Podemos estar a combater o coronavírus da forma errada

Hugo Delgado / Lusa

Os novos dados tornados públicos, nos últimos dias, sobre a transmissão do coronavírus podem significar que o foco do combate à propagação da infecção está errado – e que a economia vai ter que recuperar ainda mais lentamente. Tudo porque a covid-19 poderá, afinal, transmitir-se pelo ar.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) chegou a descartar a transmissão pelo ar, notando que o coronavírus “é sobretudo transmitido através de gotículas geradas quando uma pessoa infectada tosse, espirra ou fala” e realçando que estas gotículas “são demasiado pesadas para ficar suspensas no ar”.

Mas, agora, a OMS já admite a transmissão aérea depois de ter recebido um alerta de duas centenas de especialistas para esta possibilidade, com o apelo a uma revisão das recomendações que têm sido feitas.

Um estudo divulgado em Abril, feito num Hospital de Wuhan, na China, já tinha concluído que o coronavírus paira no ar em zonas onde estiveram pacientes e que pode haver riscos de infecção até 4 metros de distância.

Doenças como o sarampo e a tuberculose podem ser transmitidas pelo ar. A professora reformada Lisa Brosseau, especialista em Saúde Pública, considera num artigo na MIT Technology Review que os chamados “super-espalhadores” de coronavírus, que expelem maiores quantidades do vírus do que a maioria dos infectados, podem estar a propagar o coronavírus num padrão semelhante ao que acontece com a tuberculose.

Para o microbiologista Chad Roy da Universidade Tulane, nos EUA, esta “vantagem aérea” pode ser “uma das razões por que isto é uma pandemia e não apenas um pequeno surto como qualquer outro coronavírus”, conforme destaca na mesma publicação científica.

Certo é que uma potencial transmissão pelo ar implicará a manutenção de um período de confinamento mais prolongado, especialmente em países como os EUA e o Brasil, onde a pandemia está longe de estar controlada.

Isto significaria uma reabertura da economia ainda mais lenta, mantendo restrições bastante vincadas.

Num cenário destes, algumas das medidas actuais não seriam suficientes – não bastaria limpar superfícies, lavar bem as mãos e usar máscaras.

“A quantidade de tempo e esforço dedicados à higienização de todas as superfícies repetidamente tem sido uma enorme perda de tempo“, considera a professora Lisa Brosseau, defendendo também que a ideia de que as máscaras serem a solução “mágica” é errada, especialmente se estivermos a falar de crianças.

A transmissão pelo ar torna locais como restaurantes, bares, escritórios, salas de aulas, ginásios e Igrejas, entre outros, pouco recomendáveis. Isto significa que podem ter que manter-se encerrados por mais tempo.

Quantas mais pessoas entrarem e saírem de um local fechado, mais provável é a possibilidade de aparecer algum infectado. Quanto mais tempo os indivíduos infectados passarem nestes locais, mais vírus ficarão concentrados no ar, o que será especialmente fatal para quem tiver que passar mais tempo nestes espaços.

Desta forma, será necessário controlar a quantidade de pessoas que frequentam estes locais, bem como limitar o tempo que essas pessoas passam neles, além de ser preciso aumentar ainda mais o distanciamento social.

Será preciso pagar a bares e restaurantes para “permanecerem fechados”, considera o especialista em aerobiologia, Donald Milton, um dos cientistas que assinou o alerta enviado à OMS, na MIT Technology Review.

Em espaços que precisam mesmo de estar abertos, como nas escolas, será preciso “aumentar a ventilação” e começar a usar “germicida ultra-violeta”, acrescenta Milton, frisando que será também necessário “escalonar as horas de trabalho e manter baixa a densidade nos transportes públicos ou abrir janelas”.

“E precisamos de usar máscaras”, conclui o especialista numa altura em que se antevê que no Outono haja um aumento das infecções.

ZAP //

PARTILHAR

37 COMENTÁRIOS

  1. Ninguém coloca um travão na OMS? Só mesmo o Trump?
    Ja sabemos para onde nos querem levar, mas calma, já chega!….

    • E que tal “já chega” de ler notícias e
      deliberadamente interpretar de forma errada? Então os tais cientistas são a OMS?

    • Albertina, vê-se mesmo que os Trumps e Bolsonaros estão a tomar medidas muito melhores do que as recomendadas pela OMS e tem a pandemia controladissima nos respectivos países.

      És cega surda e muda?

      • José você desconhece o que acontece no Brasil. Aqui o Supremo Tribunal Federal determinou que os responsáveis pelas medidas contra a Pandemia são os Prefeitos e Governadores e portanto ao Bolsonaro, melhor Presidente que esta Nação já teve, lutando todo santo dia com imbecis e toda sorte de conversa fiada da Imprensa irresponsável e esquerdista, não tem autonomia para tomar decisões, a não ser as econômicas que por sinal são excelentes para a população de baixa renda. Não é a Albertina que é cega e surda mas você. Antes de dar palpite furado verifique o que realmente é verdadeiro.

        • HAHAH Ademir meu caro… EU estou a residir no Brasil apesar de ser Português. Bolsonaro está a destruir o país… a amazônia e a saúde pública… sem falar na monetária. Só não vêm os “ceguinhos” que continuam a achar que ele é o messias!!!!! É ridícilo os Brasileiros não verem o que realmente se está a passar!
          O interessante é que a culpa é sempre de Lula ou Dilma… mas esquecem-se que antes de Bolsonaro estava o Michel Temer que era considerado honest´ssimo e ia resolver tudo…
          Vou lembrar aos bolsonaristas o que diziam de Lula e DIma: “se está rodeado(a) de pessoas desonestas… é porque é desonesto(a)”
          Ora… Bolsonaro tem tido ao seu redor ladrões, nazis, incompetentes, loucos… por isso ele é … …. 😉

          • E é que é mesmo o Messias: Jair Messias Bolsonaro. Tal como o ex treinador do Flamengo era Jesus: Jorge Jesus. É uma nação piedosa.

          • Bolsonaro nossa esperança, presidente onesto e competente, só não faz mais, porque está com uma suprema corte comunistas deixada pelo governo anterior, além de estarem na contra mão da justiça, ainda torcem para enfraquecer o governo, aproveitando da pandemia para superfaturar, todavia, está é uma guerra biologica, usando um vírus modificado como uma arma, para enfraquecer os governos populistas…assista este vídeo da Dra. Carrie Madej, no site Oficial: http://www.luzarcturiana.com.br e compartilhe.

    • Oh Albertina, o teu tramp precisava de ter poderes de um supertramp para salvar os americanos do norte, pois a OMS é apenas um pião no jogo.
      Quando ele saiu do Acordo Nuclear com o Irão, era para poder injectar vírus informáticos e não porque tem tanto preocupação connosco.
      Agora temos de nos preocupar connosco e não com os joguinhos do tramp.
      Tens uma solução?
      Meio fato espacial para todos?
      Ou es só papagaio?

    • De um travão precisam ignorantes como tu!…
      Entre as recomendações da OMS e os delírios do Trump, os resultados estão à vista!!

    • Essa OMS é uma palhaçada. Foi comprada pelos chineses para espalhar pânico até que o último humano que tenha ficado completamente na miséria

      • Claro ovelhinha; a culpa é toda da OMS!…
        Ainda bem que há génios como tu e o Bolsonaro para iluminar os mais “distraídos”!!

  2. Portanto a opção desta gente para ficarmos vivos é deixarmos de viver ?

    Ficamos todos em casa até existir uma vacina ou acabarmos de vez com a economia e morrermos de fome.

  3. Qual a novidade? Só mesmo o Tedros da WHO (em conluio com a China – que até disse que a mesma era um caso exemplar como estava a lidar com a pandemia), é que negou que não se transmitia pelo ar.

    Desde o início vários epediomologistas referiram que sim; agora acordaram? — Investigação na WHO (OMS).

    E já vai tarde!!!

  4. Eu tenho optado pelo vinho no combate ao vírus… se é que me entendem. Penso que está a dar resultado. Pelo menos não tenho tido sintomas ou se os tive estava demasiado anestesiado para os sentir.

    • RE: Se não conduzir, beba!
      Voce ao beber está a tomar medidas preventivas contra o COVID sem saber, lol e ainda por cima vc esta a tentar ser ironico, o que mete ainda mais piada, ahahah

      Sabias que as bebidas alcolicas ajudam a deixar o sangue menos coagulante? logo bebido em moderaçao até ajuda a evitar-lhe um AVC causado por coagulos provocados pelo COVID.

      • A estratégia passa por aí: aumentar a fluidez do sangue e reduzir a probabilidade de coágulos. Como no dia seguinte estou sempre de ressaca, tenho de tomar uma aspirina, o que contribui igualmente para aumentar a fluidez do sangue.

        PS: Isto está tudo tão mau… que já só nos resta rir
        PS2: Eu sei umas coisas de saúde 🙂

  5. Nada de novo foi acrescentado ao que sempre soube, e não sou especialista nesta área!
    As medidas até agora tomadas têm de se manter enquanto não houver melhor solução. Mas não basta usar máscara por usar. Muitos dos que as usam são os próprios a infectá-las, logo a infectarem-se a si próprios. Depois esquecem-se de que não basta ter a boca e o nariz resguardados. O resto do rosto, os cabelos, as mãos, o vestuário, os objectos que manuseamos, o telemóvel, os produtos de supermercado, as distâncias entre pessoas que tem de ser superior à estabelecida, e em actividades esforçadas como a de correr a pé ou de bicicleta tem de ser ainda muito maior em função da exigência respiratória e da velocidade empreendida.
    O problema ou é levado a sério voluntariamente ou à força, ou não terá solução. E isto é tão mais grave quanto tão pouco se sabe deste vírus e dos seus efeitos em quem por ele é infectado.

    • Caro Sérgio:
      Pelas suas recomendações conclui-se que o Senhor sabe bastante sobre este vírus , o que entra em contradição com o ultimo parágrafo da sua análise.
      Haja liberdade , bom senso e responsabilidade
      Cumprimentos

      • Não, Caro Livre, não há contradição entre o que escrevi. O que sei sobre a questão, qualquer cidadão livre, que tenha bom senso e seja responsável, também sabe. O mal é que, para uma parte significativa dos cidadãos, a nível mundial, o sentido de liberdade, de bom senso e de responsabilidade é o que a cada um interessa, envolve sobretudo egoísmo, não considera o todo universal.
        Quanto ao que se sabe ou não sobre este vírus e sobretudo sobre os seus efeitos nos infectados, não houve tempo para certezas absolutas.

  6. …..haaa….pois…..isto faz.me lembrar o 11 de setembro…mas a uma escala global…..so tangas…..para nos confundirem….e pedirmos e supliacarmos por uma ajuda externa (vacina)se nao nao sobrevivemos….sao precisos 240 cientistas de topo para dizer…aaa…talvez….é possivel….a transmicao pelo ar….oh…por favor….so da para rir…..

  7. Penso que temos um problema de contágio muito maior que o vírus, o pânico.
    Enquanto a PSP continua a usar apenas viseiras e a legislação não é alterada, como sugerem entidades ligadas à medicina, temos o cidadão comum a usar também apenas viseira, como exemplo da PSP e da legislação, sendo que, se tiverem infectados, transmitem o vírus com toda a facilidade.
    Quem usa viseira, enquanto fala, levanta a cabeça para se fazer ouvir melhor, e deixar o vírus passar com mais facilidade… mas a lei permite…
    Entretanto há pessoas que optam por usar máscaras mais caras, pensando ser mais eficientes, estou a falar daquelas máscaras com válvula, que servem para deixar o vírus se disseminar com mais facilidade.
    Agora falam em aumentar o distanciamento para 4 metros, fazendo que as pessoas tenham que gritar para se fazerem entender, aumentando assim a possibilidade de contágio e o aparecimento de novas teorias que aumentem novamente o distanciamento.
    Fala-se também em usar “germicida ultra-violeta”, ou seja, o ultra-violeta mata o vírus e acaba com o cálcio dos ossos, ficamos sem infecções mas flácidos.
    Quando é que começam a falar a sério e deixam de aterrorizar as pessoas?
    Quando é que a OMS se torna uma entidade credível e colabora para se extinguir a crise?
    Seria talvez a melhor medida para conter a propagação da doença, tratar deste assunto com seriedade e sem mentiras.

    • ‘Quando é que começam a falar a sério e deixam de aterrorizar as pessoas?
      Quando é que a OMS se torna uma entidade credível e colabora para se extinguir a crise?”
      Mais um iluminado que confunde OMS com o super-mega expert Trump!!..

  8. Lentamente estão a prepara o cenário, para depois atuar em grande, a OMS já está mais que descredibilizada. A única e eficaz maneira de controlar a população, é através do medo, mas agora estamos a falar em propagar um medo generalizado a nível planetário, e o mais assustador é que estão a conseguir. Contra factos não há argumentos, estamos a falar em cerca de 500.000 vítimas mortais, em 7 meses, onde cerca de 80% a 90% da população recupera, quando só a malária mata milhões de pessoas por ano. Nada como fazer uma pequena manipulação num vírus, que está cientificamente provado que existe desde 2012 com cerca de 96% de semelhanças com este, os 4% restante foram as alterações efectuadas, alterando-o r manipulando-o geneticamente para o tornar altamente contagioso, mas com uma baixa taxa de mortalidade, em relação aos números de contágio. Quem andou na tropa e/ou na guerra, com estes últimos com a experiência pessoal, sabe que pior que matar o camarada em campo de batalha, é deixá-lo com uma perna ou um braço desfeito. Psicologicamente afeta mais a unidade de combate. é exactamente, e em minha opinião, não faltando provas provas suficientes que o justifiquem, que é isso que está a acontecer, claro com um propósito, impor o medo e o pânico generalizado na população, pois é a melhor lavagem cerebral que se pode obter, e com um custo reduzido. Nisso OMS, está a ser especialista, senão não estaria constantemente a afirmar que o pior está para vir, quando mesmo que isso seja verdade., deveria remeter-se ao silêncio, para evitar precisamente o pânico e o medo. Vamos a um exemplo, se estivermos dentro de um estádio de futebol, com cerca de 50.000 espectadores, qual a diferença entre recebermos uma informação pelos microfones, que o jogo foi cancelado, e que devemos abandonar ordeiramente o recinto, ou que saiam todos o mais rápido possível, pois existe uma bomba no recinto que pode explodir a qualquer momento? E neste último cenário que a OMS, bem como todos os colaboradores, líderes de países, etc, estão a atuar, pois quando vejo a comunidade cientifica dividida, desde a epidemiologistas, virulogistas , etc, impõe-se uma questão: Porquê desta forma, qual o propósito, não, não são as antenas da tecnologia 5G, existe uma forma mais eficaz, que em minha opinião já está em curso.

  9. A COVIDGARICE continua!!!

    De quem é a culpa? Basta ler a quantidade de comentários de gente que acredita que esta farsa é mesmo uma verdadeira pandemia, para percebermos que a OMS, Fauci, Kill Gates e companhia teem muita margem de manobra para continuarem a pavimentar esta estrada que nos levará ao FASCISMO GLOBAL!!!

    RIP LIBERDADE!!!

  10. Enquanto não verem a família infectada e os velhotes a caírem pro lado não se convencem. Ou então estão à espera das heranças…

    E preferem mil vezes ser infectados que acreditar na OMS comprada pelos chineses.

    Vamos bem.

  11. FP , ha um video muito interessante no YouTube, no canal ” O despertar da consciência” tipo desenho animado… E mais não digo…

RESPONDER

Abel Ferreira tem (mais) um problema no Palmeiras

Patrick de Paula, que Jorge Jesus gostaria de ter no Benfica, foi apanhado numa festa. O mesmo jogador protagonizou um episódio insólito contra o América Mineiro. Patrick de Paula envolveu-se em dois problemas no Palmeiras, no …

Bebé mais prematuro do mundo celebra primeiro aniversário. Tinha 0% de probabilidade de sobreviver

As probabilidades de sobrevivência eram nulas, mas Richard superou todas as expectativas e, passado um ano, celebrou o seu primeiro aniversário. Fica na história como o bebé mais prematuro de sempre a sobreviver, de acordo …

Lula da Silva absolvido em caso sobre alegados favorecimentos ao setor automóvel

A justiça brasileira absolveu esta segunda-feira o ex-presidente do Brasil Lula da Silva, o ex-ministro Gilberto Carvalho e outros cinco acusados numa das ações da operação Zelotes, que investigava alegados favorecimentos a empresas do setor …

Ucrânia 0 - 1 Áustria | Ambição de Foda garante segundo lugar

A Áustria qualificou-se hoje para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, marcando encontro com a Itália, ao vencer a Ucrânia por 1-0 e conquistar o segundo lugar do Grupo C. Um golo de Christoph …

Macedónia N. 0-3 Países Baixos | Laranja garante pleno

A seleção da Macedónia do Norte ainda deu luta, na primeira parte, aos Países Baixos, na última jornada do grupo C do Euro2020 de futebol, mas perdeu naturalmente por 3-0, face à supremacia da seleção …

Imunidade do grupo com 70% de vacinados é ideia ultrapassada, defende investigador

O investigador Miguel Castanho afirmou esta segunda-feira que a ideia da imunidade do grupo com 70% da população vacinada contra a covid-19 está “completamente desatualizada” porque a vacina não protege contra a infeção e a …

Euro2020. Portugal já demonstrou "qualidade para ultrapassar todas as dificuldades"

O futebolista João Moutinho lembrou esta segunda-feira que Portugal já “demonstrou ter qualidade para ultrapassar todas as dificuldades” e acredita que diante da França, na derradeira jornada do Grupo F do Euro2020, o campeão europeu …

Demolição de construções ilegais em Loures regista “alguns tumultos” com moradores

A Câmara Municipal de Loures avançou esta segunda-feira com demolições de construções ilegais no bairro de Montemor, com o apoio da polícia, verificando-se “alguns tumultos”, porque os moradores se queixam da falta de soluções de …

"O São João é decisivo". Gaia negou pedidos para festejos e faz apelo à contenção

A Câmara de Vila Nova de Gaia negou os pedidos para a realização de festas de São João porque “com esta cadência” o concelho “corre o risco de voltar atrás no confinamento”, disse esta segunda-feira …

Presidente promulga diploma do Governo para acelerar execução do PRR

O Presidente da República promulgou esta segunda-feira o decreto-lei que estabelece o regime excecional de execução orçamental e de simplificação de procedimentos dos projetos aprovados no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Numa nota …