Pedrógão: depois do fogo, as inundações

António Cotrim / Lusa

Rescaldo do incêndio em Valongo, Pedrogao Grande

Rescaldo do incêndio em Valongo, Pedrogao Grande

O concelho de Góis, no distrito de Coimbra, uma das mais afetadas pelo fogo que consumiu a região, contou nesta quinta-feira com uma ajuda: a chuva chegou e ajudou a limpar as cinzas do incêndio. Mas noutras zonas, a chuva só veio piorar.

Três semanas passadas sobre o pior incêndio que Portugal já viveu, os fogos deram lugar a inundações e enxurradas, em Góis e em Castanheira de Pera.

Numa das freguesias do concelho de Góis, em Alvares, a autarquia viu-se até obrigada a rebentar um dique para evitar danos mais graves, depois de uma ribeira ter inundado duas casas, segundo o Observador.

Durante a tarde, a chuva que caiu sobre a Serra de Lousã resultou numa enchente da ribeira do Sinhel, que acabou por galgar as margens da praia fluvial de Alvares e inundar uma casa habitada e uma garagem. Devido às cinzas, “a água parece alcatrão”, confessa a Presidente da Câmara, Lurdes Castanheira.

Depois de terem sido consumidas pelas chamas, as encostas do local não conseguem agora reter qualquer água. A cheia atingiu ainda duas eletrobombas do sistema de abastecimento público, levando a que cerca de 100 pessoas ficassem sem água na freguesia.

Neste momento, a autarquia de Góis está preocupada em assegurar a qualidade da água para consumo humano. Depois das cinzas do incêndio terem ido pelo rio abaixo, devido à enxurrada, é preciso ter a certeza que as fontes de abastecimento público não foram contaminadas.

A autarca Lurdes Castanheira confessou, no entanto, que o pior parece já ter passado: a chuva acabou por limpar tudo à sua passagem e agora “a água já não parece alcatrão”.

Na Lousã e em Miranda do Corvo, a chuva apareceu acompanhada de trovoada e granizo, que deram origem a inundações. A água derrubou árvores e destruiu campos agrícolas. Em Lousã, uma habitação – assim como a via pública – ficou também inundada.

Na freguesia das Gândaras, no concelho da Lousã, o temporal derrubou seis árvores, assim como cabos elétricos da rede pública que foram arrastados. Em algumas zonas, o gelo acumulado chegou a ter “meio metro de espessura”, conta o comandante dos Bombeiros Voluntários da vila.

Em Vila Real, na zona do Pinhão, em Alijó, olivais e vinhas foram destruídos pelo arrastão de terras e pedras. Também aqui, registaram-se inundações em casas e na estação de comboios.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Paulo Rangel reeleito vice-presidente do Partido Popular Europeu

O eurodeputado do PSD foi reeleito, esta quinta-feira, vice-presidente do Partido Popular Europeu (PPE) no congresso desta formação política, que decorre desde quarta-feira em Zagreb, na Croácia. De acordo com uma nota à imprensa, Paulo Rangel …

Ex-eletricista de Picasso condenado por ter escondido 271 obras na garagem durante 40 anos

O último eletricista de Pablo Picasso, Pierre Le Guennec, e a sua mulher foram esta terça-feira condenados em última instância a dois anos de prisão, com pena suspensa. Em causa estava, de acordo com a AFP, …

Álvaro Costa apresenta projeto inédito de streaming

  Um canal inédito de streaming totalmente português é uma das ideias que Álvaro Costa pretende ver avançar já no próximo ano. O projeto será apresentado este sábado, às 21h30, no Mar Shopping. Álvaro Costa já chegou …

Um terço das empresas ainda não revelou o seu dono

As cerca de 600 mil empresas e outras entidades sujeitas a registo comercial que operam em Portugal eram obrigadas pelo Instituto dos Registos e do Notariado a fazer o Registo Central do Beneficiário Efectivo (RCBE) …

Benfica e Porto estarão interessados na contratação de Pepê

FC Porto e SL Benfica, juntamente com outros emblemas, estarão interessados na contratação do jovem brasileiro do Grêmio, Pepê. O clube pede entre 15 e 20 milhões de euros. Aos 22 anos de idade, Pepê tem …

Diamante de 183 quilates está à venda em leilão angolano

A Sodiam, empresa pública de comercialização de diamantes angolana, lançou na quarta-feira o segundo leilão para venda de diamantes brutos, que inclui uma pedra de 183 quilates, e no qual estão já registadas mais de …

Bruxelas aprova compra de Seguradoras Unidas e AdvanceCare pela Generali

A Comissão Europeia aprovou, esta quinta-feira, a compra das portuguesas Seguradoras Unidas e AdvanceCare ao grupo norte-americano Apollo pelo grupo italiano Generali, um negócio no valor estimado de 600 milhões de euros. O Executivo comunitário adiantou, …

"Rebeldes" que saíram do Partido Conservador concorrem como independentes ou pela oposição

Vários deputados dissidentes ou expulsos do Partido Conservador estão a candidatar-se como independentes ou por partidos da oposição nas legislativas de 12 de dezembro por se oporem ao Brexit negociado pelo primeiro-ministro. O antigo procurador-geral Dominic …

CGD já está a cobrar comissões nos depósitos de instituições financeiras

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) já começou a cobrar comissões nos depósitos das instituições financeiras, de modo a tentar contornar a política monetária do Banco central Europeu. A intenção de cobrar comissões nos depósitos de …

Câmara de Oliveira de Azeméis pagou contas de concelhia do PSD, acusa Ministério Público

O Ministério Público (MP) deduziu esta quarta-feira acusação contra 68 arguidos no âmbito da operação “Ajuste Secreto”. Entre os acusados está o antigo autarca da Câmara de Oliveira de Azeméis Hermínio Loureiro, que é a …