Papa Francisco leva 12 refugiados sírios para o Vaticano

Tânia Rego / Abr

-

O líder da Igreja Católica esteve este sábado de visita à ilha grega de Lesbos, porta de entrada dos milhares de refugiados que chegam à Europa. Já está confirmado que leva consigo para o Vaticano 12 refugiados sírios.

O Papa Francisco chegou este sábado à ilha grega de Lesbos, numa visita que considera ser “marcada pela tristeza”, escreve a BBC.

O líder da Igreja Católica visitou o campo de Moria, onde se encontram mais de três mil pessoas que enfrentam o risco de serem deportadas para a Turquia, dizendo aos migrantes que “não estão sozinhos”.

Durante o discurso aos milhares de refugiados que se juntaram para o ver, o Sumo Pontífice destacou o “grande sacrifício feito por estas famílias” e “a dor de deixar tudo para trás sem saber o que o futuro lhes reserva”.

“Não percam a esperança. O maior presente que podemos dar uns aos outros é amor”, afirmou.

Para o Papa Francisco, este é “o pior desastre humanitário desde a Segunda Guerra Mundial”, cita a emissora britânica.

O líder da Igreja Católica foi recebido esta manhã, no aeroporto de Mytilène, pelo primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, pelo patriarca ortodoxo Bartolomeu e pelo chefe da Igreja Grega, o arcebispo Jerónimo II.

Esta manhã, a estação pública grega ERT tinha adiantado que o Papa ia levar consigo, na viagem de regresso ao Vaticano, um grupo de refugiados.

Esta é uma informação que já foi confirmada por vários órgãos de comunicação. O avião do Papa já levantou voo da ilha grega e leva consigo 12 refugiados sírios que conheceu durante a visita.

Em setembro do ano passado, o Papa arranjou um espaço nos edifícios do Vaticano, destinado a hospedar famílias refugiadas.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Há uma campanha de intoxicação da opinião pública em Portugal e na Europa para que venham milhões de refugiados, como se isso fosse bom para a Europa. Não dizem que é uma forma de trazer insegurança para a Europa nem dizem o preço que isso vai custar a todos os europeus. Todos os refugiados são muçulmanos e entre eles há muitos radicais. São refugiados hoje, terroristas amanhã. Foi o que aconteceu em França, Bélgica e Reino Unido. As segundas gerações de imigrantes muçulmanos vindos nos anos sessenta tornaram-se terroristas. Só poucos governos, como da Hungria ou Polónia assumem publicamente que a vinda de refugiados é mau para a Europa e não os querem nos seus países. Contudo, a grande maioria dos europeus também não os quer. É altura de os políticos ouvirem o povo e não tomarem decisões estúpidas.

    • Quem não quer refugiados na Europa, não pode andar a ajudar a destruir as suas casas, como fez a França, o Reino Unido e outros países manhosos, que foram lá “largar bombas” e agora não querem saber das consequências (alguns até tem a lata de “vender” refugiados à Turquia contra todas as indicações da ONU), ou de fazer de conta que são santinhos (como Alemanha que é o maior exportador de armas ligeiras do mundo), etc, etc…
      .
      Se depois rebentarem bombas, só espero que seja no sitio certo (onde anda a escumalha parasita que é a suposta liderança europeia) e não atingindo inocentes como tem acontecido…
      .
      Dizer que a Polónia ou Hungria são exemplo para alguma coisa, é, no mínimo, um sinal de profunda ignorância…
      .
      O Vaticano é outra máfia (talvez a maior do mundo!) onde, se estourassem umas valentes bombas, não se perdia nada…
      Tendo em conta o perfil e discurso do próprio Papa, acho que até ele concordará!…

Responder a ELE Cancelar resposta

Jovem de 22 anos detido por suspeitas de burla de milhares de euros no MB Way

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um indivíduo, de 22 anos, suspeito de diversos crimes de burla informática, falsidade informática, acesso ilegítimo e branqueamento de capitais, estando em causa um montante de dezenas de milhares de …

Nagorno-Karabakh. Alta Comissária da ONU insta a um "cessar-fogo imediato"

A Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos manifestou, esta terça-feira, a sua preocupação face ao aumento das hostilidades entre o Azerbaijão e os separatistas arménios no enclave de Nagorno-Karabakh, instando as partes a …

Rio duvida que país consiga investir verba prevista para setor público

O presidente do PSD, Rui Rio, manifestou esta quarta-feira dúvidas de que o país consiga investir toda a verba prevista pelo Governo no plano de recuperação para a administração pública, prometendo que o documento social-democrata …

MP acusa três inspetores do SEF de homicídio de imigrante ucraniano

O Ministério Público acusou esta quarta-feira três inspetores do SEF do homicídio qualificado de um cidadão ucraniano, ocorrido a 12 de março no Centro de Instalação Temporária do Aeroporto de Lisboa. Segundo uma nota da Procuradoria …

UE prepara lei que obriga gigantes tecnológicas a partilhar dados

A União Europeia (UE) está a preparar-se para forçar as gigantes tecnológicas a partilharem os dados que têm dos consumidores com empresas rivais menores, de acordo com uma nova lei que a Comissão Europeia está …

Morreu o autor argentino Quino, criador de Mafalda

O autor argentino Quino, célebre por ter criado a contestatária personagem de banda desenhada Mafalda, morreu esta quarta-feira em Mendoza, na Argentina, aos 88 anos, revelou a agência Efe. De acordo com o jornal argentino Clarín, …

"Quem decide quem o PS apoia são os órgãos do partido", diz Pedro Nuno Santos

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, afirmou que "quem decide quem o PS apoia são os órgãos do partido", um dia após o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, ter …

Biden revelou impostos de 2019 antes do debate. Pagou mais 200 mil dólares do que Trump

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, divulgou na terça-feira a sua declaração de impostos de 2019, horas antes do seu primeiro debate televisivo contra o republicano Donald Trump, que se viu …

IGAI. Oito elementos do SEF com processos disciplinares pela morte de ucraniano

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) vai instaurar oito processos disciplinares a elementos do SEF na sequência do inquérito que apurou as circunstâncias da morte de um cidadão ucraniano no aeroporto de Lisboa. Além dos oito …

Disney vai despedir 28 mil trabalhadores nos EUA devido ao "impacto prolongado da covid-19"

A Disney anunciou que vai despedir cerca de 28 mil trabalhadores dos seus parques de diversão, cruzeiros e outros eventos nos Estados Unidos devido à crise financeira causada pela pandemia de covid-19. A covid-19 chegou e …