Pandemia leva procura de transportes públicos a mínimo histórico

Depois das restrições de combate ao novo coronavírus terem sido aplicadas em todo o território, houve uma forte redução na procura dos transportes públicos em 2020. Mesmo com o fim das medidas e o regresso às escolas, o tráfego não foi o suficiente para recuperar as perdas.

Neste sentido, o metro foi o meio de transporte mais penalizado pela pandemia, uma vez que registou uma quebra de 48%, para 140,179 milhões de viajantes, o que compara com os mais de 269,6 milhões de utentes de 2019.

Segundo o DN, o número do ano passado é o mais baixo desde 2004, quando se iniciou esta série do Instituto Nacional de Estatística (INE).

A Metro de Lisboa foi a empresa mais prejudicada, tendo perdido mais de metade dos passageiros (-50,5%) entre 2019 e 2020. Na cidade do Porto, a quebra foi de 45,5%, para 38,7 milhões. Já a Metro Transportes do Sul teve um recuo de utentes de 29,8%, para 10,9 milhões de utilizadores.

Por outro lado, o comboio também foi fortemente afetado. O transporte ferroviário teve uma redução de 38,4%, para 108 milhões de utentes.  Os serviços suburbanos, da CP e da Fertagus, foram os menos penalizados, com menos 37,3% de passageiros, para 99,2 milhões.

Nos comboios interurbanos – que correspondem a serviços regionais e de longo curso -, a diminuição de viajantes foi de 47,6%, para 8,8 milhões. Com as fronteiras fechadas durante três meses e a suspensão, desde março, dos comboios Lusitânia e Sud Expresso, o serviço internacional apenas foi utilizado por 34 200 utentes, menos 85,1% face a 2019.

Ao jornal, fonte da CP estima uma quebra de 40% no número de utentes a nível nacional, para 86,9 milhões, sendo que o maior impacto foi sentido nos serviços de longo curso (Alfa Pendular, Intercidades e serviço internacional) e nos comboios urbanos do Porto, com quebras de 60% e de 50%, respetivamente.

Por fim, nas ligações fluviais do Tejo, a redução de utentes foi de 45,2%, para 10,8 milhões. Além da pandemia, os barcos da Transtejo entre Cais do Sodré e o Seixal não circularam mais de um mês em outubro devido às obras no terminal do Seixal.

Os dados do INE não contabilizaram os utentes dos autocarros.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Astrónomos detetam, claramente e pela primeira vez, um disco a formar satélites em torno de exoplaneta

Com o auxílio do ALMA, do qual o ESO é um parceiro, os astrónomos detetaram pela primeira vez de forma clara a presença de um disco em torno de um planeta fora do nosso Sistema …

E se a Terra parasse subitamente de girar?

O nosso planeta demora 23 horas e 56 minutos a completar uma volta em torno do seu eixo, movendo-se a cerca de 1.770 quilómetros por hora. Aprendemos estes pormenores sobre o planeta azul na escola, …

Sporting 2 - 1 Braga | Leão entra em 2021/22 a rugir

O Sporting parece querer manter a senda de sucesso da época passada e entrou em 2021/22 com o pé direito. Os “leões” bateram o Sporting de Braga por 2-1, num jogo que valeu, sobretudo, pela primeira …

Ensinar crianças a dizer palavrões? Uma cientista acha que é boa ideia

A auto-intitulada "cientista dos palavrões" acredita que ensinar as crianças a usá-los de forma eficiente ajuda os mais novos a perceber como este palavreado afecta outras pessoas. Já se sabia que dizer palavrões é um sinal …

Fósseis misteriosos podem ser uma das provas mais antigas de vida animal na Terra

Elizabeth Turner, cientista numa universidade do Canadá, poderá ter encontrado a prova mais antiga de vida animal na Terra. Uma cientista encontrou possíveis sinais de vida animal multicelular em restos de recifes microbianos de há 890 …

E se o mundo entrasse em colapso? Cientistas descobrem qual o país onde há maior probabilidade de sobreviver

Caso a civilização entre em colapso - uma possível consequência das alterações climáticas - os cientistas já descobriram qual o lugar do mundo onde há maior probabilidade de sobreviver: é na Nova Zelândia. Numa pesquisa, dois …

"Dança quem está na roda", responde Marcelo sobre ausência de Bolsonaro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse este sábado que "dança quem está na roda" quando questionado pelos jornalistas sobre a ausência do homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, da cerimónia de reinauguração do Museu …

Todos os anos, esta cidade italiana entrega sal ao Papa em mãos

O Sal de Cervia, também conhecido como "sal do Papa", é-lhe entregue todos os anos em mãos. A tradição sofreu algumas interrupções até ter sido recuperada pelo Bispo Mario Marini, que serviu no Pontificado de …

A colisão secreta entre navios soviéticos e britânicos podia ter tido um desfecho drástico

Colisão aconteceu durante um dos períodos mais quentes da Guerra Fria e foi camuflado pela marinha britânica, que tratou de fazer regressar a sua embarcação à base de Devonport durante a noite para evitar dar …

Esta garrafa de tequila demorou seis anos para ser desenvolvida (e contém ouro)

A Clase Azul Spirits é uma empresa que comercializa tequila e está a preparar uma edição limitada para homenagear o legado artesanal do México - de onde a bebida é originária. A 2 de agosto, a …