Pedrógão: depois do fogo, as inundações

António Cotrim / Lusa

Rescaldo do incêndio em Valongo, Pedrogao Grande

Rescaldo do incêndio em Valongo, Pedrogao Grande

O concelho de Góis, no distrito de Coimbra, uma das mais afetadas pelo fogo que consumiu a região, contou nesta quinta-feira com uma ajuda: a chuva chegou e ajudou a limpar as cinzas do incêndio. Mas noutras zonas, a chuva só veio piorar.

Três semanas passadas sobre o pior incêndio que Portugal já viveu, os fogos deram lugar a inundações e enxurradas, em Góis e em Castanheira de Pera.

Numa das freguesias do concelho de Góis, em Alvares, a autarquia viu-se até obrigada a rebentar um dique para evitar danos mais graves, depois de uma ribeira ter inundado duas casas, segundo o Observador.

Durante a tarde, a chuva que caiu sobre a Serra de Lousã resultou numa enchente da ribeira do Sinhel, que acabou por galgar as margens da praia fluvial de Alvares e inundar uma casa habitada e uma garagem. Devido às cinzas, “a água parece alcatrão”, confessa a Presidente da Câmara, Lurdes Castanheira.

Depois de terem sido consumidas pelas chamas, as encostas do local não conseguem agora reter qualquer água. A cheia atingiu ainda duas eletrobombas do sistema de abastecimento público, levando a que cerca de 100 pessoas ficassem sem água na freguesia.

Neste momento, a autarquia de Góis está preocupada em assegurar a qualidade da água para consumo humano. Depois das cinzas do incêndio terem ido pelo rio abaixo, devido à enxurrada, é preciso ter a certeza que as fontes de abastecimento público não foram contaminadas.

A autarca Lurdes Castanheira confessou, no entanto, que o pior parece já ter passado: a chuva acabou por limpar tudo à sua passagem e agora “a água já não parece alcatrão”.

Na Lousã e em Miranda do Corvo, a chuva apareceu acompanhada de trovoada e granizo, que deram origem a inundações. A água derrubou árvores e destruiu campos agrícolas. Em Lousã, uma habitação – assim como a via pública – ficou também inundada.

Na freguesia das Gândaras, no concelho da Lousã, o temporal derrubou seis árvores, assim como cabos elétricos da rede pública que foram arrastados. Em algumas zonas, o gelo acumulado chegou a ter “meio metro de espessura”, conta o comandante dos Bombeiros Voluntários da vila.

Em Vila Real, na zona do Pinhão, em Alijó, olivais e vinhas foram destruídos pelo arrastão de terras e pedras. Também aqui, registaram-se inundações em casas e na estação de comboios.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Parasitas" vai ter uma série na HBO. E já são conhecidos dois nomes do elenco

A produção sul-coreana de Bong Joon Ho, especialmente condecorada pela Academia, merece agora uma adaptação para a televisão pelas mãos da HBO. A série televisiva de "Parasitas" foi anunciada em janeiro e a produção está encarregue …

O carregador do seu smartphone é mais potente do que o computador da Apollo 11

Não restam dúvidas de que a informática deu um passo gigante em termos de evolução nos últimos 50 anos. Agora, um engenheiro de software descobriu que até mesmo o carregador do seu smartphone é mais …

Tribunal suspende construção da Gigafactory na Alemanha

Um tribunal alemão ordenou à Tesla, este domingo, a suspensão das obras da sua fábrica "Gigafactory" por questões ambientais. Em novembro do ano passado, Elon Musk, presidente executivo da Tesla, anunciou que a Alemanha tinha sido …

Novos semáforos da Índia ficam vermelhos quando os condutores buzinam

A Polícia de Mumbai, na Índia, instalou detetores de ruído em vários semáforos de cruzamentos importantes da cidade, visando reduzir a poluição sonora. Agora, quanto mais os condutores buzinam, mais tempo a luz se mantém …

Polícia de Hong Kong procura autores de roubo de papel higiénico

Um camião que transportava papel higiénico foi, esta segunda-feira, alvo de um assalto à mão armada em Hong Kong, onde a escassez do produto motivou uma corrida ao comércio local. As autoridades informaram que um motorista …

Centeno considera gravações de Varoufakis "politicamente lamentáveis"

O presidente do Eurogrupo considerou, esta segunda-feira, a atitude do antigo ministro das Finanças grego, que gravou reuniões do fórum de ministros das Finanças da zona euro, "politicamente lamentável". "Honestamente, não tenho comentários a fazer sobre …

Elton John obrigado a interromper concerto devido a crise de pneumonia

O cantor britânico foi obrigado a interromper um concerto, na Nova Zelândia, devido a um diagnóstico de pneumonia atípica. No último domingo, o cantor britânico Elton John interrompeu um concerto no Auckland’s Mount Stadium, na Nova …

Tancos. Coronel da GNR nega pacto de silêncio

O ex-diretor de investigação criminal da GNR disse, esta segunda-feira, desconhecer qualquer pacto de silêncio com a Polícia Judiciária Militar que envolvesse a colaboração na investigação do furto das armas de Tancos. Na sessão desta segunda-feira …

Anel de curso perdido nos EUA encontrado 47 anos depois na Finlândia

Um anel de curso de um liceu nos Estados Unidos, perdido em 1973, foi agora descoberto numa floresta da Finlândia. De acordo com o The Guardian, Debra McKenna perdeu o anel de curso do marido em …

Apresentadas mais de 50 queixas contra post de André Ventura sobre Joacine Katar Moreira

A Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR) já recebeu mais de 50 queixas devido à publicação na qual o deputado do Chega sugeria devolver Joacine Katar Moreira ao seu país de origem. Em …