Polícia suspeita que incêndio de Monchique foi provocado por linha da EDP

Miguel A. Lopes / Lusa

As autoridades policiais suspeitam que o incêndio de Monchique, que ardeu durante cerca de uma semana, teve origem numa linha eléctrica da EDP. Essa terá sido também a causa dos incêndios de Pedrógão Grande, Góis e Lousã, em 2017.

A suspeita é revelada pelo jornal Expresso que salienta que as autoridades estão a investigar a possibilidade de o incêndio que deflagrou a 3 de Agosto, na Serra de Monchique, no distrito de Faro, ter sido causado por uma linha eléctrica da EDP.

“Ainda serão necessárias mais duas semanas para ter uma ideia final do que aconteceu em Monchique”, afiança contudo uma fonte da Polícia Judiciária citada pelo semanário.

O incêndio que começou em Monchique alastrou-se aos concelhos de Silves, Portimão e Odemira, provocando 41 feridos e consumindo mais de 27 mil hectares.

O presidente da Câmara de Monchique, Rui André, já tinha acusado as linhas eléctricas da EDP de serem responsáveis por vários incêndios no concelho, denunciando a alegada “negligência” da empresa.

A EDP refuta estas críticas, considerando, numa nota enviada ao Diário de Notícias, que “a linha eléctrica da rede de média tensão situa-se a mais de 400 metros do ponto identificado pelas entidades oficiais (site da ANPC) como o local onde terá deflagrado o incêndio de Monchique”.

“Os nossos sistemas de monitorização permanente das linhas não registaram nenhuma ocorrência no período inicial do incêndio, tendo depois a linha sido desligada para facilitar a intervenção dos meios aéreos naquela zona”, refere ainda a EDP.

A empresa nota também que, nos últimos cinco anos, “investiu 25 milhões de euros na limpeza e manutenção de 40 mil quilómetros de rede aérea de alta e média tensão em todo o país”.

Além disso, a eléctrica frisa que “a responsabilidade na limpeza de vegetação que interfira com as redes e iluminação pública, não é da EDP Distribuição, mas sim dos proprietários e outras entidades”. Todavia, “sempre que nos é identificado ou comunicado situações de risco nas linhas de Baixa Tensão, a empresa procede à intervenção pontual da zona identificada”, destaca ainda.

A Comissão Técnica Independente que analisou os grandes incêndios do ano passado, atribuiu o início das chamas que deflagraram em Pedrógão Grande, Góis e Lousã, provocando várias mortes, às linhas eléctricas da EDP.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estão a esquecer que um individuo chamou a gnr e entregou um engenho incendiario. Não me parece que tenha sido a linha da edp.

RESPONDER

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …