Partidos querem ouvir ministras da Saúde e da Segurança Social sobre mortes nos lares

António Cotrim / Lusa

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho

As mortes em lares de idosos, em particular os 18 no Lar de Reguengos de Monsaraz, em Évora, têm levado os partidos a reagir, pedindo explicações ao Governo. Esta posição, defendida primeiramente pelo Partido Social Democrata (PSD), é agora seguida pelo PAN, Bloco de Esquerda (BE) e Iniciativa Liberal (IL).

Segundo noticiou na segunda-feira o Expresso, esses pedidos de audição surgem no seguimento das declarações da ministra do Trabalho e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, que afirmou não ser seu objetivo “apurar responsabilidade de surtos nos lares”. Em causa está “desvalorização” quanto ao número de infetados e mortos, e à alegada falta de prestação de cuidados médicos aos utentes.

Ao Expresso, a deputada do PAN, Inês Sousa Real, indicou que o partido entrou, na segunda-feira, com um pedido de audição a Ana Mendes Godinho e à ministra da Saúde, Marta Temido, para “apurar responsabilidades e perceber o que falhou” em Reguengos, como a origem do surto e a estratégia de “monitorização epidemiológica” nos lares.

“O episódio do Lar de Reguengos é trágico, mais ainda por suceder em pleno século XXI, mas antes de avançar para pedidos de demissões é preciso avaliar o que falhou, quer em termos de cuidados de saúde, como a nível de fiscalização da Segurança Social”, afirmou.

“Não nos vamos precipitar a pedir demissões. Cada coisa a seu tempo. A ministra Ana Mendes Godinho referiu na entrevista ao Expresso que o Governo vai alocar mais 15 mil funcionários nos lares e este reforço é fundamental, daí parecer excessivo estar a pedir para afastar a ministra até que se apure o que falhou em termos de responsabilidade política e institucional”, disse a deputada.

Já o deputado único do IL, João Cotrim Figueiredo, quer perceber o que falhou no Lar de Reguengos, por mão se tratar de um “episódio dramático isolado”. “Este é mais um caso que revela a inimputabilidade técnica e política do Governo, que tudo indica teve um comportamento relapso no acompanhamento do lar”, indicou.

“O Governo peca na rapidez de reação” e “mais uma vez irá demorar a pedir responsabilidades e a demitir quem a tem, como aconteceu com a então ministra da Administração Interna, Constância Urbano de Sousa, no caso do incêndio de Pedrogão”, afirmou o deputado, que enviou uma pergunta a Ana Mendes Godinho e Marta Temido, a questionar o Governo sobre o Lar de Reguengos.

“Vai o Governo assumir alguma responsabilidade? Ou, à semelhança de outros casos de gritantes falhas do Estado, vai tentar que o assunto caia no esquecimento ou tentar encerrá-lo arranjando um bode expiatório”, indagou.

É necessário apurar rapidamente “quem está a falhar na prestação de cuidados aos idosos, que procedimentos urgentes implementou o Governo e se as autoridades de saúde estavam ao corrente do relatório da Ordem dos Médicos”, acrescentou, apontando para falhas graves de cuidados de saúde e fiscalização.

José Soeiro, do BE, defendeu que o drama nos lares “é extremamente preocupante”, mas longe de ser uma “tragédia portuguesa”. Apesar de Ana Mendes Godinho ter relativizado os surtos em lares, o deputado lamentou que a ministra “tenha minimizado a dimensão do problema, talvez por inabilidade política”.

A situação dos residentes em lares “é um problema gravíssimo”, apontou, indicando que a ministra “não pode alijar responsabilidades quanto à deficiente fiscalização dos lares” e que o Governo não se pode limitar a financiar os lares, mas também a monitorizá-los.

“Não pode haver fronteiras entre a saúde e a componente social”, afirmou, apelando a uma maior “oferta de lares públicos”. “As residências privadas são muito caras e o setor público e social deixou de ter capacidade de resposta para a maioria das famílias”, disse.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Role play ao serviço da Ciência. Investigadores fingem ser Neandertais para estudar caça a aves

Uma equipa de investigadores espanhóis decidiu adotar a "dramatização" científica para reconstruir um novo elemento do comportamento Neandertal: a cooperação com os membros do grupo enquanto usa fogo e ferramentas para caçar gralhas no interior …

Estoril 0-1 Sporting | Figueira deu o fruto que saciou o leão

Foi preciso surgir um erro crasso do guarda-redes estorilista (até então a fazer uma belíssima exibição) para o campeão nacional poder respirar de alívio e festejar a quarta vitória na Liga, esquecendo por agora a …

A tinta mais branca do mundo ajuda a poupar energia nas casas - e pode eliminar de vez o ar condicionado

Uma equipa de investigadores da Universidade de Purdue desenvolveu uma tinta tão branca que revestir um prédio com ela pode reduzir, ou até mesmo eliminar, a necessidade de ter ar condicionado. Depois de testar mais de …

Costa promete "lição exemplar" à Galp depois de "tanto disparate" em Matosinhos

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou hoje que “era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta insensibilidade” como a Galp demonstrou no encerramento da refinaria de Matosinhos, prometendo uma “lição exemplar” à empresa. Falando em …

Porto 5-0 Moreirense | Días, Taremi e Fábio, o trio maravilha

O Porto foi o primeiro dos “grandes” a entrar em campo e deu o mote, e que mote. Os “dragões” receberam o Moreirense e golearam sem apelo nem agravo, por 5-0, graças a uma segunda …

Ronaldo volta a marcar pelo United em jogo com final frenético

O português Cristiano Ronaldo voltou hoje a marcar pelo Manchester United, mas foram Lingaard e David de Gea que ‘brilharam’ na vitória sobre o West Ham, por 2-1, em jogo da quinta jornada da Liga …

O Cumbre Vieja, num dos complexos vulcânicos mais ativos nas Canárias, entrou em erupção

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Na zona, …

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …