Operação burkini. Muçulmanas desafiam a lei e saltam para a piscina

Contrariando as regras impostas e apanhando de surpresa os responsáveis de uma piscina pública, um grupo de mulheres muçulmanas vestiram os seus burkinis e saltaram para a água.

Um grupo de mulheres muçulmanas lançou recentemente um protesto contra as regras das piscinas públicas, que proíbem o uso de burkinis. Por ser um “direito das mulheres muçulmanas”, este grupo de mulheres de Grenoble, em França, luta por ele e desobedece às regras numa ação a que deram o nome de “Operação Burkini“.

O protesto aconteceu na piscina de Jean Bron que, tal como muitas por todo o país, baniu o uso de burkini. Segundo a BBC, no domingo, o grupo de mulheres entrou na piscina com o burkini vestido, só com o rosto, os pés e as mãos a descoberto.

O nadador salvador da piscina pública avisou-as de que não era permitido, mas não resultou. As mulheres mergulharam na piscina e juntaram-se às outras pessoas que ali passavam a tarde, vestindo os seus fatos de banho, biquínis ou calções.

Tínhamos o sonho: divertirmo-nos numa piscina pública como qualquer outro cidadão, acompanhar os nossos filhos por toda a piscina, sobretudo porque Grenoble é muito quente no verão”, disseram à BBC Hassiba e Latifa, duas das protestantes.”Temos de lutar contra as políticas discriminatórias em França, uma vez que estamos realmente a ser privados dos nossos direitos de aceder a infraestruturas camarárias.”

Apesar de terem levado a cabo a Operação Burkini, as mulheres acabaram por ser interrogadas pelas autoridades e multadas em 35 euros, avançou o France Bleu.

Esta é mais uma ação, inspirada em Rosa Parker, uma ativista negra que, em 1955, no Alabama, se recusou a levantar-se para dar lugar a um branco no interior de um autocarro. Em maio de 2018, a Citizen Alliance lançou uma petição – entretanto assinada por 600 mulheres muçulmanas – para que o autarca da cidade recuasse na legislação e nas regras de acesso a piscinas públicas, numa campanha que dura já há mais de um ano.

França foi o primeiro país do mundo a banir o uso público do véu que cobre a totalidade do rosto. De acordo com o Expresso, em 2016, a política francesa foi arrebatada pela discussão da proibição do uso daquele género de roupa de banho. Os argumentos para a interdição prendiam-se com o facto de estes “não serem compatíveis com os valores de França e da República”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Jovem vulcão descoberto nas profundezas da Placa do Pacífico

Uma equipa de cientistas da Universidade de Tohoku, no Japão, descobriu um pequeno e jovem vulcão na secção mais antiga da Placa do Pacífico. O vulcão foi encontrado na parte ocidental do Oceano Pacífico, perto …

Composição dos planetas gasosos não é igual à das suas estrelas (e os cientistas não percebem porquê)

Os planetas e as estrelas formam-se a partir da mesma nuvem de gás e poeira.  Uma análise da composição dos exoplanetas gigantes gasosos e das suas estrelas hospedeiras mostra que não há uma forte correlação …

Nova espécie de titanossauro descoberta no Equador

Uma universidade equatoriana anunciou na sexta-feira a descoberta de uma espécie de dinossauro, que, segundo a instituição, não tinha sido ainda descrito, denominando-o de 'Yamanasaurus lojaensis'. O nome foi escolhido em referência a duas localidades: Yamana, …

As alterações climáticas estão a "asfixiar" os oceanos

Os efeitos da diminuição de oxigénio serão "dramáticos" para os habitats e as economias costeiras que dependem dos oceanos. O oxigénio dos oceanos diminuiu 2% entre 1960 e 2010, prevendo-se que no ano de 2100 essa …

Associação suspende adoções para evitar que animais sejam tratados como presentes de Natal

"Um animal quer-se no dia 24 de março, abril ou junho e não só a 24 de dezembro", disse uma responsável da Sociedade Protetora dos Animais do Porto. A Sociedade Protetora dos Animais do Porto anunciou, …

Já podemos ver o mundo pelos olhos dos animais

https://vimeo.com/378301135 Os humanos estão um passo mais próximos de ver o mundo como o veem os animais, graças a uma nova tecnologia desenvolvida por investigadores da Universidade de Queensland, na Austrália, e da Universidade de Exeter, …

Embaixador mexicano na Argentina apanhado a roubar um livro numa livraria

O diplomata será investigado por um comité de ética e, se ficar provado o roubo do livro, será demitido. "Haverá tolerância zero para a desonestidade." O embaixador mexicano na Argentina, Óscar Ricaro Valerio, recebeu ordem …

Presépio nos Estados Unidos colocou Jesus separado dos pais e preso numa jaula

Uma igreja da Califórnia, nos Estados Unidos, colocou em exibição um presépio de protesto no qual retrata a Família Sagrada como refugiados. Uma igreja na Califórnia, nos Estados Unidos, está a exibir um presépio com Jesus, …

Sul-africana de 26 anos é a Miss Universo 2019

Zozibini Tunzi, da África do Sul, venceu, este domingo, a competição Miss Universo 2019, tornando-se a primeira mulher negra a vencer desde 2011, quando Leila Lopes, de Angola, arrecadou o título. Zozibini Tunzi, de 26 anos, …

No Japão, há um café onde os empregados de mesa são robôs

Os robôs da Softbank, chamados de Pepper, estão agora a chegar a um novo mercado: os cafés. No Japão, hotéis, lojas de aeroporto, entre outros comércios, já contam com funcionários robóticos, que foram criados em …