Reposição das 35 horas na Função Pública aprovada na especialidade

@govpt / Twitter

António Costa no Parlamento com Catarina Martins e Pedro Filipe Soares, do Bloco de Esquerda, num intervalo do debate da proposta de Orçamento retificativo

António Costa no Parlamento com Catarina Martins e Pedro Filipe Soares, do Bloco de Esquerda, num intervalo do debate da proposta de Orçamento retificativo

A proposta legislativa para repor as 35 horas de trabalho semanal na administração pública no dia 1 de julho foi aprovada esta quarta-feira na especialidade, com os votos favoráveis do PS, PCP e Bloco de Esquerda.

O CDS e o PSD votaram contra a proposta socialista, que foi hoje discutida e votada na especialidade na comissão parlamentar de Trabalho e Segurança Social.

O texto do projeto de lei para reposição das 35 horas foi substituído pelo PS, na segunda-feira, por uma nova versão que prevê a negociação com os sindicatos da função pública das situações de exceção que vão manter por mais algum tempo as 40 horas de trabalho para alguns funcionários, de modo a “assegurar a continuidade e qualidade dos serviços prestados”.

A versão que foi hoje votada na especialidade não define uma data limite para o horário semanal de 40 horas vigorar em alguns serviços, o que, na anterior proposta, estava limitado a 31 de dezembro.

Apesar destas alterações, a nova versão do projeto de lei n.º97/XIII/1ª mantém o essencial da anterior redação, que já previa uma norma transitória para permitir a reposição do horário semanal de 35 horas ao longo do segundo semestre deste ano nos serviços em que se verifique a necessidade de proceder à contratação de pessoal.

O horário de trabalho na Função Pública aumentou de 35 horas para 40 horas semanais em setembro de 2013, sem o correspondente aumento de salário, o que tem suscitado a contestação dos trabalhadores e dos seus sindicatos, que continuam a condenar a possibilidade de as 40 horas continuarem a ser praticadas nalguns setores, nomeadamente na saúde.

A reposição do horário das 35 horas corresponde a uma das promessas do atual Governo, sendo que o ministro das Finanças tem reiterado que a medida não pode implicar aumento de custos para o Estado.

Segundo os sindicatos representativos dos trabalhadores da função pública, o aumento do horário de trabalho representou uma quebra de 14% no valor dos salários.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Novo método permite que painéis solares produzam mil vezes mais energia

Um novo método permite que os painéis solares produzam mais energia do que é habitual. A técnica passa pelo uso de cristais ferroelétricos, em vez de silício. Os investigadores da Martin Luther University Halle-Wittenberg (MLU) descobriram …

"Solo ciborgue" revela a metrópole microbiana secreta debaixo dos nossos pés

Uma equipa de investigadores criou um "solo ciborgue" para poder estudar como é que é a vida dos micoorganismos no solo debaixo dos nossos pés. Cave uma colher de chá do solo mais próximo e o …

Graças a Eunice Foote, cientistas já compreendiam as alterações climáticas em 1856

Há quase dois séculos, os cientistas já sabiam o que causava as alterações climáticas graças ao trabalho da cientista norte-americana Eunice Foote. Muito antes da atual divisão política sobre as alterações climática, e mesmo antes da …

Em Sydney, as cacatuas aprenderam a assaltar caixotes do lixo. A técnica já é popular

A técnica é simples: agarrar a tampa do caixote do lixo com o bico, abri-la, e em seguida arrastar as patas de modo a colocar a tampa para trás. Em Sidney, este é o método …

Bolsonaro já ameaçou um golpe militar. Brasileiros temem agora que esteja a planear um

Há mais de duas décadas, Jair Bolsonaro ameaçou que faria um gole militar se fosse Presidente. Agora, os brasileiros temem que ele cumpra com a sua "promessa". Numa entrevista televisiva de 1999, o então deputado Jair …

Descoberta de naufrágios da Segunda Guerra pode estimular turismo subaquático em Itália

Quem visitar o sul de Itália no futuro poderá vir a contar com uma nova atividade. A recente descoberta de quarenta naufrágios na costa da ilha de Lampedusa poderá dar origem a uma nova oportunidade …

Costa diz que recuperação económica tem de ser feita "com os olhos postos no futuro"

O primeiro-ministro salientou, este domingo, que a recuperação económica do país "tem de ser feita com os olhos postos no futuro", considerando essencial assegurar condições às novas gerações para se autonomizarem. "A recuperação económica tem de …

Centenas de vendedores de rua na Índia são milionários em segredo

O Fisco indiano descobriu que centenas de vendedores de rua são milionários em segredo. Estes comerciantes foram apanhados a fugir aos impostos. Quando pensamos em milionários, provavelmente imaginamos uma pessoa com uma grande mansão, carros desportivos …

Portugal com mais oito mortes e 2625 novos casos de covid-19

Portugal registou, este domingo, mais oito mortes e 2625 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 2625 novos …

"Cabrita transformou-se numa espécie de ministro sempre em pé", diz líder do CDS

O líder do CDS-PP disse, este sábado, que o país já não confia no ministro da Administração Interna, a quem apelidou de "ministro sempre em pé", adiantando que já se fazem apostas sobre quando será …