Pedrógão: depois do fogo, as inundações

António Cotrim / Lusa

Rescaldo do incêndio em Valongo, Pedrogao Grande

Rescaldo do incêndio em Valongo, Pedrogao Grande

O concelho de Góis, no distrito de Coimbra, uma das mais afetadas pelo fogo que consumiu a região, contou nesta quinta-feira com uma ajuda: a chuva chegou e ajudou a limpar as cinzas do incêndio. Mas noutras zonas, a chuva só veio piorar.

Três semanas passadas sobre o pior incêndio que Portugal já viveu, os fogos deram lugar a inundações e enxurradas, em Góis e em Castanheira de Pera.

Numa das freguesias do concelho de Góis, em Alvares, a autarquia viu-se até obrigada a rebentar um dique para evitar danos mais graves, depois de uma ribeira ter inundado duas casas, segundo o Observador.

Durante a tarde, a chuva que caiu sobre a Serra de Lousã resultou numa enchente da ribeira do Sinhel, que acabou por galgar as margens da praia fluvial de Alvares e inundar uma casa habitada e uma garagem. Devido às cinzas, “a água parece alcatrão”, confessa a Presidente da Câmara, Lurdes Castanheira.

Depois de terem sido consumidas pelas chamas, as encostas do local não conseguem agora reter qualquer água. A cheia atingiu ainda duas eletrobombas do sistema de abastecimento público, levando a que cerca de 100 pessoas ficassem sem água na freguesia.

Neste momento, a autarquia de Góis está preocupada em assegurar a qualidade da água para consumo humano. Depois das cinzas do incêndio terem ido pelo rio abaixo, devido à enxurrada, é preciso ter a certeza que as fontes de abastecimento público não foram contaminadas.

A autarca Lurdes Castanheira confessou, no entanto, que o pior parece já ter passado: a chuva acabou por limpar tudo à sua passagem e agora “a água já não parece alcatrão”.

Na Lousã e em Miranda do Corvo, a chuva apareceu acompanhada de trovoada e granizo, que deram origem a inundações. A água derrubou árvores e destruiu campos agrícolas. Em Lousã, uma habitação – assim como a via pública – ficou também inundada.

Na freguesia das Gândaras, no concelho da Lousã, o temporal derrubou seis árvores, assim como cabos elétricos da rede pública que foram arrastados. Em algumas zonas, o gelo acumulado chegou a ter “meio metro de espessura”, conta o comandante dos Bombeiros Voluntários da vila.

Em Vila Real, na zona do Pinhão, em Alijó, olivais e vinhas foram destruídos pelo arrastão de terras e pedras. Também aqui, registaram-se inundações em casas e na estação de comboios.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Este robô-tartaruga não precisa de circuitos eletrónicos para andar. Basta ar

O robô macio de quatro patas, criado por uma equipa da Universidade da Califórnia, não precisa de nenhum circuito eletrónico para funcionar. Os robôs macios têm captado a atenção dos cientistas e o mais recente, criado …

Norte-americano cria secretária para manter crianças seguras durante os tiroteios nas escolas

Um norte-americano desenvolveu uma secretária à prova de bala para assegurar um lugar seguro às crianças dos Estados Unidos em situações de tiroteio. Passaram três anos desde que, a 14 de fevereiro de 2018, Nikolas Cruz entrou …

A Cidade do México proibiu tampões menstruais com aplicador. Agora, as mulheres estão furiosas

A Cidade do México já tinha proibido outros objetos compostos por plástico, como é o caso de copos e palhinhas, mas agora foi mais longe e resolveu banir os tampões menstruais que contém aplicadores. No …

Benfica 2-0 Rio Ave | Águia volta a voar

O Benfica regressou às vitórias na Liga NOS, três jogos depois. A formação “encarnada” recebeu e venceu o Rio Ave por 2-0, com os dois golos apontados por Haris Seferovic e Pizzi numa segunda parte …

Criança de dois anos cai do 12º andar (mas acaba por ser salva por estafeta)

No passado domingo, em Honói, na capital do Vietname, um estafeta salvou a vida de uma criança de dois anos que caiu do 12° andar de um prédio. Nguyen Ngoc Manh é agora conhecido como …

Em França, livrarias e lojas de discos são agora "comércio essencial"

O decreto de lei do Governo francês, publicado na última sexta-feira, incluiu as livrarias e lojas de discos na lista do chamado "comércio essencial", podendo permanecer abertas em caso de confinamento. Em declarações à agência France-Presse, …

Icebergue maior que Nova Iorque parte-se perto de estação de investigação na Antártida

Um icebergue gigante partiu-se esta sexta-feira na plataforma de gelo de Brunt, na Antártida, perto de um posto de investigação do British Antartic Survey (BAS). O bloco de gelo, com 1.270 quilómetros quadrados, será ainda maior …

A Greenpeace está a atirar pedras gigantes para o Mar do Norte. Eis a razão

Na semana passada, a Greenpeace atirou pedras gigantes ao mar ao redor do Reino Unido. Esta ação faz parte do objetivo da organização de acabar com os barcos de pesca de arrasto no fundo do …

Deco avança para tribunal contra Apple por manipulação de desempenho dos iPhones 6

A Deco Proteste anunciou esta segunda-feira que avançou com uma ação judicial contra a Apple, acusando-a de práticas enganosas por ter manipulado os iPhones 6, 6 Plus, 6S e 6S Plus para se tornarem obsoletos …

Crónica ZAP - Nota Artística por Nuno Miguel Teixeira

Nota artística: pouco Festival no FC Porto-Sporting

https://soundcloud.com/nuno-teixeira-264830877/fc-porto-0-0-sporting-o-musical Está bem: Futebol Clube do Porto contra Sporting Clube de Portugal. Segundo classificado recebe o líder. Jogo que pode praticamente definir o novo campeão nacional de futebol. O encontro é naquele estádio junto ao centro …