Pedras com 5 mil anos podem ser os mapas mais antigos do mundo

Bornholms Museum / Facebook

“Pedra Solar” com 5000 anos descoberta em Vasagard, Dinamarca.

Arqueólogos dinamarqueses descobriram mais de 200 pedras cobertas de gravuras de linhas e quadrados que podem ter sido os primeiros mapas do mundo, usados há cinco mil anos.

Estas pedras planas foram descobertas em escavações num local sagrado com cinco mil anos que é conhecido como Vasagard, em Bornholm, uma ilha dinamarquesa situada no Mar Báltico.

Neste lugar, que é alvo de escavações desde a década de 1990, foram encontradas mais de 200 pedras partidas, cobertas de gravuras de linhas e quadrados, que os arqueólogos acreditam terem sido uma espécie de mapas simbólicos antigos.

Chamadas de “pedras do sol” ou “pedras solares”, estes objectos com padrões de linhas direitas são associados pelos investigadores às crenças de uma religião neolítica que venerava o sol, há cerca de cinco mil anos, conforme nota o site Live Science.

O arqueólogo Flemming Kaul, curador e investigador de pré-história do Museu Nacional da Dinamarca, explica na publicação que estas pedras milenares podem ter sido mapas simbólicos de paisagens e que terão sido, provavelmente, usadas em rituais pelos agricultores da Idade da Pedra, com o intuito de influenciar magicamente o sol e a fertilidade das suas terras.

Bornholms Museum / Facebook

"Pedra Solar" com 5000 anos descoberta em Vasagard, Dinamarca.

“Pedra Solar” com 5000 anos descoberta em Vasagard, Dinamarca.

“Há uma pedra em particular que parece ser bastante complicada e concordamos todos que parece uma espécie de mapa – não um mapa no nosso sentido moderno, mas um mapa estilizado“, sublinha Flemming Kaul em declarações ao Live Science.

Apresentando linhas e quadrados que parecem campos, cercas e plantas, o arqueólogo diz que vê “algumas semelhanças com as gravuras rupestres dos Alpes no norte de Itália, datadas do mesmo período de tempo e que são interpretadas como paisagens simbólicas”.

Este dado não significa porém, que houvesse contacto entre os povos que viviam na Escandinávia e os que habitavam outras zonas da Europa, há cinco mil anos, conforme constata o investigador.

Contudo, pode ser sinal de que havia ideias comuns e uma espécie de “tendência de desenvolvimento europeu geral”, também num “sentido espiritual ou religioso”, aponta Kaul.

“As imagens do sol devem ter algo a ver com o culto solar – e temos muitas outras indicações europeias disso, tal como Stonehenge em Inglaterra, por volta da mesma altura, e sepulturas de passagem na Irlanda que estão orientadas em função do nascer-do-sol do solstício de Inverno”, acrescenta o arqueólogo.

Do leque de pedras descobertas na Dinamarca, a mais detalhada tem cerca de 5 centímetros de largura e foi partida em três peças, uma das quais ainda não foi encontrada, conforme constata o Live Science.

Kaul descreve-a como “muito complexa”, com “diferentes tipos de campos e algo que parecem plantas”, e conclui que pode simbolizar “uma colheita como a cevada” e que terá sido usada num ritual religioso algures entre 2900 e 2700 a.C..

Os arqueólogos publicaram detalhes científicos sobre a descoberta na revista científica dinamarquesa Skalk.

SV, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam hidrogel que se cura a si mesmo como a pele humana

A carne artificial, que pode vir a ser essencial para futuros desenvolvimentos em robótica e dispositivos médicos, está cada vez mais próxima de se tornar realidade. Cientistas na Austrália criaram um novo material gelatinoso que, asseguram, …

As estranhas "riscas de tigre" de Encélado foram finalmente explicadas

A lua gelada de Saturno, Encélado, tem despertado especial interesse na comunidade científica desde que foi observada em detalhe pela sonda espacial da NASA Cassini em 2005. Agora, uma equipa de cientistas encontrou resposta para …

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …