“A música agora é outra”. Pedro Nuno Santos diz que a TAP não sobrevive sem a intervenção do Estado

António Cotrim / Lusa

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, afirmou esta quarta-feira no Parlamento que “qualquer intervenção pública” na TAP “implicará que o Estado português” acompanhe “todas as decisões que serão tomadas” nos próximos tempos na companhia aérea.

Pedro Nuno Santos falava na comissão parlamentar de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação, no âmbito de uma audição regimental.

“Qualquer intervenção do estado soberano na TAP implicará que o Estado português, através do Governo, acompanhe todas as decisões que serão tomadas nos próximos tempos com impacto relevante na vida e no futuro da empresa”, afirmou o governante, que adiantou que está a ser estudado o modelo de apoio.

“A música agora é outra no que diz respeito à TAP”, afirmou, sublinhando que a companhia aérea, “sem intervenção pública, não tem qualquer possibilidade de sobreviver“.

“Se o Estado não estivesse na empresa, não sabemos se ela ainda cá estava. Ter um pé na TAP [com a reversão da privatização] permite-nos discutir o seu futuro de acordo com o interesse nacional, e não de acordo com o interesse dos privados”, sublinhou o ministro.

“É bom que todos sejamos conscientes que a nossa missão será salvar a TAP e não nenhum acionista em particular, obviamente que estamos disponíveis e interessados que os nossos parceiros na empresa acompanhem qualquer intervenção na empresa, mas têm de acompanhar”, caso contrário isso terá “necessariamente consequências na relação societária” da empresa, alertou.

Pedro Nuno Santos assegura que o Governo não exclui nenhuma alternativa – nem a nacionalização – até porque, se o fizesse, estaria a perder força negocial com os privados.

Governo admite prolongar apoio às rendas

De acordo com o jornal ECO, o Governo está a estudar a hipótese de prolongar as medidas de apoio às rendas para além do mês subsequente do estado de emergência, mas não a moratória nas rendas para não prejudicar os senhorios.

Face ao “conjunto de medidas que foram tomadas, como a proibição dos despejos e a suspensão das denúncias dos contratos de arrendamento, estamos a estudar possibilidade de se prolongarem mais algum tempo para garantir a estabilidade neste período“, disse o ministro.

Pedro Nuno Santos referiu que a possibilidade de pedir um empréstimo ao IHRU é uma medida que “faz sentido continuar durante mais algum tempo”.

O ministro disse ainda que a situação não justifica a adoção de novas medidas de apoio à habitação. “Não temos, neste momento, nota de uma situação que justifique outras medidas. Não as pondo em causa, achamos que ainda não se justifica que elas sejam tomadas”, referiu.

CP estava a perder quatro milhões por semana

Pedro Nuno Santos justificou a redução de oferta por parte da CP com uma queda de procura na casa dos 70% dos serviços suburbanos. A empresa estava a perder quatro milhões de euros por semana.

“Era um desperdício estarmos a circular ferro. Tínhamos comboios só com uma pessoa”, disse o ministro, de acordo com o Observador.

Pedro Nuno Santos assinala que na linha de Sintra a oferta manteve-se durante as horas de ponta e lembra que os comboios nesta linha já andam a 140% da capacidade nas horas de pontas em tempos normais.

“Não temos grande possibilidade de reforçar oferta. Estamos restringidos no comprimento dos comboios e pelos horários de outros serviços na Linha do Norte. A situação é difícil de resolver”, admitiu.

Questionado sobre medidas de distanciamento nos transportes públicos, o ministro indicou que o Conselho de Ministros vai aprovar toda a estratégia de confinamento e não quis adiantar o que está a ser discutido com os autarcas.

Governo acelera obras públicas

O investimento público e as obras públicas podem ter um papel determinante na recuperação económica. Nenhuma obra foi cancelada e o setor será fundamental para absorver emprego e dinamizar a atividade, disse o ministro.

Pedro Nuno Santos revelou que apresentou um plano para acelerar investimentos que possam arrancar até ao final de 2020. Para além da ferrovia, cujos projetos deverão entrar em fase de empreitada até ao final do ano, estão a ser identificados outros projetos.

A antecipação da conservação de estradas e a recuperação do parque habitacional do Estado e do IHRU, são áreas que estão a ser avaliadas.

“Espero que se consiga avançar o mais depressa possível crise económica profunda e com efeitos duradouros. estados tem de ser resolutos rápidos e assertivos”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Confesso que não sei quem causa mais dano às finanças do país,se é o Vírus ou a TAP.Mal gerida,confusa e corrupta.Claro que os comunistas querem que o governo ou melhor,nós os contribuintes ponham lá mais dinheiro no poço sem fundo.

  2. Há muito tipo de serviços que nem sempre podem e devem dar lucro como é o caso dos transportes e de outro sectores estratégicos. Aconteceu que o governo Passos Coelho alienou, incompreensivelmente, empresas de grande valor como a EDP e os CTT, ambas muito vantajosas para os cofres do estado, estando nós nas mãos de um estado estrangeiro com a nossa REN!! Contra estas medidas é que nos devíamos ter insurgido todos!!

  3. Há muito tipo de serviços que nem sempre podem e devem dar lucro como é o caso dos transportes e de outro sectores estratégicos. Aconteceu que o governo Passos Coelho alienou, incompreensivelmente, empresas de grande valor como a EDP e os CTT, ambas muito vantajosas para os cofres do estado, estando nós nas mãos de um estado estrangeiro com a nossa REN!! Contra estas medidas é que nos devíamos ter insurgido todos!!

RESPONDER

Com os zoos fechados, tudo serve para entreter uma família de lontras. Até um simples galho de bambu

O confinamento serviu como um lembrete indesejado de que ficar preso dentro de casa sem muito o que fazer pode ser desgastante. O mesmo é verdade para os animais, por isso os jardins zoológicos tiveram …

Uma ilha, cinco géneros. Os Bugis têm palavras para as "cinco maneiras de estar no mundo"

Uma ilha, cinco géneros. O povo Bugis é um poderoso grupo étnico que se destaca pelo reconhecimento de cinco géneros distintos. Na Indonésia, a ilha Sulawesi é a casa de um povo que reconhece cinco …

O "aeroporto do amanhã" está abandonado no meio de um pântano dos Estados Unidos

Era para ser o "aeroporto do amanhã", um centro intercontinental para aviões supersónicos com seis pistas e conexões ferroviárias de alta velocidade para as cidades vizinhas. Hoje, é pouco mais do que uma pista no …

Facebook remove (acidentalmente) página oficial de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa

O Facebook apagou a página de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa. O município passou um mês a apelar à rede social para repor a página. "Recebemos uma mensagem no Facebook e também percebemos que …

NASA escolheu SpaceX de Elon Musk para a próxima missão tripulada à Lua

Elon Musk fecha contrato de 2,9 mil milhões de dólares para levar o Homem novamente à Lua. O contrato é a mais importante vitória da SpaceX e reforça a posição da empresa como parceira …

Benfica 1-2 Gil Vicente | Galo canta e silencia águia na Luz

STOP. O Gil Vicente visitou na tarde deste sábado o Benfica e saiu do palco da Luz com os três pontos na bagagem e a “cantar de galo”, ao vencer por 2-1, num duelo relativo …

"Longa vida à monarquia." Realeza britânica tende a viver mais três décadas do que a população geral

As diferenças na longevidade de alguns membros da família real em comparação com a população em geral são extremamente grandes, mas não incomuns. O príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II e o consorte mais antigo …

Abominável (e falso) Homem das Neves. Líder russo usou Yeti para atrair turistas para a Sibéria

Um dos líderes regionais mais antigos de Vladimir Putin confessou ter encenado avistamentos falsos de Yetis numa tentativa de encorajar o turismo na Sibéria. Aman Tuleev, um dos líderes regionais de longa data do Presidente russo …

Irão já está a enriquecer urânio a 60%

O Irão avisou e já está a cumprir. Menos de uma semana depois de ter acusado Israel de um ataque contra a sua principal central nuclear, o país diz estar a enriquecer urânio com uma …

Salvini vai a julgamento em Itália por bloqueio de migrantes em navio

Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita italiano Liga, vai ser julgado por acusações de sequestro pela sua decisão de impedir o desembarque de 147 migrantes resgatados no Mediterrâneo pela Open Arms, em agosto de …