Parlamento aquece, mas condena cancelamento de conferência de Nogueira Pinto

parlamento.pt

-

O parlamento aprovou esta sexta-feira votos de condenação pelo cancelamento da conferência de Jaime Nogueira Pinto na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) da Universidade Nova de Lisboa após um duro debate, sobretudo entre Bloco e PSD/CDS-PP.

Todos os votos aprovados (do PS/Bloco/PAN, do CDS e uma das duas alíneas do texto do PSD) tiveram em comum posições de defesa do pluralismo, da liberdade de expressão e uma “condenação veemente” dos obstáculos colocados para que Jaime Nogueira Pinto realizasse na passada terça-feira a conferência cancelada naquela faculdade.

O debate antecedeu as votações, porém, começou a endurecer quando o vice-presidente da bancada socialista Pedro Delgado Alves defendeu a tese de que a associação de estudantes da FCSH “nunca fez qualquer ameaça física” a quem quisesse estar presente na conferência de Jaime Nogueira Pinto.

Pedro Delgado Alves responsabilizou antes as “milícias” de extrema-direita, com “ameaças físicas” a dirigentes associativos, pelo clima gerado em torno do colóquio de Jaime Nogueira Pinto – uma interpretação dos acontecimentos que mereceu imediato repúdio da parte do dirigente da bancada social-democrata Carlos Abreu Amorim.

O PS teve aqui uma intervenção extraordinária quando nos tenta fazer crer que não se passou nada antes da suspensão da conferência e que tudo foi uma ilusão de ótica. Isto é sintomático de como, na realidade, o PS está cada vez mais refém de forças da extrema-esquerda”, declarou Carlos Abreu Amorim.

A seguir, falou o dirigente do Bloco de Esquerda Jorge Costa e a confusão instalou-se no plenário.

Jorge Costa considerou legítima a atuação da associação de estudantes, falou em “razões de segurança” na origem da decisão da direção da faculdade de suspender a conferência, e condenou o “alinhamento” do PSD e do CDS-PP com os movimentos de extrema-direita, o que gerou, imediatamente, uma pateada geral entre deputados sociais-democratas e democratas-cristãos.

Pela parte do CDS-PP, Telmo Correia, que antes tivera uma intervenção condenatória tanto “do estalinismo como do saudosismo”, na sua segunda intervenção classificou como “inaceitável” a posição assumida pelo dirigente do Bloco de Esquerda.

“O CDS-PP está neste parlamento porque combateu quem pretendia instalar em Portugal um Estado totalitário. Quem liderou esse processo em defesa da liberdade foram grandes figuras da nossa democracia, algumas delas do PS”, referiu, num recado de caráter histórico dirigido à bancada socialista.

Neste contexto, o presidente do Grupo Parlamentar do PS, Carlos César, pediu a palavra para defender “a honra” e “clarificar” a posição da sua bancada, deixando a garantia de que “o PS estará sempre mais próximo de quem mais defender a liberdade e o pluralismo”.

Carlos César fez também uma interpretação sobre anos o período que se seguiu ao 25 de Abril de 1974, o PREC – Processo Revolucionário em Curso: “Em matéria de liberdades, o CDS-PP deve mais ao PS do que o PS deve ao CDS-PP”, disse.

Nas votações destes documentos, os deputados socialistas Miranda Calha, Ascenso Simões, Vitalino Canas e Helena Roseta demarcaram-se da posição oficial da bancada do PS e aprovaram o texto proposto pelo CDS-PP e uma das alíneas do documento do PSD.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Não são só os lagartos. Os jacarés também são capazes de regenerar a sua cauda

Os jovens jacarés americanos (Alligator mississippiensis) têm a capacidade de regenerar as suas caudas até 18% do comprimento total do seu corpo, concluiu uma nova investigação da Universidade Estadual do Arizona, nos Estados Unidos. "O que …

"Morri no Paralelo79N". Diário revela as últimas horas de um explorador que morreu sozinho na Gronelândia

Os investigadores analisaram a última entrada do diário de explorador polar do século XX, Jørgen Brønlund, incluindo uma curiosa mancha negra, escrita antes de morrer sozinho no nordeste da Gronelândia, descobrindo o que lhe aconteceu …

Cybershoes. O problema de andar em Realidade Virtual pode já ter uma solução

Um dos problemas com os jogos de Realidade Virtual é que, normalmente, as experiências são definidas numa escala maior do que uma sala de estar. Assim, o jogador acaba por ter de ficar numa parte …

"Um tsunami de dívidas". O mundo deve a si mesmo 277 mil milhões de dólares

Prevê-se que até ao final deste ano, a dívida da economia mundial atinja os 277 mil milhões de dólares. A pandemia de covid-19 é um dos fatores responsáveis. A pandemia de covid-19 não só está a …

Empresas podem negar trabalho a quem não se quiser vacinar

"É obviamente possível" que as empresas evitem contratar um trabalhador se não quiserem ser vacinadas contra a covid-19. A presidente do Comité Económico e Social Europeu (CESE), Christa Schweng, admitiu a possibilidade de uma empresa se …

"A Suitable Boy". Um beijo numa série da Netflix provocou um escândalo (social e político) na Índia

A Netflix está a enfrentar uma reação negativa na Índia por causa de uma cena de um beijo entre duas personagens na série A Suitable Boy ("Um bom partido"). O partido no poder já pediu …

Irmãos transformaram 7 linhas de código num império de 36 mil milhões de dólares

Patrick e John Collison são dois jovens empreendedores irlandeses que fundaram a Stripe, uma empresa que criou uma solução alternativa para os pagamentos online, avaliada em 36 mil milhões de dólares. Em vez de construirem soluções …

ECDC. Portugal terá "níveis muito baixos" de novos casos se mantiver restrições

Se Portugal mantiver as restrições adotadas atualmente, irá registar em dezembro “níveis muito baixos” de novos casos de covid-19. O Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), criado com a missão de ajudar os …

Com apenas 14 anos, Xiaoyu é o adolescente mais alto do mundo. Mede 2,21 metros

Ren Keyu nasceu na China a 18 de outubro de 2006, e no dia em que comemorou o seu 14º aniversário recebeu também o título do Guinness World Records do adolescente mais alto do mundo, …

Jerónimo "não está a prazo" no PCP (e vai continuar a negociar com o PS)

O PCP continua disponível para negociar com o PS, mas não a troco de nada. Quanto ao quinto mandato consecutivo enquanto secretário-geral do partido, Jerónimo avisou, este domingo, que não está "a prazo". No discurso de …