Matemática: IAVE diz a professores para corrigir exame de forma diferente da prevista

Marcos Santos / USP Imagens

O Instituto de Avaliação Educativa, responsável pela elaboração e correção dos exames nacionais, deu indicações aos professores para corrigirem as provas de Matemática A de forma diferente do que estava prevista nos critérios. 

Segundo o jornal Público, que avança notícia, o IAVE terá decidido alterar os critérios de correção a 3 perguntas do exame , de forma a que sejam validadas respostas que contrariam o que estava expressamente indicado na prova.

Os professores que estão a corrigir os exames de Matemática A receberam nesta quinta-feira um “esclarecimento” do IAVE relativamente à classificação de 3 itens, todos eles de escolha múltipla. Nestas questões, eram feitas perguntas em alternativa: uma era dirigida aos alunos que estudaram pelo programa que esteve em vigor até 2015 e a outra era direcionada para os estudantes que já seguiram o novo programa.

Os 3 itens de avaliação valem 24 pontos em 200 na cotação total da prova. As perguntas em causa – do bloco 1, 8 e 10 do exame – indicavam expressamente quais os exercícios que deviam ser respondidos pelos alunos do programa antigo ou pelo programa atualmente em vigor.

Por exemplo, no bloco 1, no 1º caderno, eram dadas indicações expressas para que o item 1.1. fosse respondido pelos alunos do programa antigo e o item 1.2 pelos alunos do programa novo. O mesmo acontecia nos outros blocos de questões.

Nos blocos era dada a informação sobre a que programa respeita cada item, com a seguinte formulação: “Os dois itens que se apresentam a seguir são itens em alternativa. Responda apenas a um dos dois itens. Na sua folha de respostas identifique claramente o item selecionado.”

No entanto, e de acordo com esclarecimento do IAVE a que o Público teve acesso, o instituto de avaliação dá instruções opostas ao que estava expresso na prova e também nas informações que publicou antes da realização do exame.

Na nota, o IAVE estipula agora que se o aluno, ao contrário do que era pedido no exame, tiver acabado por responder aos dois itens e uma das respostas estiver correta, “esta deve ser considerada” para efeitos de cotação.

Indica ainda que se o aluno não tiver identificado o item pelo qual opto – ou seja, se tiver apenas indicado 1 em vez de 1.1. ou 1.2 – a resposta do aluno deve ser também cotada.

Professores contactos pelo Público frisam que esta alteração dos critérios de correção, o coloca em “desvantagem os alunos que cumpriram as instruções e apenas responderam a uma das opções”, porque se tiverem errado na sua escolha única não lhes é atribuída cotação”

IAVE nega alterações

O presidente do IAVE, Helder de Sousa, confirmou, em declarações ao Diário de Notícias, o envio do esclarecimento relativo aos critérios de correção da prova. No entanto garantiu que não se trata de uma alteração destes critérios e sim “instruções de realização dos mesmos”.

“Nos critérios de correção nada é referido sobre a situação em apreço, logo a instrução dada não pode vir alterar algo que não existe”, defendeu, acrescentando que nesta sexta-feira “a questão vai merecer explicação mais desenvolvida e técnica”.

A alteração dos critérios de correção depois da prova ter sido realizada já motivou muitas reações negativas de pais em alunos. Já na terça-feira, a Sociedade Portuguesa de Matemática arrasou a prova de Matemática A, considerando que o exame foi “inadequado” e colocava em causa a igualdade de acesso ao Ensino Superior.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Isto é uma vergonha. Deviam-me deixar fazer novamente a prova para eu também poder apresentar as duas respostas e o IAVE escolher a melhor. Segui as instruções e agora sou prejudicado.

  2. Para estes inaceitáveis errros do IAVE, só vejo uma alternativa 1- fazerem as provas da 2a fase como deve ser 2-todos os alunos que a quiserem fazer terem a opção de concorrer ao ensino superior na 1pr fase com a melhor nota! Esta alternativa de correção vai dar muitos problemas e injustiças. Não é assim que se corrigem erros! Ou então cancelam o exame e fazem outro! E aqui os palhaços, pais e alunos andam na onda destes incompetentes, não basta os alunos nesta altura não saberem as notas do ano lectivo!!!

  3. A questão TEM de ser simplesmente considerada correta para todos, porque colocar uma resposta para ser respondida de maneiras diferentes conforme o ano em que estudou é absurdo. Nunca deveria ter sido incluída uma situação tão ambígua. E os alunos que reviram a matéria este ano, já de acordo com os novos critérios? Devem ter ficado confundidos, ter de saber em que ano aprenderam determinado tópico?

RESPONDER

"Ponte" biodegradável pode curar lesões nervosas do sistema nervoso periférico

Investigadores da Universidade de Pittsburgh descobriram recentemente uma "ponte" biodegradável que poderá ajudar no tratamento de lesões nos nervos e a recuperar cerca de 80% da função nervosa. As lesões superficiais que ocorrem no sistema nervoso …

Os polegares dos neandertais adaptaram-se a ferramentas com pega

Os polegares dos neandertais adaptaram-se para segurar melhor ferramentas com pega, da mesma forma como utilizamos atualmente um martelo, revela uma nova investigação da Universidade de Kent, no Reino Unido. A mesma investigação sugere ainda …

Sporting 2-1 Moreirense | JackPote rende pontos ao “leão”

O “Leão” soma e segue na liderança do campeonato, depois de vencer o Moreirense por 2-1, graças a um bis Pedro Gonçalves. Neste sábado, na recepção ao Moreirense, num embate relativo à oitava jornada, sofreu, mas conseguiu …

Raro crustáceo parasita descoberto na boca de um tubarão em exibição num museu

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie extremamente rara de Cymothoidae na boca de um espécime de tubarão capturado no Mar da China Oriental e agora em exibição num museu. Os Cymothoidae são uma família de isópodes …

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …