Pais e professores arrasam solução do IAVE para exame de Matemática

Pais e professores consideram que, tendo em conta a polémica dos critérios de avaliação do exame de Matemática A, os alunos deveriam poder repetir a prova na 2.ª fase.

Face às orientações do Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), responsável pela elaboração e correção dos exames nacionais, dadas aos professores -corrigirem os exames de Matemática A de forma diferente do que estava prevista nos critérios – pais e professores já estão a pedir que todos os alunos possam repetir o exame na 2.ª fase.

Caso disso é o diretor da Escola Secundária de Camões, em Lisboa, João Jaime, que lançou ontem um apelo no Facebook da escola, “em nome da equidade”, a propósito deste exame que foi realizado por 320 dos seus alunos, avança o Público.

Também os dois presidentes das confederações de pais não têm dúvidas de que o IAVE “prejudicou os alunos que cumpriram as regras” para a realização do exame, que para muitos é decisivo no acesso ao Ensino Superior.

“É óbvio que há alunos que vão sair prejudicados e que o IAVE criou com esta decisão um sentimento de injustiça”, afirma Jorge Ascenção, presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais (Confap), citado pelo mesmo jornal.

Por sua vez, Rui Martins, presidente da Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação (CNIPE), “lamenta o que está a acontecer e o que foi sugerido pelo IAVE porque vai lesar muitos alunos”, frisando que “não faz sentido que as alterações sejam decididas a posteriori”.

Na sequência destas críticas, o IAVE esclareceu que “não existe nenhuma alteração aos critérios” porque “não estão definidos quaisquer procedimentos ou instruções que se apliquem à situação descrita”.

A alteração acontece porque, esclarece o instituto, alguns alunos não seguiram o que se pedia na prova e, em vez de responderem a um só item, responderam aos dois, apesar destes serem apresentados em alternativa.

Confrontado com esta justificação, o presidente da Sociedade Portuguesa de Matemática, Jorge Buescu, questiona se também vai ser assim na 2.ª fase: “Vão todos responder às duas perguntas?”, lamentando ainda a “ligeireza” com que o exame foi concebido.

“Bastava que o IAVE tivesse feito um teste intermédio com a mesma estrutura do exame [o que foi rejeitado], em meados do ano letivo passado, para que tudo isto tivesse sido evitado”, cita o Público.

A presidente da Associação de Professores de Matemática (APM), Lurdes Figueiral, considera que se as alterações forem “em benefício dos alunos” deve ser esse o critério a prevalecer, no entanto, nota que os critérios “deveriam estar definidos” com antecedência. E também defende que a “divulgação de uma prova-modelo teria sido importante para atenuar efeitos indesejáveis das várias alterações que ocorreram nesta prova”.

Na terça-feira, a Sociedade Portuguesa de Matemática arrasou a prova, considerando que o exame foi “inadequado” e colocava em causa a igualdade de acesso ao Ensino Superior.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Itália mantém recolher obrigatório no Natal e Ano Novo

O ministro dos Assuntos Regionais italiano anunciou esta segunda-feira que o recolher obrigatório se vai manter durante o Natal e Ano Novo, no mesmo dia em que o Governo aprovou um novo plano de apoio …

Papa Francisco defende distanciamento social e é criticado por radicais de direita

Num artigo no New York Times sobre o Dia de Ação de Graças, o Papa Francisco defendeu as restrições levantadas para combater a pandemia covid-19, acabando por ser criticado por alguns radicais de direita, que …

Dez empresas e três pessoas acusadas no caso do vulcão na Nova Zelândia que fez 22 mortes

Dez empresas e três pessoas foram acusados de não cumprirem obrigações de segurança quando um vulcão na Nova Zelândia entrou em erupção em 2019, matando 22 pessoas, anunciou hoje a agência responsável pelas normas de …

Taxa de desemprego desce em setembro para os 7,9%

A taxa de desemprego recuou em setembro para 7,9%, menos 0,2 pontos do que em agosto e mais 1,4 pontos que no mesmo mês de 2019, segundo dados esta segunda-feira anunciados pelo Instituto Nacional de …

Multinacionais com mais respeito pelos direitos humanos e ambiente? Suíços dizem não

A Suíça rejeitou este domingo, em referendo, uma iniciativa que queria impor obrigações legais mais rígidas às empresas, no que se refere ao respeito pelos direitos humanos e padrões ambientais, segundo projeções adiantadas por instituto …

Brasil. Forças alternativas a Bolsonaro e Lula conquistam metade das capitais estaduais

Na segunda volta das municipais brasileiras, disputadas em 57 dos 5565 municípios do país e envolvendo mais de 38 milhões de eleitores, os políticos apoiados pelo Presidente Jair Bolsonaro e os candidatos do Partido dos …

Surto de gripe aviária no Reino Unido origina o abate de 10 mil perus

Mais de 10 mil perus vão ser abatidos no Reino Unido, devido a um surto de gripe aviária detetado numa quinta na cidade de Yorshire, no norte do país, anunciou este domingo o Governo britânico. Segundo …

Portugal com mais 78 mortos e 3.262 novos casos

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais 78 mortos relacionados com a covid-19 e 3.262 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal já registou 4.505 …

Ministra da Saúde timorense ordena apagar referências a uso de preservativos em cartazes

A ministra da Saúde timorense ordenou retirar a recomendação de uso de preservativo em cartazes distribuídos pelo país para marcar o Dia Mundial de Luta contra a SIDA, por oposição “moral” ao que considera ser …

Messi marcou na goleada do Barça e homenageou Maradona

O Barcelona regressou neste domingo às vitórias na Liga espanhola de futebol e subiu ao sétimo lugar da prova, ao golear por 4-0 na recepção ao Osasuna, em jogo da 11.ª jornada, marcado por homenagens …