Marcelo afirma que Passos Coelho merece condecoração, mas “entende que é cedo”

PSD / Flickr

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, cumprimenta Pedro Passos Coelho

Marcelo Rebelo de Sousa considerou que Pedro Passos Coelho merece ser condecorado pelo serviço ao país como primeiro-ministro, mas declarou respeitar o seu entendimento de que “é cedo” para esse reconhecimento.

À saída de uma conferência na Universidade Autónoma de Lisboa, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, confirmou aos jornalistas a notícia do Expresso de que mandou sondar Passos Coelho “há cerca de um ano, quando ele saiu das funções de líder do partido [PSD], sobre a hipótese de vir a receber, como os antigos primeiros-ministros, a Grã-Cruz da Ordem de Cristo”, e de que este recusou.

Segundo o chefe de Estado, “de uma forma, aliás, muito amável”, o anterior primeiro-ministro “disse que entendia que era cedo, no seu percurso, esse reconhecimento nacional”.

“Eu acho que era merecida a condecoração, merecida em valor absoluto e merecida em valor relativo, em atenção a uma prática tradicional. Mas, se o próprio entende que é cedo, há que respeitar essa razão“, considerou.

Interrogado se espera ainda condecorar Pedro Passos Coelho durante o seu mandato presidencial, Marcelo respondeu: “Isso aí era eu estar a pronunciar-me sobre a intervenção política de alguém que depende em primeira linha dele. Portanto, não me vou pronunciar. Cabe ao próprio, um dia mais tarde, verificar se, sim ou não, estão preenchidas as condições para não ser cedo a condecoração”.

“Agora vamos deixar o fluir dos acontecimentos na vida nacional e na intervenção do doutor Pedro Passos Coelho”, sugeriu, perante a insistência dos jornalistas sobre se pensa ou não voltar a sondar o ex-presidente do PSD.

O jornal Expresso noticiou no sábado que o anterior primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, “foi sondado pela Presidência da República para ser condecorado por Marcelo Rebelo de Sousa, mas recusou“.

Esta segunda-feira, em resposta aos jornalistas, o Presidente da República afirmou ter ficado “persuadido por essa posição” de Passos Coelho, “o ser cedo ainda esse reconhecimento, que existiu para os demais primeiros-ministros, com uma exceção”. “Portanto, acabou por não haver a condecoração“, referiu.

Segundo a página oficial das ordens honoríficas portuguesas, Santana Lopes foi o último antigo primeiro-ministro condecorado com a Grã-Cruz da Ordem de Cristo, atribuída pelo então Presidente da República, Cavaco Silva, em janeiro de 2010, quase cinco anos depois de ter deixado a chefia do Governo. José Sócrates não foi condecorado depois de sair do cargo de primeiro-ministro, em junho de 2011.

Durão Barroso já tinha recebido em 1996 a Grã-Cruz da Ordem de Cristo. Um mês após sair da presidência da Comissão Europeia, em novembro de 2014, e dez anos depois de ter deixado as funções de primeiro-ministro, recebeu de Cavaco Silva o Grande Colar da Ordem do Infante D. Henrique.

António Guterres foi condecorado com a Grã-Cruz da Ordem de Cristo dois meses depois de deixar as funções de primeiro-ministro, pelo então Presidente da República, Jorge Sampaio, em junho de 2002. Aníbal Cavaco Silva recebeu a mesma condecoração, das mãos do Presidente da República Mário Soares, em novembro de 1995.

Recuando aos anos 80, Mário Soares, por sua vez, tinha sido condecorado pelo Presidente da República Ramalho Eanes com a Grã-Cruz da Ordem de Cristo em abril de 1981, depois de ter sido primeiro-ministro entre 1976 e 1978, cargo que voltaria a exercer entre 1983 e 1985.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Iria haver uma qualquer altura em que o presidente iria tomar uma má decisão, mas esta é uma péssima decisão que envergonha o país e os portugueses!!!

RESPONDER

Família encontrou mais de 2.200 fetos preservados em casa de médico norte-americano

Uma família encontrou mais de 2.200 fetos preservados na casa de um médico norte-americano que morreu no início deste mês. O The Guardian avançou este domingo que uma família encontrou 2.246 fetos preservados em casa de …

Mais plástico e menos peixe. Explorador britânico teme pelo mar português

Farto de ver cada vez mais plástico e menos peixe no oceano, o veterano explorador e documentarista britânico Paul Rose defende que Portugal deve criar mais áreas marinhas protegidas. Paul Rose, que mergulha desde os anos …

Há 10 anos, Banksy pintou chimpanzés no Parlamento inglês. Agora, o quadro vai a leilão

Em 2009, o artista de rua conhecido como Banksy pintou uma enorme tela a óleo do parlamento inglês, mas em vez de deputados os tribunos eram chimpanzés. Banksy pintou o quadro, com quatro metros de comprimento, …

Tempestade em Espanha derrubou palmeira que era Património da Humanidade

A queda de "La Centinela", a árvore mais alta do conjunto que a Unesco classificou como Património da Humanidade desde 2000, está entre os danos materiais causados pela passagem da "gota fria" - um fenómeno …

Dador de esperma teve 12 filhos com autismo (e foi processado)

Danielle Rizzo tem dois filhos autistas, um com seis anos e outro com sete. Ambos foram concebidos com recurso a um dador anónimo. Há três anos, Rizzo descobriu que estes fazem parte de uma "família" …

Em Hollywood, os homens ganham mais 1 milhão de dólares do que as mulheres

Uma equipa de economistas analisou o salário de 246 atores e atrizes e concluiu que as mulheres ganham em média menos 56% do que os homens na indústria cinematográfica, pelos mesmos papéis. A diferença média entre …

"O primeiro passo para salvar o planeta é eleger outro presidente dos EUA"

John Kerry esteve em Lisboa para o encerramento da conferência "O Futuro do Planeta". O ex-secretário de Estado de Barack Obama lembrou que na luta para salvar a Terra, "não estamos a ganhar". John Kerry começou …

Gibraltar dissolve o parlamento e convoca eleições antes da data do Brexit

O chefe do governo de Gibraltar dissolveu esta segunda-feira o parlamento e convocou eleições para 17 de outubro, com o objetivo de preparar este território britânico situado no extremo sul de Espanha para o Brexit, …

Aumento do turismo nos Açores provoca mais acidentes de viação (mas menos graves)

O aumento de viaturas de aluguer que circulam nas estradas açorianas tem levado a um aumento da sinistralidade, ainda que muitos deles não sejam registados. Ainda assim, os acidentes são, no geral, menos graves. Quem o …

Menos plástico e menos jantares. Partidos prometem campanha eleitoral mais sustentável

A sustentabilidade e a proteção do ambiente estão entre as preocupações dos partidos políticos que concorrem às eleições legislativas, com algumas direções a comprometerem-se em diminuir a pegada ecológica e reduzir no plástico, numa campanha …