Se as novas medidas não resultarem, Portugal pode chegar às 100 mortes diárias por covid-19

Alejandro Garcia / EPA

Caso as novas medidas do estado de emergência não surtam o efeito desejado, Portugal pode mesmo chegar às 100 mortes diárias por covid-19.

Tudo depende da capacidade de resposta dos cuidados intensivos e da adesão das pessoas às medidas de confinamento, sugere o professor e investigador do Departamento de Matemática do Instituto Superior Técnico (IST), Henrique Oliveira.

“Se as medidas deste ‘estado de emergência suave’ tiverem pouco efeito, podemos chegar às 100 mortes por dia. Se, a partir de agora, começarmos a sentir os efeitos das medidas adotadas, é possível chegar às 80 mortes por dia e depois começaremos a baixar”, disse o especialista em declarações ao jornal Público.

A preocupação é partilhada pela própria ministra da Saúde, Marta Temido, que disse esta sexta-feira que está “preocupada” com a letalidade da doença. O número diário de novos óbitos por covid-19 tem aumentado gradualmente nos últimos tempos. “Temos de perceber que não estamos livres de voltar a ter este tipo de pressão e este tipo de letalidade elevada nos próximos dias”, salientou Temido.

Henrique Oliveira concorda e diz que “é bem possível que a situação piore, sobretudo se as medidas não forem levadas muito a sério por parte da população”.

De momento, em Portugal, a letalidade fixa-se nos 1,7%, um valor bem abaixo dos 4,37% registados em junho. O especialista ouvido pelo Público saliente que isto verifica-se porque “a letalidade oficial da doença foi muito reduzida pela maior testagem”.

“A letalidade que a literatura mundial indica para Portugal é de 0,5% ou 0,6% e eu e a minha equipa estimamos que a taxa de letalidade real é ainda um pouco mais baixa, dado que o total oficial de contágios é muito menor do que o real”, realçou Henrique Oliveira, apontando até que o país já deve ter chegado aos 500 mil infetados.

“Há muitos assintomáticos e muitas pessoas com sintomas leves que não foram testadas e que nunca virão a ser testadas”, explicou.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. A quantidade de óbitos por covid19 é muito grave e eu concordo, mas tem outro grupo de óbitos não covid que vai muito para além da média dos últimos anos, em períodos homólogos, e desses ninguém fala, são mais de 5 vezes os números atribuídos ao covid19.
    Porque motivos existem, qual a “pandemia” que os provoca, eu gostaria de saber sobre e da opinião dos peritos da “morte”.

    • Pandemia significa “surto de uma doença com distribuição geográfica internacional muito alargada e simultânea”. A Covid é uma pandemia, não tem cura, é altamente contagiosa e está a espalhar-se a um ritmo muito acelerado. Os outros óbitos não são causados por uma pandemia, mas sim por causas diversas, como acidentes, ataques cardíacos, doenças oncológicas e outras, que não sendo contagiosas não constituem risco para o resto da população. Esses óbitos continuam a existir e agora somam-se os óbitos provocados pela Covid. Está a perceber o problema?

      • Caro senhor professor doutor Fil, agradeço o esclarecimento pedagógico e o esforço que a isso se deveu, no entanto penso que não entendeu nada do meu comentário, passo a esclarecer:
        Quando aludi a “pandemia” coloquei a palavra entre aspas querendo dizer “suposta pandemia”.
        Deve estar informado que passou a notícia que, em relação ao período homólogo de Janeiro a Outubro dos últimos 4 anos, salvo erro, neste ano de 2020 já houve um acréscimo de óbitos de cerca de 15000 casos e nem todos estes casos são atribuídos ao surto de covid19, a maioria destes casos ACRESCIDOS de óbitos são devidos a outros factores, ao que eu entendi, serão “danos colaterais” ao surto do covid19, nem me atrevo a dizer a que danos colaterais se referiam para não haver mais mal entendidos.
        Dizer que a “covid” não tem cura assusta-me e vai contra o que os cientistas estão a labutar, mas é a sua opinião e eu respeito.
        Está a perceber o problema?
        Assim, agradeço muito a lição mas está, no meu entender, fora de contexto.

  2. O governo sabe que só fechando as escolas é que vai controlar a pandemia, não se percebe o porquê de não o fazer!
    Os adolescentes e pre-adolescentes podem ficar em casa a ter aulas online até isto estar minimamente controlado por isso não entendo o porquê de ainda não ter sido feito!

RESPONDER

Bactérias benéficas do leite materno mudam ao longo do tempo

De acordo com um novo estudo, a mistura de bactérias benéficas transmitidas pelo leite materno muda significativamente com o tempo. Este pode atuar como uma injeção de reforço diário para a imunidade e metabolismo infantil. Os …

Quando um tigre vale mais morto do que vivo: A sórdida realidade das quintas de procriação

Em alguns países asiáticos, quintas de procriação de tigres exploram até ao tutano o valor económico do animal, submetendo-o a condições de vida degradantes. Tigres já foram puderam ser encontrados em grande parte da Ásia, do …

Ana Estrada Ugarte. Em decisão histórica, Peru abre as portas à eutanásia

Numa decisão histórica esta quinta-feira, o 11.º Tribunal Constitucional do Superior Tribunal de Justiça de Lima, no Peru, ordenou ao Ministério da Saúde do país que respeitasse a vontade de Ana Estrada Ugarte de acabar …

Árbitros estrangeiros na próxima época? APAF recusa "atestado de incompetência"

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) tem a certeza de que o Conselho de Arbitragem (CA) não irá passar um "atestado de incompetência" aos árbitros portugueses, chamando estrangeiros para encontros de Ligas nacionais. Segundo …

Depois do desconforto que a série causou na Família Real, Harry defende "The Crown"

Durante uma entrevista a James Corden, para o programa americano The Late Late Show, o príncipe Harry defendeu a série The Crown da Netflix, explicando que embora não seja “estritamente precisa”, retrata a pressão da …

Benfica vai apresentar queixa por ameaças de morte a Vieira e vandalismo

O Benfica vai avançar com queixas devido às ameaças de morte ao presidente do clube em tarjas colocadas nas imediações do Estádio da Luz, mas também pela vandalização de várias casas benfiquistas. Segundo o jornal online …

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …