Portugaaaaaaaaaaalll!

Tibor Illyes / EPA

Portugal inscreveu, finalmente, o seu nome na lista dos ‘imortais’, dos vencedores.

Noventa e quatro anos, seis meses e 23 dias depois do seu primeiro jogo, com um desaire por 3-1 em Espanha, num embate particular, a seleção portuguesa de futebol conquistou o seu primeiro grande título.

Portugal sagrou-se campeão da Europa de futebol pela primeira vez na sua história, ao bater na final a anfitriã França por 1-0, após prolongamento, em encontro disputado no Stade de France, em Saint-Denis.

Um golo do suplente Éder, aos 109 minutos, selou o triunfo da formação das ‘quinas’, que perdeu por lesão, aos 25, o ‘capitão’ Cristiano Ronaldo, substituído por Ricardo Quaresma, depois de uma falta dura de Dimitri Payet, logo aos oito.

Depois das inúmeras críticas ao seu estilo de jogo, que foi até considerado nojento por um jornal gaulês, a equipa portuguesa controlou sempre a sua congénere francesa, com um jogo irrepreensível, no qual repartiu até as oportunidades de golo.

Hoje, Portugal vergou a sua besta negra de sempre, arrancando a ferros, de forma categórica, a sua primeira competição internacional. Limpinho, limpinho,

A vitória lusa foi feita de 14 nobres heróis do mar – desde Rui Patrício, que segurou o nulo na sua baliza com uma mão-cheia de defesas enormes, até ao capitão Ronaldo, atirado aos 20m para fora do jogo por uma violenta entrada de Payet.

Por fim, o herói improvável Éder deu um pontapé de chuteira branca a todos os que subestimaram a selecção nacional, com o golo que só não calou a França porque hoje ela era Portuguesa.

E Portugal inscreveu, finalmente, o seu nome na lista dos ‘imortais’, dos vencedores.

A seleção lusa tornou-se a segunda na história a vencer a equipa da casa na final, 12 anos depois de ter perdido por 1-0 com a Grécia a do Euro2004, no Estádio da Luz, em Lisboa.

Depois de sucessivas frustrações, com cinco eliminações em meias-finais, dos Mundiais de 1966 e 2006 e dos Europeus de 1984, 2000 e 2012, e da tristemente inesquecível derrota caseira com a Grécia, em pleno Estádio da Luz, em Lisboa, Portugal tornou-se o 10.º país campeão europeu.

Filip Singer / EPA

João Mário lamenta-se de uma das muitas oportunidades perdidas pela selecção durante a final do Campeonato Europeu de Futebl sub-21 contra a Suécia

Portugal ainda não falhou qualquer fase final este século e foi acumulando bons resultados, com nova meia-final de um Europeu, em 2000, e a presença na fase final do seguinte, que decorreu em solo luso.

A formação das ‘quinas’, então comandada pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari, começou com um desaire com a Grécia, mas, depois, bateu Rússia, Espanha, Inglaterra (nos ‘quartos’) e Holanda e chegou à tão primeira ansiada final.

A jogar em casa, perante uma Grécia que chegara a Portugal sem qualquer triunfo em fases finais, a formação das ‘quinas’ parecia destinada a chegar ao título, mas os helénicos escreveram a mias triste derrota lusa, em plena Luz.

Apesar desta deceção, a seleção das ‘quinas’ voltou a fazer figura no Mundial de 2006 (meias-finais) e no Europeu de 2012 (meias-finais), mas teve que esperar por 2016 para, finalmente, conseguir o seu primeiro título.

Os ‘deuses’ abriram caminho até à final (Islândia, Áustria e Hungria na primeira fase e Croácia, Polónia e País de Gales a eliminar) e, em Saint-Denis, Portugal aproveitou a oportunidade e ‘vingou-se’ da França, que havia sido sua carrasca em três meias-finais (1984, 2000 e 2006).

No Stade de France, frente a um conjunto que havia vencido as anteriores finais disputadas em casa (2-0 à Espanha, no Euro84, e 4-0 ao Brasil, no Mundial98), o suplente Éder ‘mascarou-se’ de Ronaldo, que saiu lesionado aos 25 minutos, e ‘escreveu’ o título português, o primeiro de sempre, 34.537 dias depois do primeiro jogo.

ZAP // GoalPoint

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Só pecou pela atitude por parte dos emigrantes de ao fazerem um cordão humano de apoio à selecção terem posto Bandeiras de Portugal no chão e ainda por cima com os pés em cimas das mesmas:
    http://img0.rtp.pt/icm/thumb/phpThumb.php?src=/noticias/images/eb/eb11250fbc5c4a0057c2eac51db94439_N.jpg&sx=190&sy=5&sw=737&sh=403&w=800&q=30&maxb=40000&w=800&q=30&maxb=40000
    Nunca percebi porque a Bandeira Nacional é tão negligenciada e confundida com um mero trapo como é o caso de inauguração de placas em edifícios onde depois de retirado o símbolo máximo da nação é enrolado e posto no bolso ou embrulhado como um simples pano.

RESPONDER

Homicídio com 32 anos resolvido com a menor amostra de ADN de sempre

Um caso de homicídio ocorrido há 32 anos, que muitos consideraram impossível de ser resolvido, foi finalmente desvendado (e tudo graças à amostra de ADN mais pequena de sempre usada para decifrar um caso). De acordo …

Braços robóticos controlados remotamente podem vir a realizar cirurgias delicadas

Um equipa de investigadores está a trabalhar para eliminar movimentos rígidos nos braços robóticos, de modo a torná-los mais ágeis. O objetivo é que no futuro estes possam empilhar pratos ou até realizar cirurgias delicadas. Os …

Alemão foi forçado a remover estátua do pai por esta se parecer com Hitler

Um alemão foi obrigado a retirar uma figura de madeira de um cemitério, que seria para homenagear o seu falecido pai, por ter semelhanças com o antigo ditador nazi. As autoridades do município de Weil im …

Podcast evita morte de um condenado (seis vezes)

Curtis Flowers foi julgado seis vezes pelo mesmo promotor de justiça. Um programa de investigação mudou o seu destino. O promotor continua a acreditar que Curtis é culpado. A própria equipa responsável pelo 60 Minutes, programa …

EUA venderam álbum único dos Wu-Tang Clan (que pertencia a Martin Shkreli)

O álbum do grupo Wu-Tang Clan, confiscado em 2018 ao antigo gestor de fundos Martin Shkreli, também conhecido como "o empresário mais odiado do mundo", foi agora vendido pelo Governo norte-americano. Num comunicado divulgado esta terça-feira, …

Bezos ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA para entrar na corrida da próxima viagem à Lua

O empresário norte-americano ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA numa tentativa de reacender a batalha espacial entre a sua empresa, a Blue Origin, e a do "rival" Elon Musk, a SpaceX. De acordo com …

Clientes com certificado digital válido impedidos de entrar em restaurantes

Estão a ser reportados vários casos de clientes que, ao apresentarem o certificado digital para poderem entrar num restaurante, não conseguem fazê-lo porque o documento está a ser considerado inválido pelos dispositivos eletrónicos. Segundo a rádio …

Covid-19 trouxe "paranoia" ao mercado

Diretor do Norwich City, da Premier League, acha que os responsáveis por alguns clubes não sabem bem o que estão a fazer nos últimos tempos. O Norwich City iria jogar contra o Coventry City, num encontro …

Israel cria "task force" para reverter boicote da Ben & Jerry's na Cisjordânia

Israel criou uma task force para pressionar a empresa de gelados norte-americana Ben & Jerry's e a sua proprietária, Unilever, a reverterem a decisão de boicotar a ocupação israelita na Cisjordânia. "Precisamos de aproveitar os 18 …

Violência armada. 430 mortos na última semana nos EUA e 2021 pode ser dos piores anos de sempre

Só na semana passada registaram-se cerca de 430 mortos e mais de 1000 feridos associados a tiroteios, num ano que está a ser marcado pelo aumento da violência armada nos Estados Unidos. O ano passado foi …