Os dinamarqueses vão plantar um milhão de árvores sem sair do sofá

iberomassa.florestal / Facebook

No último sábado, a emissora dinamarquesa TV2 transmitiu um programa em direto para convidar os espectadores a doarem dinheiro para plantar árvores.

O objetivo, de acordo com o jornal britânico The Guardian o produtor Martin Sundstrøm, era angariar 20 milhões de coroas dinamarquesas – cerca de dois milhões e meio de euros. Uma parte seria entregue à Sociedade Dinamarquesa para a Conservação da Natureza para plantar as árvores e outra ajudaria o Fundo Mundial para a Natureza (WWF – World Wildlife Fund) a salvar as florestas tropicais.

O grande propósito era conseguir o financiamento para semear um milhão de árvores e o resultado não ficou muito longe: foi angariado o suficiente para plantar 914.233 árvores. As doações foram feitas a título individual ou empresarial, através do preenchimento de um formulário no site da campanha.

“Acho maravilhoso ver como a Dinamarca criou um foco no clima e a importância de árvores no nosso mundo”, disse Lotte Lindegaard, do canal TV2 ao Sustainability Times. “Claro que isto não pode ser uma ação isolada. Temos que trabalhar para preservar a floresta, mas isto é um passo na direção certa.”

O programa foi transmitido a partir da floresta Gisselfeld Klosters e coube ao primeiro-ministro Mette Frederiksen dar o pontapé de saída, ao plantar uma árvore. Os espetadores que fizeram uma doação apadrinharam automaticamente árvores da iniciativa “folk forests” – florestas que vão ser criadas em 600 hectares de terra junto de cidades dinamarquesas.

Deverão realizar-se mais encontros para plantar árvores por toda a Dinamarca. O primeiro vai ser no outono e espera-se que “na primavera de 2020 aconteçam outros — dependendo de quanto for angariado”.

Nicolai Hansson, editor da TV2, disse ter consciência de que a ação “não vai resolver a crise climática”, mas que poderá ajudar as pessoas a sentir “que isto é algo tangível, algo do qual podem fazer parte e desfrutar quando visitarem as florestas e virem as árvores a crescer”. O produtor do evento espera que esta ação incentive outros países a fazer o mesmo.

As árvores têm um papel fundamental no combate às alterações climáticas. Por outro lado, Sara Lom, CEO da associação inglesa The Tree Council, deixa o aviso: “Para plantar árvores suficientes para ajudar a mitigar as alterações climáticas é necessário que todos se envolvam — e rapidamente.”

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …

No regresso ao Superior, o Ministério recomenda aulas presenciais, com máscara e ao sábado

No regresso do Ensino Superior, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior recomenda que voltem as aulas em regime presencial com uso obrigatório de máscara e algumas das quais lecionadas ao sábado. Num comunicado …

"A profissionalização é fundamental". Este ano já morreram quatro bombeiros, todos voluntários

Nos incêndios deste ano já morreram quatro bombeiros. O último ano tão mortífero foi 2013, em que sete bombeiros perderam a vida. Em comparação, nos incêndios de 2019, não se registaram vítimas mortais entre esses profissionais. Como …