A meta é “atingir a velocidade de cruzeiro”. Países europeus aceleram vacinação contra a covid-19

Christian Bruna / EPA

Os casos de infeção estão a disparar por toda a Europa. Apesar das críticas, os países do Velho Continente estão a tentar agilizar o processo de vacinação.

A campanha de vacinação contra a covid-19 arrancou há pouco mais de uma semana, depois de a Agência Europeia do Medicamento ter dado “luz verde” à vacina desenvolvida pela Pfizer em conjunto com a BioNTech. Na quarta-feira, o regulador europeu aprovou também a vacina da Moderna.

A União Europeia  tem sido alvo de críticas pela lentidão no lançamento das vacinas. Apesar disso, vários países europeus estão a acelerar os planos de vacinação.

De acordo com o ECO, é o caso da vizinha Espanha, que quer agilizar a campanha de vacinação ao integrar militares no processo de vacinação. A possibilidade foi deixada em aberto pela ministra da Defesa espanhola, Margarita Robles.

Esta segunda-feira, Madrid anunciou que vai vacinar 7 dias por semana, incluindo feriados. Segundo o El País, Catalunha duplicou o número de doses administradas, tendo inoculado 20.843 pessoas, mais de metade na quarta-feira.

Depois da aprovação da vacina da Moderna, o ministro da Saúde espanhol, Salvador Illa, anunciou que Espanha vai receber 600.000 doses, no espaço de seis semanas. “Vamos atingir a velocidade de cruzeiro“, disse.

Da mesma forma, França vai acelerar e simplificar a vacinação. “Passámos ontem [segunda-feira] as 2.000 vacinações, daqui até quinta-feira vamos aumentar bastante e vamos entrar numa curva exponencial. Vamos amplificar, acelerar e simplificar a nossa estratégia de vacinação”, referiu Olivier Véran, ministro da Saúde francês.

Só esta quarta-feira, o país já vacinou mais de 5.000 pessoas.

O Reino Unido também pretende agilizar o plano de vacinação, sendo que a meta é vacinar cerca de 14 milhões de pessoas até meados de fevereiro. “É uma meta ambiciosa, uma meta muito ambiciosa. Mas estou confiante de que, com o plano posto em prática pelo NHS, chegaremos lá”, afirmou Nadhim Zahawi, secretário de Estado responsável pelo programa de vacinação, à Sky News.

Na Alemanha, a vacina chegou a pouco mais 80 mil pessoas, um número muito abaixo do número de vacinas recebidas. O ministro da Saúde, Jens Spahn, pediu paciência à população e disse que a escassez de doses no início da campanha era esperada e decorre de percalços na produção e não de compras insuficientes.

Por sua vez, Angela Merkel garantiu que, no segundo trimestre, haverá “significativamente mais doses da vacina”.

Segundo a Euronews, a Bélgica criou uma nova equipa de peritos para acelerar o processo de vacinação: nesta primeira fase, o país espera vacinar entre 150.000 e 200.000 profissionais e residentes em lares.

Ainda não há data para o início da próxima fase, que envolverá hospitais e profissionais de saúde, mas estima-se que a campanha de vacinação termine ainda este ano.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os novos robôs da Samsung fazem pequenas tarefas domésticas (e ainda lhe servem um copo de vinho)

O Samsung Galaxy S21 não é a única surpresa que a empresa tem preparada para 2021. A Samsung apresentou algumas propostas de robôs domésticos, na primeira grande feira de tecnologia do ano. A Samsung levantou um …

Cientistas desenvolveram mini-cérebros (quase) humanos

Cientistas norte-americanos enviaram para a Estação Espacial Internacional (EEI) aglomerados de células nervosas, chamadas de mini-cérebros, que estão, agora, a desenvolver-se de formas que os investigadores não imaginavam ser possível. Os organóides foram criados a partir …

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está …

"Bola de fogo" cruzou o céu sobre o Mediterrâneo a 105 mil quilómetros por hora

Uma "bola de fogo" atravessou o mar Mediterrâneo e o norte de Marrocos na noite de quarta-feira, a 105.000 quilómetros por hora. A bola de fogo foi observada por um projeto científico espanhol a uma velocidade …

Duterte rejeita que a filha o vá suceder na liderança das Filipinas. "Isto não é para mulheres"

O líder das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou, na quarta-feira, a hipótese de a filha o vir a suceder no próximo ano, acrescentando que a presidência não é tarefa para uma mulher por causa das …

"Uma memória a flutuar no oceano." Encontrada, dois anos depois, uma mensagem numa garrafa

Uma mensagem no interior de uma garrafa sobreviveu a uma viagem de dois anos pelo oceano. Recentemente, chegou às mãos de um ativista ecológico, enquanto limpava uma praia da Papua Nova Guiné. Em novembro do ano …

As células imortais de Henrietta Lacks revolucionaram a Ciência

O ano de 1951 foi muito importante no campo da biotecnologia e, surpreendentemente, tudo começou com a chegada de Henrietta Lacks a um hospital norte-americano. Descendente de escravos, Loretta Pleasant nasceu a 1 de agosto de …

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …

Em 1950, a vacinação em massa salvou a Escócia

Em 1950, Glasgow, na Escócia, viu-se a braços com um surto de varíola e o cenário era muito semelhante ao que vivemos hoje: as autoridades sanitárias tentavam rastrear todos os contactos de pessoas portadoras do vírus, …

Japonês aluga-se a si próprio "para não fazer nada". E tem milhares de clientes

Um homem japonês que ganha a vida a alugar-se a si próprio “para não fazer nada” atraiu milhares de clientes. O negócio começou em 2018. Por 10.000 ienes (cerca de 79 euros) - mais despesas com …