A palavra de Costa não pode valer menos que a Constituição

portugal.gov

Pedro Mota Soares

O dirigente e deputado do CDS-PP Pedro Mota Soares defendeu este domingo, a propósito dos impostos sobre os combustíveis, que a palavra do primeiro-ministro, António Costa, não pode valer menos do que a letra da Constituição.

Mota Soares assumiu esta posição em declarações à agência Lusa, depois de António Costa ter afirmado que a aprovação do projeto de lei do CDS-PP que elimina o adicional ao Imposto sobre os Combustíveis (ISP), não terá “nenhuma tradução prática” este ano, porque “a Constituição não permite ao parlamento aprovar reduções de receita”.

Rejeitando que haja um problema de constitucionalidade, o dirigente do CDS-PP considerou que “o primeiro-ministro fala muito da Constituição”, quando “deveria falar da sua palavra”, defendendo que “a palavra do primeiro-ministro tem de valer tanto quanto a letra da Constituição”.

O ex-ministro do Trabalho e da Segurança Social referiu que António Costa “prometeu aos portugueses que este imposto seria neutral, isto é, quando a gasolina começasse a subir o imposto iria começar a descer”.

Falhou a sua promessa, falhou o seu compromisso. O que o CDS quer fazer é obrigar o Governo a honrar a palavra que deu”, prosseguiu Mota Soares, sustentando que, “se o primeiro-ministro quer cumprir a palavra que deu, tem de apoiar a proposta do CDS de extinção, com efeitos imediatos, da sobretaxa sobre a gasolina e o gasóleo“.

O dirigente do CDS-PP rejeitou que essa eliminação constitua uma violação da Constituição, “pelo seguinte: face ao que o Orçamento do Estado prevê nos impostos sobre a gasolina e sobre o gasóleo, o Estado vai receber mais do que o que tinha previsto no início do ano”. Devido ao aumento do preço do barril de petróleo, “só em IVA, o Estado vai encaixar muito mais”, apontou.

O projeto de lei do CDS-PP que elimina o adicional ao ISP foi aprovado, na generalidade, na sessão plenária de quinta-feira, com votos a favor dos centristas, do PSD e do PAN, votos contra do PS e a abstenção de PCP, BE e PEV, e agora será debatido na especialidade na Comissão de Orçamento e Finanças.

“Por nós, é possível descer já este imposto sobre a gasolina e sobre o gasóleo. Se os outros partidos nos quiserem acompanhar, isto torna-se uma realidade para os portugueses”, disse Mota Soares. Em seguida, reiterou: “Para nós, a Constituição é muito importante, mas a palavra do primeiro-ministro não é menos importante”.

Mota Soares insistiu que “foi o primeiro-ministro que prometeu que este imposto seria neutral” e argumentou que “a neutralidade foi explicada pelo próprio Governo: sempre que a gasolina subisse quatro cêntimos, era possível descer um cêntimo em impostos”.

“Neste momento, o Governo não está a cumprir isso. Para nós, está assegurado o cumprimento da Constituição, não está assegurado o cumprimento da palavra do primeiro-ministro. E isso é muito relevante”, concluiu.

Na sexta-feira, o primeiro-ministro desvalorizou a aprovação do diploma do CDS-PP e afirmou que “essa folga nunca pode existir este ano porque a Constituição não permite ao parlamento aprovar reduções de receita”.

“Há um debate em curso na Assembleia e, como o Governo disse, só estamos disponíveis para discutir a tributação da energia no seu conjunto e no momento próprio – o debate orçamental”, acrescentou António Costa.

“Antes disso, é absolutamente prematuro, é uma coisa de iniciativa política, mas que não tem nenhuma tradução prática”, reforçou o chefe do Governo.

O Governo introduziu em 2016 o denominado adicional ao imposto sobre a gasolina e o gasóleo, quando os preços do petróleo, que, entretanto, foram aumentando, atingiram níveis historicamente baixos.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O Passos Coelho também tinha prometido qualquer coisa que não recordo e foi penalizado por não cumprir. A verdade é que o meio-indiano está a faltar mais vezes à palavra que o Passos. Deve ser genético.

RESPONDER

OE2021. Bloco prepara voto contra. PSD só salva proposta se Costa pedir desculpa

O Bloco de Esquerda prepara-se para votar contra o Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, avança este sábado o semanário Expresso. Governo e Bloco de Esquerda tem negociado nos últimos dias a proposta de …

Inscrição perdida contém a chave para o enigma dos esqueletos de Almaçã

Uma inscrição de pedra desaparecida esconde a chave para o mistério dos esqueletos de Almaçã, enterrados debaixo de uma muralha medieval. Em Almaçã, Espanha, onze corpos foram enterrados debaixo de uma enorme muralha de uma vila …

Espanha prepara-se para decretar estado de alerta

O Governo espanhol prepara-se para decretar estado de alerta em todo o território, depois de ter colocado a região de Madrid neste nível de alerta. A notícia é avançada este sábado pelo jornal espanhol El País, …

Jerónimo de Sousa deve ser reconduzido na liderança do PCP

O atual secretário-geral do PCP deve ser reconduzido no cargo no congresso que está agendado para o final de novembro, avança este sábado o jornal Público. De acordo com o matutino, as atuais regras sanitárias …

Elixir oral (e outros produtos domésticos) poderá ajudar a neutralizar o SARS-CoV–2

Alguns produtos domésticos, como é o caso do elixir oral e produtos para a descongestionar as vias nasais, mostraram-se eficazes em neutralizar um tipo coronavírus num estudo científico levado a cabo com células humanas. A …

Presidente da Polónia com teste positivo de covid-19

O Presidente da Polónia, Andrzej Duda, testou positivo para o novo coronavírus, anunciou este sábado o porta-voz do chefe de Estado. "Como se esperava, o Presidente @AndrzejDuda foi ontem [sexta-feira] submetido a um teste para detetar …

"Com o futebol acabei com a Guerra do Iraque". Jorvan Vieira, o treinador português que é Deus no mundo árabe

Jorvan Vieira é um nome que pouco deve dizer à maioria dos adeptos de futebol. Filho de portugueses emigrados no Brasil, fez grande parte da sua carreira no Médio Oriente, onde é acarinhado por milhões. …

Capacidade de cuidados intensivos na Europa vai chegar ao limite, alerta OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou esta sexta-feira que muitas unidades de cuidados intensivos na Europa vão chegar ao limite da sua capacidade nas próximas semanas. "Há uma situação muito preocupante a acontecer na Europa. …

Geólogos "ressuscitam" placa tectónica desaparecida

A existência da placa tectónica Ressurreição nunca foi consensual: alguns geólogos argumentam que nunca foi real e outros alegam que a placa sofreu um processo de subducção no manto da Terra, em algum lugar da …

Não se esqueça: muda a hora este domingo

Os relógios vão atrasar 60 minutos na madrugada do próximo domingo em Portugal para dar início ao horário de inverno. Em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira, os relógios deverão ser atrasados uma hora …