Incêndio já está às portas de Monchique. Parte da vila evacuada

A frente de fogo do incêndio que deflagrou na sexta feira no concelho de Monchique, distrito de Faro, e que está mais próxima desta vila, já é visível da localidade algarvia. A Protecção Civil deslocou já mais de uma centena de pessoas, de forma preventiva.

O fogo está a progredir na encosta sudeste da vila de Monchique, para onde várias colunas de meios terrestres de combate foram deslocalizadas, para tentar travar as chamas, que avançam potenciadas pelas repentinas mudanças de direção do vento, pelas temperaturas elevadas e pela baixa humidade.

As chamas estarão a menos de um quilómetro da vila. A frente de fogo do incêndio que deflagrou na sexta feira no concelho de Monchique, distrito de Faro, e que está mais próxima desta vila, já é visível da localidade algarvia.

Na zona existem várias casas dispersas, e com a chegada da noite os meios aéreos deixaram de poder operar, complicando ainda mais o combate ao fogo.

O incêndio que lavra há mais de dois dias no concelho de Monchique, era combatido, pelas 20:00 de hoje, por 810 operacionais, apoiados por 226 veículos, oito máquinas de rasto e nove meios aéreos, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Habitantes deslocados

Por volta das 21h00, a GNR começou a pedir aos habitantes de zonas limítrofes da vila para abandonarem as suas casas e dirigirem-se para a escola situada no centro da localidade, junto às piscinas municipais.

No entanto, de acordo com testemunhas no local citadas pela Renascença, algumas pessoas começaram a fugir, mesmo antes de as autoridades o pedirem, com medo das chamas.

Num ponto de situação, feito em conferência de imprensa, o comandante Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro, Vaz Pinto, deu conta de que tinham sido deslocadas mais de uma centena de pessoas, de forma preventiva.

Vaz Pinto explicou que a Proteção Civil retirou 110 pessoas, 79 das quais em dez sítios e lugares no concelho de Monchique e 31 em cinco sítios no concelho de Odemira. Por outro lado, tinham sido assistidos 30 operacionais, com sintomas relacionadas com o calor e com o fumo, informou ainda o comandante operacional.

Proteção Civil admite existência de casas ardidas

O comandante operacional nacional da Proteção Civil, Duarte da Costa, admitiu esta noite a possibilidade de haver casas queimadas no fogo que lavra desde sexta-feira no concelho de Monchique, no distrito de Faro.

Este fogo, que está ativo desde as 13:30 de sexta-feira, obrigou esta noite à retirada da população para o centro da vila, por questões de segurança.

“Num conjunto de pequenas povoações ao longo do incêndio, pode ter havido casas isoladas que podem ter sofrido as ações das chamas”, disse o comandante operacional nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil em conferência de imprensa, na sede da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), em Carnaxide.

UE acompanha incêndio e está “pronta para ajudar”

O comissário europeu para a Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, Christos Stylianides, declarou hoje que a União Europeia está a acompanhar atentamente a situação do incêndio na zona de Monchique, distrito de Faro, e está “pronta para ajudar”.

Na rede social Twitter, o comissário indicou também que “Portugal pediu a produção pelo Serviço Copérnico de Gestão de Emergências de mapas satélite dos incêndios que estão a afetar a zona de Monchique”.

O incêndio no concelho de Monchique deflagrou na sexta-feira, por volta das 13:30, na localidade de Perna da Negra, e consumiu até agora uma vasta área florestal e alguns barracões de apoio à agricultura.

As chamas, que estão a ser combatidas por mais de 900 operacionais, com apoio de 265 viaturas, estavam hoje, pelas 22:00, à entrada da vila de Monchique, com as autoridades a obrigarem à evacuação de várias habitações nas imediações de Monchique.

O Plano Municipal de Emergência está activado desde a madrugada de sábado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Voar sobre as águas do Sena. Paris testa "bolha do mar", um barco-táxi amigo do ambiente

Paris está a testar um novo meio de transporte mais amigo do ambiente: um barco-táxi ecológico que desliza nas águas do rio Sena. Esta semana, o sea bubble (bolha do mar) está em testes no rio …

Há uma "Matilde" na Bélgica que também precisa do medicamento mais caro do mundo

Mais de 950 mil belgas responderam ao apelo de um casal, que precisava de reunir 1,9 milhões de euros para comprar o medicamento mais caro do mundo para a filha. Pia, de nove meses, sofre de …

System of a Down confirmados no festival VOA, no Estádio Nacional

Os System of a Down são a primeira grande confirmação do VOA - Heavy Rock Festival, que em 2020 se realiza a 2 e 3 de julho no Estádio Nacional. De acordo com a Blitz, este …

PSV 3-2 Sporting | “Leão” vendeu cara uma derrota injusta

O Sporting iniciou a sua participação na fase de grupos da Liga Europa com uma derrota amarga na Holanda, na visita ao PSV, por 3-2. Seis minutos fatais na primeira parte deixaram os “leões” em desvantagem …

Políticos da Coreia do Sul estão a rapar o cabelo (e já se sabe porquê)

Políticos da oposição na Coreia do Sul estão a rapar o cabelo em protesto contra a nomeação de um ministro da Justiça cuja família está a ser investigada por suspeita de irregularidade. O vice-presidente do parlamento, …

Paris acordou repleto de cartazes que denunciam violência contra as mulheres

Um dos bairros de Paris acordou com cartazes, escritos em português, numa ação de rua contra a violência sobre as mulheres, uma iniciativa do movimento "Collages Feminicides", que tem feito este tipo de ações ilegais …

Ana Julia Quezada declarada culpada no caso da morte de Gabriel

Um júri popular considerou esta quinta-feira por unanimidade que Ana Julia Quezada é culpada de assassinar, com maldade (que segundo o código pena espanhol serve de agravante penal), Gabriel, o filho de oito anos do …

Burger King vai deixar de oferecer brinquedos de plástico nas refeições infantis

A cadeia de hambúrgueres Burger King no Reino Unido vai deixar completamente de usar plástico não biodegradável nos brinquedos que acompanham as refeições infantis. A decisão segue-se a uma petição pública lançada no site Change.org por …

Presidente veta “barrigas de aluguer”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vetou esta quinta-feira a alteração à lei relativa à procriação medicamente assistida, em consequência de o Tribunal Constitucional (TC) ter declarado inconstitucional duas normas do diploma. “Na sequência …

Raquel é a nova embaixadora do combate às alterações climáticas da ONU

A investigadora Raquel Gaião Silva promete dar o seu melhor como embaixadora da juventude para o combate às alterações climáticas, estatuto que alcançou ao vencer um concurso internacional de vídeo promovido pela ONU. "É uma responsabilidade. …