Matemática: IAVE diz a professores para corrigir exame de forma diferente da prevista

Marcos Santos / USP Imagens

O Instituto de Avaliação Educativa, responsável pela elaboração e correção dos exames nacionais, deu indicações aos professores para corrigirem as provas de Matemática A de forma diferente do que estava prevista nos critérios. 

Segundo o jornal Público, que avança notícia, o IAVE terá decidido alterar os critérios de correção a 3 perguntas do exame , de forma a que sejam validadas respostas que contrariam o que estava expressamente indicado na prova.

Os professores que estão a corrigir os exames de Matemática A receberam nesta quinta-feira um “esclarecimento” do IAVE relativamente à classificação de 3 itens, todos eles de escolha múltipla. Nestas questões, eram feitas perguntas em alternativa: uma era dirigida aos alunos que estudaram pelo programa que esteve em vigor até 2015 e a outra era direcionada para os estudantes que já seguiram o novo programa.

Os 3 itens de avaliação valem 24 pontos em 200 na cotação total da prova. As perguntas em causa – do bloco 1, 8 e 10 do exame – indicavam expressamente quais os exercícios que deviam ser respondidos pelos alunos do programa antigo ou pelo programa atualmente em vigor.

Por exemplo, no bloco 1, no 1º caderno, eram dadas indicações expressas para que o item 1.1. fosse respondido pelos alunos do programa antigo e o item 1.2 pelos alunos do programa novo. O mesmo acontecia nos outros blocos de questões.

Nos blocos era dada a informação sobre a que programa respeita cada item, com a seguinte formulação: “Os dois itens que se apresentam a seguir são itens em alternativa. Responda apenas a um dos dois itens. Na sua folha de respostas identifique claramente o item selecionado.”

No entanto, e de acordo com esclarecimento do IAVE a que o Público teve acesso, o instituto de avaliação dá instruções opostas ao que estava expresso na prova e também nas informações que publicou antes da realização do exame.

Na nota, o IAVE estipula agora que se o aluno, ao contrário do que era pedido no exame, tiver acabado por responder aos dois itens e uma das respostas estiver correta, “esta deve ser considerada” para efeitos de cotação.

Indica ainda que se o aluno não tiver identificado o item pelo qual opto – ou seja, se tiver apenas indicado 1 em vez de 1.1. ou 1.2 – a resposta do aluno deve ser também cotada.

Professores contactos pelo Público frisam que esta alteração dos critérios de correção, o coloca em “desvantagem os alunos que cumpriram as instruções e apenas responderam a uma das opções”, porque se tiverem errado na sua escolha única não lhes é atribuída cotação”

IAVE nega alterações

O presidente do IAVE, Helder de Sousa, confirmou, em declarações ao Diário de Notícias, o envio do esclarecimento relativo aos critérios de correção da prova. No entanto garantiu que não se trata de uma alteração destes critérios e sim “instruções de realização dos mesmos”.

“Nos critérios de correção nada é referido sobre a situação em apreço, logo a instrução dada não pode vir alterar algo que não existe”, defendeu, acrescentando que nesta sexta-feira “a questão vai merecer explicação mais desenvolvida e técnica”.

A alteração dos critérios de correção depois da prova ter sido realizada já motivou muitas reações negativas de pais em alunos. Já na terça-feira, a Sociedade Portuguesa de Matemática arrasou a prova de Matemática A, considerando que o exame foi “inadequado” e colocava em causa a igualdade de acesso ao Ensino Superior.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Isto é uma vergonha. Deviam-me deixar fazer novamente a prova para eu também poder apresentar as duas respostas e o IAVE escolher a melhor. Segui as instruções e agora sou prejudicado.

  2. Para estes inaceitáveis errros do IAVE, só vejo uma alternativa 1- fazerem as provas da 2a fase como deve ser 2-todos os alunos que a quiserem fazer terem a opção de concorrer ao ensino superior na 1pr fase com a melhor nota! Esta alternativa de correção vai dar muitos problemas e injustiças. Não é assim que se corrigem erros! Ou então cancelam o exame e fazem outro! E aqui os palhaços, pais e alunos andam na onda destes incompetentes, não basta os alunos nesta altura não saberem as notas do ano lectivo!!!

  3. A questão TEM de ser simplesmente considerada correta para todos, porque colocar uma resposta para ser respondida de maneiras diferentes conforme o ano em que estudou é absurdo. Nunca deveria ter sido incluída uma situação tão ambígua. E os alunos que reviram a matéria este ano, já de acordo com os novos critérios? Devem ter ficado confundidos, ter de saber em que ano aprenderam determinado tópico?

RESPONDER

O detetive a bordo do rover da NASA Perseverance

Marte está muito longe da famosa 221 Baker Street, mas um dos detetives mais conhecidos da ficção estará representado no Planeta Vermelho quando o rover Perseverance da NASA pousar no dia 18 de fevereiro de …

Nem o mar profundo se safa das alterações climáticas

Um novo estudo mostra que as alterações climáticas já estão a bater à porta do mar profundo, e os seus habitantes poderão em breve estar em perigo. De acordo com o site IFLScience, a equipa de …

Príncipe belga pede desculpa por violar confinamento em festa ilegal em Espanha

O príncipe Joachim da Bélgica disse “lamentar profundamente” não ter respeitado “todas as medidas” do confinamento durante uma viagem a Espanha, onde participou numa festa ilegal em Córdoba que está a ser investigada pela polícia. Depois …

Politólogo que previu que Trump seria Presidente vaticina a sua reeleição

O politólogo que previu que Donald Trump seria Presidente dos Estados Unidos vaticina agora a sua reeleição em novembro de 2020. Helmut Norpoth, professor de ciências políticas da Universidade Stony Brook, nos Estados Unidos, previu …

Índia regista mais de oito mil novos casos. Tem "uma longa batalha" pela frente

A Índia registou mais de oito mil novos casos de covid-19 num único dia, um novo recorde desde o início da pandemia no país, foi este domingo anunciado. O número de casos confirmados de covid-19 na …

Jovens bolivianos forçaram picada de viúva-negra. Queriam ser como o Homem-Aranha

Três irmãos bolivianos de 8, 10 e 12 anos acabaram hospitalizados depois de fazerem com que uma viúva negra os picasse para que ficassem com super-poderes como o Homem Aranha. "Pensando que a [picada] lhes …

Bloco exige retirada de norma "insultuosa" no apoio a recibos verdes

O Bloco de Esquerda (BE) exigiu este domingo ao Governo que retire do formulário de apoio para os trabalhadores independentes uma norma "insultuosa" que lhes exige o compromisso de retomarem a atividade no prazo de …

Espetada de porco 2.0. Novameat propõe carne impressa em 3D para o jantar

A Novameat, uma empresa espanhola de tecnologia alimentar, apresentou um novo produto: carne de porco à base de plantas impressa em 3D, a que batizaram de espetada de porco 2.0. A Novameat quer apoiar um sistema …

Uber acusada de exploração de trabalhadores em Itália

Um tribunal de Milão ordenou a nomeação de um administrador judicial para a Uber Itália durante um ano, após ter determinado que o serviço de entrega de refeições da empresa explorava os trabalhadores. De acordo com …

Pinto de Costa: "Se Rui Moreira tivesse avançado, não me candidatava"

Pinto da Costa revelou que não teria avançado para a recandidatura à presidência do FC Porto se o presidente da Câmara do Porto tivesse entrado na corrida. "Se o Rui Moreira se tivesse candidatado, embora …