“Vamos parar de brincar às escondidas”. UE quer ver plano de Boris para o Brexit na íntegra

Patrick Seeger / EPA

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, pediu esta quinta-feira ao Governo britânico para publicar na íntegra o seu plano para o Brexit.

O apelo foi feito depois de o primeiro-ministro, Boris Johnson, ter sido acusado pelo seu homólogo irlandês, Leo Varadkar, de enganar o Parlamento sobre o impacto do plano na fronteira irlandesa.

Após uma conversa telefónica entre Juncker e Varadkar, ambos concordaram que o Reino Unido deveria abrir ao escrutínio público o texto apresentado na véspera. Até ao momento, o Executivo britânico divulgou apenas um documento explicativo de sete páginas sobre as suas propostas, insistindo que o texto completo, de 44 páginas, enviado à Comissão Europeia se mantenha confidencial.

“Queremos transparência e abertura agora. Vamos parar de brincar às escondidas”, disse uma fonte diplomática da União Europeia, citada pelo jornal britânico The Guardian. Outra fonte, do lado britânico, desvalorizou o pedido, afirmando ser “perfeitamente normal que textos legais propostos permaneçam confidenciais durante negociações detalhadas”.

Boris Johnson insistira que uma fronteira aduaneira na ilha da Irlanda não exigiria novas infraestruturas para verificações e controlos. Essa garantia entra “em contradição com os documentos apresentados pelo Governo”, anotou Varadkar. “Não percebo como podemos ter a Irlanda do Norte [província britânica] e a República da Irlanda [Estado-membro da UE] em uniões aduaneiras separadas e, de alguma forma, evitar a existências de tarifas, verificações e postos aduaneiros entre o norte e o sul”, acrescentou.

O Governo de Johnson propõe que todo o Reino Unido abandone o território aduaneiro da UE mas que a Irlanda do Norte permaneça no mercado comum da UE para bens se a assembleia norte-irlandesa concordar numa votação antes do fim do período de transição – e, em seguida, todos os quatro anos.

Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia em funções, já tinha reconhecido que a proposta apresentada pelo Governo britânico ainda tem “alguns pontos problemáticos”. Numa nota divulgada depois de uma conversa telefónica com Boris, Juncker “reconheceu avanços positivos, particularmente no que diz respeito ao completo alinhamento regulatório de todos os bens e do controlo dos bens provenientes da Grã-Bretanha que entrem na Irlanda do Norte”.

No entanto, o presidente da CE observou que “existem alguns pontos problemáticos que exigirão um trabalho suplementar nos próximos dias, principalmente no que diz respeito à governança do backstop“.

Bruxelas tem sublinhado, de acordo com o Expresso, que o acordo terá de estar finalizado antes da reunião do Conselho Europeu, agendada para os dias 17 e 18 de outubro. “Não se pode simplesmente chegar ao Conselho e dizer ‘aqui está o texto, é pegar ou largar’”, revelou uma fonte comunitária.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Os ingleses têm o seu direito e os portuguêses devem-se preocupar com Portugal que está uma grande merd…O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker já foi 1.º Ministro do Luxembourg e foi um indesejado dos Luxemburguêses e agora como Presidente da Comissão Europeia diz coisas do arco da vela, pois de certeza é do bom vinho e Wuisque que os europeus pagam por ano para ele 80.000€ que depois anda bebado e se fosse outro, mas um Zé era corrido da União Europeia…

RESPONDER

34 anos depois, dados da Voyager 2 revelam mais um segredo de Urano

Mais de 30 anos depois, os dados da Voyager 2, que sobrevoou o planeta em 1986, permitiram aos cientistas da NASA desvendar mais um segredo de Urano. Em janeiro de 1986, a Voyager 2 sobrevoou Urano. …

Está a nevar em Plutão

Em julho de 2015, a sonda New Horizons da NASA concluiu uma longa e árdua jornada pelo Sistema Solar, viajando a 36.000 mph durante nove anos e meio. Toda a missão focava-se em mapear a …

Cientistas dão um importante passo na criação de uma Internet quântica segura

Uma nova investigação da Universidade de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, revelou o elo que faltava para termos uma Internet quântica funcional e prática: uma forma de corrigir os …

Os pedregulhos de Bennu brilham como faróis para a Osiris-Rex da NASA

Este verão, a sonda OSIRIS-REx empreenderá a primeira tentativa da NASA de tocar a superfície de um asteroide, recolher uma amostra e recuar em segurança. Mas, desde que chegou ao asteroide Bennu há mais de …

Cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para futuros desastres

Especialistas ouvidos pelo portal One Zero acreditam que cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para populações que possam vir a enfrentar desastres naturais no futuro potenciados pelas alterações climáticas. À medida que os desastres naturais …

Descobertas três novas espécies de pterossauro em Marrocos

Cientistas encontraram três novas espécies de pterossauro, que viveram no deserto do Sahara, há 100 milhões de anos, em Marrocos. De acordo com o site EurekAlert!, estas três novas espécies de pterossauro faziam parte de um …

Texto português do século XVI mostra eficácia da quarentena

Um especialista australiano descobriu num texto português do século XVI uma prova de que a quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 …

Coronavírus. Mercados chineses continuam a vender morcegos

Nem com a pandemia de covid-19 a China abre mão dos seus velhos hábitos. Embora o novo coronavírus tenha tido origem num mercado de animais exóticos, em Wuhan, muitos destes sítios continuam a funcionar normalmente …

No Twitter, o discurso de ódio contra chineses cresceu 900%

A L1ght, uma empresa que mede a toxicidade das plataformas digitais, partilhou recentemente um relatório no qual revela que o discurso de ódio contra a China e contra os chineses teve um crescimento de 900%. Donald …

Há mais pessoas em quarentena do que vivas durante a 2ª Guerra Mundial

Um terço da população mundial - 2,6 mil milhões de pessoas - está em quarentena. São mais seres humanos em isolamento do que aqueles que estavam vivos para testemunhar a 2ª Guerra Mundial. Na terça-feira, o …