansado de denúncias, Betis pede aos seus sócios: "Portem-se bem"

Clube onde jogam dois portugueses quer que os adeptos tenham um "comportamento adequado" durante os jogos no Benito Villamarín. O Betis de Sevilha jogou seis vezes até agora, nesta época. Quatro desses encontros foram disputados em …