PCP critica “propagação do medo” por parte dos autarcas do norte. Quer reforço de autocarros da STCP

Marco Martins / Facebook

Marco Martins, autarca de Gondomar

PCP critica competição entre autarcas para ver quem vai mais longe nas restrições. Comunistas acusam Governo de esconder e branquear a falta de respostas para o reforço do SNS e admitem, excecionalmente, a contratualização de privados para reforçar a oferta de autocarros da STCP.

A Direção da Organização Regional do Porto do PCP reforça que o regresso do estado de emergência e a imposição do recolher obrigatório, medidas pedidas esta terça-feira numa “ação concertada entre autarcas do PS do Grande Porto”, “agravariam ainda mais os problemas económicos e sociais” que as famílias e muitas PME já enfrentam.

De acordo com os comunistas “o que está a haver é uma competição entre autarcas para ver quem vai mais longe nas restrições, no alarmismo e na propagação do medo”, referem em comunicado.

No mesmo documento, ao qual o Expresso teve acesso, o PCP lembra que o despique é um problema já verificado há meses “quando os presidentes de Câmara se atropelaram a alugar hotéis e montar hospitais de campanha em todo o lado”. Os comunistas consideram que as medidas foram tomadas “sem articulação com entidades sanitárias nem ajustamento com a realidade”, tendo-se “comprovado depois serem desnecessárias”.

O discurso do PCP surge em resposta à posição da Proteção Civil do Distrito do Porto, liderada pelo socialista Marco Martins, também presidente da Câmara do Gondomar, que, após reunião com os autarcas locais, avançou que “houve unanimidade dos presidentes de câmara quanto à necessidade do estado de emergência”. O autarca do norte defendeu ainda ser favorável à medida de recolher obrigatório no distrito.

Apesar de todos os municípios da Área Metropolitana do Porto fazerem parte do mapa dos 121 concelhos em semi-confinamento, o PCP está contra a “forma concertada” como os autarcas “alarmam, falam de preocupações e do aumento de casos, reclamam restrições e limitações, mas não fazem nenhuma crítica “ao que não foi feito e devia ter sido feito”.

Na opinião do PCP, a atitude dos autarcas não passa de uma tentativa de “esconder e branquear a falta de respostas do governo para o reforço do SNS, em particular dos hospitais do distrito”. “Esta realidade está identificada há tempo suficiente para que fossem tomadas medidas”, nota Jaime Toga, responsável pela Organização Regional do PCP do Porto .

“O que os autarcas não disseram e é efetivamente preciso é o reforço das camas hospitalares, das equipas de cuidados intensivos e a resposta na área da Saúde Pública onde faltam centenas de profissionais, designadamente médicos, enfermeiros e outros técnicos”, acrescenta a direção do partido.

Outro problema destacado pelo PCP é a “sobrelotação” dos transportes públicos na Área Metropolitana do Porto. Para garantir as medidas sanitárias nos autocarros, Jaime Toga avança que o partido, em situações excecionais como a atual admite a contratualização com privados para o reforço de carreiras, caminho que, frisa, “está assumido no distrito face à ausência de viaturas da STCP, mas de forma insuficiente”.

Jaime Toga aponta ainda como solução o recurso por parte da STCP a autocarros do serviço de excursões, que com a queda de turistas “podem ser afetos ao serviço regular de passageiros”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …

Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a …

Cientistas reconstruiram explosão de Beirute através das redes sociais

Cientistas forenses recorreram a imagens partilhadas nas redes sociais para reconstruirem a explosão de Beirute, em agosto, que matou 191 pessoas. A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2.750 toneladas de nitrato de …

Professor alemão do ensino básico é suspeito de canibalismo e homicídio

Depois de uma pilha de ossos ter sido encontrada por transeuntes no parque de Berlim, as autoridades alemãs descobriram que se tratava de uma vítima de canibalismo. As pistas conduziram-nas, mais tarde, à casa do …

Marselha 0-2 FC Porto | Dragão vence e abre porta dos "oitavos"

Basta apenas um ponto para que o FC Porto carimbe uma vaga nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Na noite desta quarta-feira, os “dragões” venceram o Marseille por 2-0 – com os contributos de Zaidu …

Mais de 100 mil crianças morreram com VIH e 320 mil ficaram infetadas. A pandemia pode piorar o cenário

De acordo com um relatório da UNICEF, a cada 100 segundos uma criança ou jovem com menos de 20 anos foi infetado pelo VIH no ano passado. Com os novos dados, o número total de …

Animação mostra como foram construídas as pontes do século XIV

Construir uma ponte sobre a água parece uma tarefa complicada e a verdade é que, apesar dos inúmeros avanços tecnológicos, os fundamentos pouco alteraram desde os tempos medievais. A Ponte Carlos tem 618 anos, mas não …

Médicos sem Fronteiras deixam hospital da Venezuela devido a restrições

A Médicos sem Fronteiras (MSF) vai se retirar de uma colaboração com um hospital venezuelano que visa tratar pacientes com covid-19 devido a restrições na entrada de especialistas no país, informou a organização na terça-feira. A …

O novo amplificador de guitarra tem maior capacidade de encaixe (e é mais poderoso)

Em 2016, o engenheiro eletrónico Chris Prendergast lançou um projeto Kickstarter para o amplificador de guitarra portátil JamStack. Este encaixava-se num pino de correia e emitia sons gerados por um smartphone. Agora foi lançada a …

Etiópia. Comissão de direitos humanos denuncia massacre de 600 civis na região de Tigré

A organização independente que investiga acusações de violência contra civis na Etiópia corroborou o relatório da Amnistia Internacional que denunciou a chacina de pelo menos 600 pessoas na região de Tigré, no Norte do país. Segundo …