/

Pandemia já fez mais de 157 mil mortos (dos quais 100 mil na Europa)

A pandemia causada pelo novo coronavírus já ultrapassou os 157 mil mortos e infetou quase 2,3 milhões de pessoas em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP, às 19:00 de hoje, baseado em dados oficiais.

De acordo com os números recolhidos pela agência noticiosa francesa, estavam contabilizados pelo menos 157.539 óbitos e 2.289.500 casos de infeção em 193 países e territórios desde o início da epidemia do SARS-CoV-2, detetada em dezembro, na China.

No entanto, a AFP realça que o número de casos diagnosticados reflete uma fração do número real de infeções, uma vez que muitos países testam apenas os casos que requerem cuidados hospitalares.

Destes casos, pelo menos 502.600 são agora considerados curados. Desde a contagem de sexta-feira registaram-se 7.613 mortes e 85.045 novos casos em todo o mundo.

Com 100.501 mortes (1.136.672 casos), a Europa é o continente mais afetado pela pandemia de covid-19.  Itália (23.227 mortes) e Espanha (20.043) são os países mais atingidos na Europa, seguindo-se a França (19.323) e o Reino Unido (15.464), refere o balanço da Agência France Presse (AFP) feito às 19:00 (hora de Lisboa).

Os países que registaram mais mortes novas nas últimas 24 horas são os EUA, com 3.084 novas mortes, o Reino Unido (888) e a França (642).

Os EUA, que registaram a sua primeira morte por covid-19 no final de fevereiro, são o país mais atingido, tanto em termos de número de mortes, com 37.659 óbitos em 716.883 casos. Por outro lado, pelo menos 59.984 pessoas foram declaradas curadas.

A China, onde a epidemia começou no final de dezembro, contabilizou oficialmente um total de 82 719 casos (352 novos casos), incluindo 4 632 mortes e 77 029 pessoas recuperadas.

A Ásia contabiliza até agora 6.882 mortos (160.468 casos), o Médio Oriente 5.465 mortos (121.378 casos), a América Latina e Caraíbas 4.384 mortos (92.445 casos), África 1.052 mortos (20.577 casos), e Oceânia 86 mortos (7.835 casos).

Esta avaliação baseou-se em dados recolhidos pelos serviços da AFP junto das autoridades nacionais competentes e em informações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Portugal, com 687 mortes registadas e 19.685 doentes, é o 16.º país do mundo com mais óbitos e também o 16.º em número de infetados.

Este sábado registaram-se no país mais 663 novos casos do que nas anteriores 24 horas, constituindo um acréscimo de 3,5%, depois de na sexta-feira se ter verificado um acréscimo percentual de apenas 0,96%, com um aumento de apenas 181 casos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.