/

Em Portimão, uma sirene toca quando alguém sai de casa sem justificação

3

A sirene do quartel dos Bombeiros de Portimão vai passar a tocar sempre que alguém sair de casa e andar na rua sem justificação.

O anúncio foi feito pela Câmara Municipal de Portimão em comunicado. De acordo com a autarquia, “a sirene será acionada quando forem reportadas situações de pessoas a mais nas ruas, em clara desobediência à quarentena em vigor, e deverá ser entendida como uma indicação expressa de recolher a casa”.

Os bombeiros irão também divulgar, a partir das suas viaturas,  “mensagens sonoras que pedem às pessoas para ficarem em casa, evitando saídas desnecessárias que poderão pôr em perigo as suas vidas e dos familiares”.

Na Avenida Tomás Cabreira, na Praia da Rocha e na zona ribeirinha da localidade, os altifalantes das Sirenes de Alerta de Tsunami serão usados para passar mensagens gravadas, em português e inglês, que apelam aos habitantes que fiquem em casa.

“Esta é a mais recente medida adotada pelas autoridades locais, no sentido de reforçar a atual campanha de sensibilização dos cidadãos para a gravidade da pandemia da covid-19, cuja eficácia preventiva passa pelo auto isolamento em casa”

O Algarve é uma das regiões com menos casos em Portugal. Até quarta-feira, existem 251 casos confirmados e oito mortos na zona.

  ZAP //

 

3 Comments

  1. Todas as medidas para evitar que possam continuar a abusar são boas, cada vez que a sirene toca, pelo menos algumas das pessoas que andam na rua sem necessidade, lembram-se e vão para casa.
    É uma medida que só pode trazer vantagens!

    Infelizmente as democracias normalmente têm alguma dificuldade em lidar com estas situações em que é necessário o confinamento.

    Quando pedem ao Povo para ficar em casa, algumas dessas pessoas nem pensam no problema, ou no que se está a passar, pensam apenas ,”em mim ninguém manda” sou livre.

    Normalmente até fazem o contrário, andam na rua para mostrar que ninguém manda neles.

    Vamos ver se nos vamos livrar da Segunda Vaga, mas penso que será difícil, as medidas de contenção já começam a não funcionar, vimos hoje em V.N de Famalicão, Moscavide e nas Praias do Algarve.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.