Apesar do “atestado de óbito” passado à ADSE, “todos perderiam com um não acordo”

Manuel De Almeida / EPA

O presidente do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, João Proença

O presidente do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, o subsistema de saúde da função pública, está confiante relativamente a um acordo com os privados. Segundo João Proença, “todos perderiam com um não acordo”. 

João Proença, que falava no programa Em Nome da Lei da Rádio Renascença, nota que o “diálogo começou mau” mas, apesar disso, está otimista quanto a um acordo.

Quatro grupos de saúde privados anunciaram a rutura com a ADSE depois de esta entidade do Governo exigir aos privados a devolução de 38 milhões de euros associados a excessos de faturação efetuados entre 2015 e 2016. Proença adianta, contudo, que o objetivo central das negociações que estão em curso “não são os 38 milhões de euros”, “mas a criação de uma tabela de preços justos”.

O presidente do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE reconhece que “é preciso rever as tabelas para preços justos. Até porque desde 2004 que não são mexidas”.

“A ADSE tem capacidade para avaliar em que medida pode haver abusos de faturação da parte dos grupos privados”, garante João Proença, acusando o Governo socialista de “tentar limitar as capacidades de gestão do instituto público, ao não ter inscrito no Orçamento do Estado o prometido reforço de meios humanos”.

O Presidente do Conselho Gera acusa também o Executivo de “bloquear todas as propostas feitas pela ADSE, a começar por uma que mexe com a sustentabilidade do subsistema de saúde que é a sua abertura a novos beneficiários e nomeadamente aos funcionários com contrato individual que atualmente não podem inscrever-se na ADSE”.

“O problema da ADSE”, sustenta João Proença, “é que as despesas estão a crescer a 6,2% ao ano e as receitas a menos de 1%. Se nada for feito, o sistema torna-se insustentável”.

Para João Proença, a tutela da saúde “tem tido expressões infelizes” sobre a ADSE, nos últimos dias. O secretário de Estado admitiu a sua privatização e a ministra Marta Temido defendeu que o Serviço Nacional de Saúde tem capacidade para absorver os beneficiários da ADSE, se falharem as negociações com os privados. Afirmações que, segundo Proença, equivalem a um atestado de óbito da ADSE.

Face à possível rutura, a CUF, que integra o grupo José de Mello SAúde (um dos quais anunciou o fim da convenção) avançou já que vai ter uma tabela de preços especiais para os beneficiários da ADSE.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Um Ferrari entre Fiats": Eis Ibrahimovic aos olhos de Ibrahimovic

O internacional sueco Zlatan Ibrahimovic falou esta semana sobre o nível dos seus rivais na principal liga de futebol dos Estados Unidos e do Canadá, a Major League Soccer (MLS), na qual representa o Los …

Grupo "ecoterrorista" revela planos para matar Jair Bolsonaro

Uma reportagem da revista brasileira Veja, publicada esta sexta-feira, revela os planos de um grupo "ecoterrorista" para matar o Presidente brasileiro.  O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, confirmou, esta sexta-feira, que o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) …

Novos documentos. Donald Trump terá falado com Michael Cohen para silenciar Stormy Daniels

Documentos legais que acabam de ser divulgados reforçam ideia de que Donald Trump, ao contrário do que garante, participou em contactos com o advogado na altura em que este, durante a campanha presidencial, tratou dos …

Estação espacial chinesa cai hoje na Terra

Uma estação espacial chinesa está prestes a voltar à Terra. Esta sexta-feira, a Tiangong-2 deverá queimar durante uma reentrada controlada na atmosfera terrestre. Com um punhado de detritos, a estação deverá cair no Oceano Pacífico Sul …

Depois de os EUA sancionarem Ancara, Rússia está disponível para vender caças à Turquia

A Rússia anunciou estar disponível para vender a Ancara caças Sukhoi Su-35, aproveitando o crescente fosso entre os Estados Unidos (EUA) e a Turquia. A disponibilidade surgiu um dia depois de o Presidente Donald Trump ter …

Nova Lei de Bases da Saúde aprovada. PPP só na próxima legislatura

A maioria de esquerda aprovou esta quinta-feira uma nova Lei de Bases da Saúde, proposta pelo Governo socialista, em votação final global na Assembleia da República, contemplando o primado da gestão pública. As bancadas de PS, …

Itália. Eleição de Ursula Von der Leyen para a UE ameaça romper Governo

Quase todos os dias os dois chefes aliados, Luigi Di Maio, do Movimento 5 Estrelas (M5S), e Matteo Salvini, da Liga, atacam-se diretamente. Dentro de uma aliança de contrários, os dois partidos mobilizam as suas …

Homem descobriu a sua perna amputada na imagem de um maço de tabaco

Um albanês descobriu que uma fotografia da sua perna amputada foi usada, sem autorização, na parte da frente dos maços de tabaco. Um homem de 60 anos descobriu que uma fotografia da sua perna amputada foi …

Ilhan Omar promete continuar a ser o "pesadelo" de Donald Trump

"O pesadelo dele é ver uma refugiada imigrante somali a ascender ao Congresso. Vamos continuar a ser um pesadelo porque as suas políticas são um pesadelo para nós", disse Ilhan Omar. Esta quinta-feira, Ilhan Omar classificou …

Benfica confirma saída de Salvio para o Boca. "Chorei como um bebé"

O extremo Eduardo Salvio transferiu-se do Benfica para o Boca Juniors, na Argentina, num negócio esta quinta-feira oficializado pelo clube da Luz, que não revelou os valores envolvidos. O argentino esteve oito temporadas no Benfica, as …