Pintura de Van Gogh de Paris nunca antes vista exibida pela primeira vez

Yoan Valat / EPA

Uma pintura de Vincent Van Gogh de uma rua de Paris foi exposta pela primeira vez depois de passar mais de 100 anos “escondida” pelos seus proprietários.

Uma cena de rua em Montmartre, em Paris, pertenceu a uma família francesa a maior parte do tempo desde que foi pintada em 1887.

No passado, foram feitas pequenas reproduções, geralmente em preto e branco. “O que é empolgante é que é uma pintura de Van Gogh que está escondida desde que saiu do cavalete do artista”, disse Martin Bailey, especialista em Van Gogh, em declarações à BBC. “Sempre esteve em coleções particulares, por isso apenas os proprietários e os seus amigos conheciam-na”.

“É um quadro interessante porque é uma obra de transição entre os anos holandeses de Van Gogh, quando pintava em cores escuras e terrosas, e as obras exuberantes que fez na Provença. Foi em Paris que descobriu os impressionistas e isso levou-o a explorar a cor”, explicou Bailey. Esta é “a primeira vez que podemos vê-la corretamente”.

Montmartre ainda era semi-rural quando a cena foi pintada. Um moinho de vento destaca-se por trás de alguns moradores locais. A famosa igreja Sacré-Cœur que agora domina a área ainda estava em construção na época.

Este quadro é apenas um de uma série de obras que Van Gogh criou enquanto se hospedou com o seu irmão Theo em 1886 e 1887 a uma curta distância da rua retratada na pintura.

A pintura será exibida nas casas de leilão da Sotheby’s em Paris, Amesterdão e Hong Kong antes da sua venda em 25 de março. “O aparecimento no mercado de uma obra deste calibre, e de uma série tão icónica, é sem dúvida um grande evento”, disse a Sotheby’s.

A Sotheby’s estima que o quadro pode chegar a oito milhões de euros quando for vendido em leilão no próximo mês.

Segundo Bailey, o preço estimado de cinco a oito milhões de euros reflete o facto de que as pinturas do artista em Paris não alcançam as “megassomas” das suas pinturas da Provença,. “Mas até que o martelo desça, obviamente nunca se sabe o que vai acontecer num leilão. Agora há um grande interesse em Van Gogh no Extremo Oriente, por isso o mercado de Van Gogh é verdadeiramente global”, rematou.

Van Gogh trocou Paris pelo sul da França em 1888, dizendo que estava cansado do ritmo frenético da vida parisiense. No sul, o artista cortou parte da sua orelha esquerda durante um episódio de doença mental. Mais tarde, suicidou-se, disparando um revólver contra o seu peito perto de Paris em julho de 1890.

[sc name=”assina” by=”Maria Campos, ZAP” url=”” source=””

PARTILHAR

RESPONDER

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …

Chuvas torrenciais fazem mais de uma centena de mortos na Índia

Pelo menos 136 pessoas morreram na Índia, em consequência de chuvas torrenciais que assolaram o país e causaram fortes enchentes e deslizamentos de terra, enterrando casas e submergindo ruas. Numa altura em que as alterações climáticas …

China inaugurou o comboio mais rápido do mundo

O comboio-bala maglev, que pode atingir uma velocidade de 600 quilómetros por hora, fez a sua estreia em Qingdao, na China, esta semana. Tal como conta a cadeia televisiva CNN, este comboio-bala maglev foi desenvolvido pela …

Quatro portugueses detidos em Espanha por alegada violação de duas mulheres

A polícia espanhola anunciou, este sábado, ter detido quatro cidadãos portugueses por suposta violação múltipla e abusos sexuais a duas mulheres de 22 e 23 anos, numa pensão em Gijón, no norte do país. Segundo a …

Stonehenge pode perder estatuto de património mundial da UNESCO

Depois de Liverpool, também Stonehenge pode perder o estatuto de património mundial da UNESCO. O aviso surge após o secretário dos transportes, Grant Shapps, ter dado luz verde aos planos de construção de um túnel …

Mais 20 mortes e 3396 casos de covid-19. Não havia tantos óbitos desde março

Portugal registou, este sábado, mais 20 mortes e 3396 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3396 novos …

"Integral confiança". Chega segura militantes acusados de agredir homossexual

O Chega anunciou, esta sexta-feira, que mantém "integral confiança" nos candidatos e estruturas local e distrital de Viseu, referindo que só se pronunciará sobre alegadas agressões de motivação homofóbica naquela cidade depois de apurados os …

Há dezenas de autarcas envolvidos em processos sem fim à vista

Dezenas de autarcas foram neste mandato acusados por corrupção, negócios imobiliários duvidosos e abuso de poder, entre outros, em processos judiciais que se arrastam, na maioria, sem desfecho à vista a dois meses de novas …

Milhares de pessoas manifestam-se na Austrália contra o confinamento

Milhares de australianos manifestaram-se, este sábado, em várias cidades do país contra as restrições impostas pelo Governo para controlar o aumento de casos de covid-19. Em Sidney, cerca de mil manifestantes protestaram contra o confinamento decretado …