Pandemia já fez mais de 157 mil mortos (dos quais 100 mil na Europa)

A pandemia causada pelo novo coronavírus já ultrapassou os 157 mil mortos e infetou quase 2,3 milhões de pessoas em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP, às 19:00 de hoje, baseado em dados oficiais.

De acordo com os números recolhidos pela agência noticiosa francesa, estavam contabilizados pelo menos 157.539 óbitos e 2.289.500 casos de infeção em 193 países e territórios desde o início da epidemia do SARS-CoV-2, detetada em dezembro, na China.

No entanto, a AFP realça que o número de casos diagnosticados reflete uma fração do número real de infeções, uma vez que muitos países testam apenas os casos que requerem cuidados hospitalares.

Destes casos, pelo menos 502.600 são agora considerados curados. Desde a contagem de sexta-feira registaram-se 7.613 mortes e 85.045 novos casos em todo o mundo.

Com 100.501 mortes (1.136.672 casos), a Europa é o continente mais afetado pela pandemia de covid-19.  Itália (23.227 mortes) e Espanha (20.043) são os países mais atingidos na Europa, seguindo-se a França (19.323) e o Reino Unido (15.464), refere o balanço da Agência France Presse (AFP) feito às 19:00 (hora de Lisboa).

Os países que registaram mais mortes novas nas últimas 24 horas são os EUA, com 3.084 novas mortes, o Reino Unido (888) e a França (642).

Os EUA, que registaram a sua primeira morte por covid-19 no final de fevereiro, são o país mais atingido, tanto em termos de número de mortes, com 37.659 óbitos em 716.883 casos. Por outro lado, pelo menos 59.984 pessoas foram declaradas curadas.

A China, onde a epidemia começou no final de dezembro, contabilizou oficialmente um total de 82 719 casos (352 novos casos), incluindo 4 632 mortes e 77 029 pessoas recuperadas.

A Ásia contabiliza até agora 6.882 mortos (160.468 casos), o Médio Oriente 5.465 mortos (121.378 casos), a América Latina e Caraíbas 4.384 mortos (92.445 casos), África 1.052 mortos (20.577 casos), e Oceânia 86 mortos (7.835 casos).

Esta avaliação baseou-se em dados recolhidos pelos serviços da AFP junto das autoridades nacionais competentes e em informações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Portugal, com 687 mortes registadas e 19.685 doentes, é o 16.º país do mundo com mais óbitos e também o 16.º em número de infetados.

Este sábado registaram-se no país mais 663 novos casos do que nas anteriores 24 horas, constituindo um acréscimo de 3,5%, depois de na sexta-feira se ter verificado um acréscimo percentual de apenas 0,96%, com um aumento de apenas 181 casos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Já foram assassinadas 30 mulheres este ano, metade por violência doméstica

O Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA) contabilizou 30 mulheres assassinadas entre 1 de janeiro e o dia 15 de novembro, 16 das quais em contexto de relações de intimidade, um valor abaixo das 21 registadas …

Netanyahu terá visitado Arábia Saudita (e reunido com Mike Pompeo e o príncipe herdeiro em segredo)

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, terá viajado no domingo em segredo à Arábia Saudita para se encontrar com o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman, divulgaram esta segunda-feira vários meios de comunicação de Israel. De acordo …

Arguidos no processo da queda da árvore na Madeira vão a julgamento

O Tribunal da Comarca da Madeira decidiu, esta segunda-feira, após a fase de instrução, levar a julgamento os dois arguidos no caso da queda da árvore no Funchal que, em agosto de 2017, provocou a …

Ausência de máscara na via pública dá multa a pelo menos 7 pessoas por dia

Entre 28 de outubro e 16 de novembro, a GNR e a PSP aplicaram 825 coimas por incumprimento relativo ao uso de máscara, sendo que mais de 130 foram por falta dela na via pública. De …

França cria "crime de ecocídio" para punir danos graves ao ambiente

A ministra da Transição Ecológica, Barbara Pompili, e o ministro da Justiça de França, Eric Dupont-Moretti, anunciaram a criação do "crime de ecocídio", que visa prevenir e punir os danos graves ao ambiente. Ao Journal du Dimanche, explicaram …

BCE reitera que retoma económica só em 2022 (e "enfraquecida")

Para Philip Lane, economista-chefe do Banco Central Europeu, a vacina traz uma perspetiva para o final do próximo ano e para 2022, mas não para os próximos seis meses. O economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE), …

Ventura notificado para apresentar defesa em processo por discriminação

A Comissão para a Igualdade e contra a Discriminação Racial (CICDR) notificou André Ventura para apresentar a sua defesa na sequência de alegadas declarações de carácter discriminatório em relação à etnia cigana no Facebook. A comissão …

UNICEF prepara maior operação da história para administrar dois mil milhões de vacinas

A UNICEF anunciou hoje que está a analisar a logística de transporte de cerca de dois mil milhões de vacinas contra a covid-19 para 92 países e que esta será a maior operação internacional da …

China deteta surtos em três cidades e impõe bloqueios e milhões de testes

As autoridades chinesas estão a testar milhões de pessoas, a impor bloqueios e a fechar escolas depois de vários casos do novo coronavírus transmitidos localmente terem sido diagnosticados nos últimos dias, em três cidades. À medida …

Joe Biden escolhe Antony Blinken para secretário de Estado

O Presidente-eleito escolheu Antony Blinken - um dos seus assessores mais antigos e mais próximos de Joe Biden - para o cargo de secretário de Estado, decisão que ainda terá de ser validada pelo Senado …