Pais vão poder alternar entre lay-off e apoio à família

Os trabalhadores à distância elegíveis para requerer o apoio excecional às famílias poderão fazê-lo mesmo que se encontrem abrangidos por apoios como o lay-off simplificado. Porém, não poderão acumular ambos os subsídios em simultâneo.

Segundo uma fonte oficial do Ministério do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, ouvida pela semanário Expresso, “não existe impedimento para um progenitor que esteja abrangido por medidas como o lay-off simplificado ou Apoio Extraordinário à Retoma Progressiva de aceder ao Apoio Excecional à Família”.

No entanto, o trabalhador não pode receber “em simultâneo os dois apoios”. “Um progenitor que, por exemplo, esteja em lay-off simplificado com redução do período normal de trabalho (PNT) pode alternar semanalmente com o outro progenitor o exercício do apoio à família”, explicou fonte do ministério tutelado por Ana Mendes Godinho.

Para isso, explica o semanário, o trabalhador que se encontre abrangido por lay-off ou apoio à retoma terá de comunicar ao empregador que pretende assegurar o cuidado aos filhos de forma alternada ou a título permanente, enquanto vigorar a suspensão de atividades letivas presenciais.

Depois, o empregador terá de gerir a situação com a Segurança Social, informando a entidade da suspensão do apoio para aquele trabalhador, que passa a estar abrangido pelo Apoio Excecional à Família.

Se, por exemplo, o trabalhador requerer a compensação pelo acompanhamento a filhos em regime de alternância semanal com o outro progenitor, o empregador terá de notificar a Segurança Social semana sim semana não, incluindo-o e excluíndo-o de um e de outro apoio, alternando entre o lay-off ou o apoio à retoma e o apoio à família.

Segundo o advogado Pedro da Quitéria Faria, sócio da Antas da Cunha Ecija e especialista em Direito Laboral, este procedimento é “possível tecnicamente”, mas “muito difícil operacionalização e até arriscado”.

“Tenho sérias dúvidas de que o sistema da Segurança Social consiga responder a isto em tempo útil para garantir o pagamento dos apoios no devido tempo, sobretudo se tivermos em conta que será preciso operacionalizar isto semanalmente e que os trabalhadores só têm de comunicar à empresa a mudança com três dias de antecedência”, disse o advogado, em declarações ao Expresso.

Os profissionais em teletrabalho já podem requerer o apoio e assegurar o cuidado a dependentes que frequentem até ao primeiro ciclo do ensino básico, enquanto durar a suspensão de atividades letivas decretada pelo Governo.

 

O apoio abrange teletrabalhadores e famílias monoparentais, com dependentes até aos 10 anos de idade ou a frequentar o primeiro ciclo do ensino básico, ou trabalhadores com dependentes a cargo com incapacidade reconhecida de pelo menos 60%. O apoio passou a ser majorado até 100% da remuneração-base no caso das famílias monoparentais ou quando ambos os progenitores decidam requerê-lo em regime de alternância semanal.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro. No entanto, isto não quer dizer que o nosso planeta esteja a ficar inclinado. Mais de 5.000 quilómetros abaixo de …

Incêndios devastam sul da Europa e obrigam a retirar moradores e turistas

Dezenas de aldeias e hotéis foram este domingo evacuados nas zonas turísticas do sul da Turquia devido a incêndios que começaram há cinco dias e já mataram oito pessoas no país, devastando também regiões da …

Há uma empresa a transformar as cinzas de entes queridos em diamantes

Uma empresa norte-americana transforma cinzas de entes queridos — e animais de estimação — em diamantes, que podem ser colocados em anéis ou colares. Lidar com a morte de um ente querido é sempre uma altura …

Pianista de aeroporto ganhou 60 mil dólares em gorjetas

Tonee "Valentine" Carter, que toca piano num aeroporto norte-americano, ganhou 60 mil dólares (cerca de 50.800 mil euros) depois de um estranho partilhar um vídeo seu a tocar. Tonee "Valentine" Carter, de 66 anos, não é …

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …

Birmânia. Líder da junta volta a prometer eleições até 2023, seis meses depois do golpe militar

O líder da junta militar birmanesa, no poder desde o golpe de 1 de fevereiro, comprometeu-se novamente a realizar eleições "até agosto de 2023". “Estamos a trabalhar para estabelecer um sistema multipartidário democrático”, disse, este domingo, …

Tóquio2020. Patrícia Mamona conquista medalha de prata no triplo salto (e melhora recorde nacional)

Patrícia Mamona conquistou este domingo a medalha de prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao conseguir 15,01 metros, novo recorde nacional, arrebatando a segunda medalha por atletas portugueses depois do bronze do judoca …