Parlamento chumba audição de Eduardo Cabrita sobre festejos do Sporting

Tiago Petinga / Lusa

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita

Os requerimentos apresentados pelo PSD e pelo CDS-PP para levar o ministro da Administração Interna ao Parlamento, a propósito da divulgação do inquérito à atuação da PSP nos festejos do Sporting, foram rejeitados esta terça-feira.

Os requerimentos apresentados pelo PSD e pelo CDS, que solicitavam a audição no Parlamento, com caráter de urgência, do ministro da Administração Interna na sequência do relatório sobre os festejos do Sporting, foram esta terça-feira rejeitados.

A Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias votou conjuntamente os dois pedidos, numa reunião que decorreu esta manhã, tendo sido rejeitados com voto contra do PS, abstenção do PCP e voto favorável de PSD, CDS, Bloco de Esquerda e PAN.

No requerimento, entregue no Parlamento na segunda-feira, o PSD acusava Eduardo Cabrita de “tresler” o relatório da Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) e de se ter desresponsabilizado dos incidentes.

No mesmo sentido, o CDS queria que o ministro fosse ao Parlamento esclarecer as “várias contradições” em torno do relatório da IGAI sobre os festejos do Sporting, sustentando que “há muito por explicar”.

No debate em comissão antes da votação dos requerimentos, o deputado social-democrata Carlos Peixoto considerou que as declarações do ministro na sexta-feira “não têm nada a ver com aquilo que o relatório da IGAI reproduz” e que Cabrita deveria ir à comissão “retratar-se”.

Também o líder parlamentar do CDS-PP, Telmo Correia, defendeu que chamar Eduardo Cabrita ao Parlamento para dar explicações sobre este assunto seria “o mínimo” a fazer uma vez que a “referência do ministro ao relatório parece não ter nada a ver com o seu conteúdo”.

Em sentido contrário, o deputado Francisco Oliveira, do PS, assinalou que o relatório da IGAI e o despacho do ministro são “documentos públicos que pode ser consultados” e acusou os dois partidos de fazerem “mais uma tentativa para confrontar o ministro com casos e casinhos”.

O deputado comunista António Filipe criticou a “absoluta banalização” dos pedidos para audição do ministro da Administração Interna “a propósito de tudo e de nada” e questionou se se justificaria a comissão ter de estender o seu período de funcionamento para uma audição sobre “um facto que ocorreu há dois meses”.

Para esta terça-feira estava também agendada a votação de um requerimento do Chega que solicitava a audição na Assembleia da República do ministro da Administração Interna e do autarca de Reguengos de Monsaraz, a propósito de um caso de atropelamento ocorrido na sexta-feira na localidade, mas foi adiada por o deputado não estar presente na comissão para apresentar o seu texto.

Na sexta-feira, Cabrita anunciou que o Governo vai avançar com uma proposta legislativa, a submeter à Assembleia da República, para rever o exercício do direito de reunião e manifestação, por considerar que a concentração de adeptos do Sporting junto ao estádio, no dia dos festejos de campeão nacional, foi um uso abusivo desta figura.

Questionado sobre as responsabilidades dos festejos, Eduardo Cabrita respondeu que as comunicações sobre manifestações são apresentadas às câmaras municipais, neste caso foi a de Lisboa, não tendo o Ministério da Administração Interna qualquer “competência de proibição de manifestação”.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Há qualquer coisa não muito bem explicada… Se o PS tem 108 deputados e a CDU 12, então os outros partidos têm 110 deputados. Se só o PS votou contra e a CDU absteve-se, logo são 108 votos a contra e 110 a favor. Então porque é que o requerimento foi chumbado??

RESPONDER

Pandemia aumentou o preço dos carros usados. Vendas de veículos novos caiu a pique

A procura por usados aumentou com a pandemia. Com menos carros novos a saírem dos concessionários, também por causa da crise dos chips, a oferta de usados é escassa, levando os preços a subirem. Um choque …

Jogos Olímpicos: três polémicas de arbitragem em 24 horas

Depois da pontuação controversa no surf, uma decisão que quase ninguém entendeu, no basquetebol e no judo. A arbitragem não é, ou não é suposto ser, o foco de qualquer edição dos Jogos Olímpicos. E não …

Rui Vitória quer levar Manafá para o Spartak Moscovo

O Spartak Moscovo, treinado por Rui Vitória, desistiu da contratação de Gabriel e apresentou agora uma proposta por Wilson Manafá. Desde que chegou a Moscovo para treinar o Spartak, Rui Vitória tem sondado alguns jogadores que …

Centro de Migrantes de Caxias seria pago pelo SEF com carros apreendidos e obras eram feitas por presos

As obras feitas para a construção de um Centro de Migrantes no complexo prisional de Caxias terão sido pagas pelo SEF com carros apreendidos. O Centro de Instalação Temporária de migrantes no complexo prisional de Caxias …

Afinal, declaração de pertença à maçonaria ou Opus Dei não será obrigatória

A obrigatoriedade de os políticos e altos cargos públicos declararem a sua pertença e funções em associações como as desportivas, políticas e de carácter secreto foi aprovada no Parlamento este mês. Jorge Lacão esclareceu que a …

Futebol: Alemanha já está fora dos Jogos Olímpicos

Alemães chegaram à final em 2016 mas, desta vez, nem passaram da fase de grupos. Campeão Brasil continua no torneio masculino. Brasil e Alemanha foram as seleções finalistas da edição anterior dos Jogos Olímpicos, em 2016. …

Portugal perto de surpresa no andebol e Ana Catarina Monteiro faz história na natação

No andebol, a equipa olímpica portuguesa esteve muito perto de surpreender a vice-campeã mundial Suécia. Na natação, Ana Catarina Monteiro teve um resultado histórico. A seleção portuguesa de andebol perdeu por 29-28 frente à vice-campeã mundial …

Portugal nunca teve tantos migrantes a obter nacionalidade portuguesa. Maioria são do Brasil e Israel

Em 2020, mais de 149 mil migrantes passaram a ter o cartão cidadão nacional. Só este ano já há registo de 56 mil. O aumento do número de pessoas a pedir nacionalidade portuguesa deve-se à …

Patrões, UGT e Governo assinam acordo de Concertação, num "sinal de desagravamento" das tensões

Esta quarta-feira, será assinado o acordo de formação profissional, denominado Um Desígnio Estratégico para as Pessoas, para as Empresas e para o País, alcançado na concertação social. Carlos Silva, secretário geral da UGT, encara a assinatura …

Navio e cemitério egípcios encontrados em cidade submersa há mais de 1.000 anos

Uma equipa de arqueólogos descobriu os destroços de um antigo navio egípcio que naufragou após ser atingido por blocos gigantes do famoso templo de Amon. Também foi encontrado um cemitério. O naufrágio ocorreu há cerca de …