Portas afinal demitiu-se por carta e não por SMS

José Sena Goulão / Wikimedia

O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas

O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas

O gabinete de imprensa do CDS-PP esclareceu hoje que Paulo Portas formalizou o seu pedido de demissão do Ministério dos Negócios Estrangeiros por carta, e não por mensagem de telemóvel (SMS), como é referido numa biografia autorizada do primeiro-ministro.

“O gabinete de imprensa do CDS informa que o Dr. Paulo Portas não comenta nem valoriza algumas notícias hoje surgidas a propósito da publicação do livro ‘Somos o que escolhemos ser’. O gabinete apenas esclarece que o pedido de demissão do então Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros aconteceu na manhã de 2 de julho de 2013, e foi naturalmente formalizado por carta“, refere uma nota dos democratas-cristãos.

A nota acrescenta ainda que Paulo Portas “não falou com a autora do livro. pelo que admite que a mesma tenha incorrido num lapso a que não atribui importância”.

A biografia autorizada do primeiro-ministro e presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, intitulada “Somos o que escolhemos ser”, da autoria de uma assessora do grupo parlamentar social-democrata, Sofia Aureliano, foi lançada esta terça-feira, em Lisboa.

Neste livro, da editora Alêtheia, é citada uma frase atribuída a Pedro Passos Coelho, relativa à crise do verão de 2013: “Fui almoçar e quando ia a caminho da comissão permanente, às 15:00, recebi um SMS do dr. Paulo Portas a dizer que tinha refletido muito e que se ia demitir”.

A 2 de julho de 2013, o então ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, apresentou o seu pedido de demissão ao primeiro-ministro, afirmando que a sua decisão era “irrevogável”.

Em comunicado, Portas justificava a decisão por discordar da escolha de Maria Luís Albuquerque para a pasta das Finanças, depois da saída de Vítor Gaspar, um dia antes.

Com Portas demissionário, o Presidente da República dá posse a Maria Luís Albuquerque como ministra das Finanças.

Numa declaração ao país, nessa mesma noite, Passos Coelho comunica não ter aceitado a demissão de Paulo Portas e anuncia que irá esclarecer as condições de apoio político ao Governo de coligação com o CDS-PP e o sentido da demissão do ministro dos Negócios Estrangeiros.

Só no final de julho a crise política seria ultrapassada, com uma remodelação do executivo em que Paulo Portas ascendeu a vice-primeiro-ministro, com a responsabilidade pela coordenação das políticas económicas e pelo relacionamento com a ‘troika’.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Norte foi região que mais contribuiu para aumentar produtividade do trabalho no país

O Norte foi a região que mais contribuiu para aumentar a produtividade laboral entre 2000 e 2017, crescendo 20% quando a Área Metropolitana de Lisboa subiu 3,3%, revelou na segunda-feira a Comissão de Coordenação e …

Vai nascer uma praia fluvial nas margens do Alqueva em 2021

Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, devendo começar a funcionar no verão do próximo ano. Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, junto à aldeia …

Câmara de Bragança vai ajudar com até 100 euros a pagar renda

As famílias mais vulneráveis do concelho de Bragança vão poder contar com um apoio financeiro até 100 euros mensais para pagar a renda. A Câmara de Bragança vai ajudar as famílias do concelho em situação vulnerável …

Parlamento chumba lay-off para sócios-gerentes, mas acaba com teto de faturação ao apoio

A Comissão de Economia chumbou, esta terça-feira, o alargamento do lay-off simplificado aos sócios-gerentes. Por outro lado, aprovou o fim do teto de faturação para aceder ao apoio a estes portugueses. A proposta do PSD, BE …

Comissão Europeia admite que Portugal fica "em desvantagem" nas ajudas estatais

Margrethe Vestager, vice-presidente executiva da Comissão Europeia, admite que países como Portugal, com menor capacidade orçamental do que Estados-membros como Alemanha ou França, fiquem “em desvantagem” nas ajudas estatais em altura de crise gerada pela …

Comissão aprova levantamento da imunidade parlamentar a José Silvano

Fontes parlamentares dizem que o também secretário-geral do PSD é arguido no processo das falsas presenças no Parlamento. Silvano afirmou ter sido informado da decisão de levantamento da imunidade e que “nada tinha a opor”. A …

FC Porto está de olho em Santos Borré para o ataque

Rafael Santos Borré tem brilhado ao serviço do River Plate esta temporada. O FC Porto quer o avançado internacional colombiano para a próxima época. O FC Porto está interessado na contratação de Rafael Santos Borré para …

A bóia de salvação da Suíça é a economia forte e diversificada

A economia suíça, forte e diversificada, deverá resistir à crise que se avizinha. Com a fronteira com o norte de Itália, o país agiu cedo e prepara-se agora para revitalizar a economia. A tempestade ainda não …

CDS tem duas prioridades para o plano de estabilização (mas sai de São Bento sem garantias)

O presidente do CDS-PP indicou hoje que não tem garantia por parte do Governo de que as propostas que apresentou serão acolhidas no orçamento suplementar e salientou que “não foi celebrado nenhum tipo de compromisso”. Francisco …

Casamento entre pessoas do mesmo sexo passa a ser reconhecido na Costa Rica

A Costa Rica passou esta terça-feira a reconhecer o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após uma batalha que terminou com uma decisão do Supremo Tribunal Constitucional, que entrou em vigor às 00:01 locais (07:01 …