Nuno Melo subiu o tom e colou Costa a Berardo e à Caixa. Mas enganou-se

Nuno Veiga / Lusa

O candidato centrista à eleições europeias endureceu o tom esta quinta-feira, associando António Costa e o Executivo de José Sócrates à criação da fundação que beneficiou de créditos na Caixa Geral de Depósito. Mais tarde, Nuno Melo acabou por reconhecer a afirmação foi “um lapso”, mas continuou a apontar baterias ao Governo socialista, sugerindo até a demissão da ministra da Saúde.

O número um do CDS afirmou que o decreto-lei que criou a fundação que une o empresário Joe Berardo ao Estado, foi assinado em 2006 por António Costa, Teixeira dos Santos e José Sócrates, que à época eram ministro da Administração Interna, ministro das Finanças e primeiro-ministro, respetivamente.

“O que mais choca neste caso é que uma fundação com fins artísticos e educativos possa ter beneficiado de créditos superiores a 350 milhões de euros para comprar ações num banco”, afirmou Nuno Melo à margem de uma ação de campanha.

Para Nuno Melo, é “um absurdo” que um banco como a Caixa Geral de Depósitos conceda estes “créditos deste valor para uma luta acionista, especulativa”, mais precisamente na compra na compra de ações do BCP, tal como observa o semanário Expresso.

E foi exatamente neste ponto que Nuno Melo se enganou: o decreto apontado pelo centrista, datado de 2006, diz respeito à criação da da Fundação de Arte Moderna e Contemporânea – Coleção Berardo. A fundação que contraiu créditos para a compra de ações ao BCP não é esta, mas antes a IPSS – Fundação Joe Berardo.

Depois de o erro ter sido detetado pela comunicação social, o candidato do CDS corrigiu a sua declaração, dá conta o jornal Público. Para Nuno Melo, tratou-se de um “lapso”.

“As fundações e associações criadas como o nome de Berardo multiplicaram-se neste país como cogumelos. A diferença é que são cogumelos tóxicos”, justificou, depois de esclarecer que tinha mencionado a associação errada.

“A confusão Berardo devia envergonhar muita gente. Uma delinquência a bancária aliada à mais perniciosa influência política. (…) Falta castigar, falta julgar, falta punir todos os responsáveis que permitiram, à margem de toda a racionalidade, chegar aqui”, acusou.

O Expresso nota ainda que o caso da atribuição de créditos a Berardo, utilizado por Nuno Melo para atacar o atual primeiro-ministro, pode até fazer ricochete no próprio CDS, uma vez que à data Celeste Cardona, antiga dirigente do CDS e antiga-ministra, exercia funções como administradora do banco público.

Apesar de reconhecer o erro, Nuno Melo insistiu em subir o tom no discurso e continuar a criticar duramente o Governo socialista, que tem sido o seu principal alvo durante esta campanha. O centrista criticou a situação do SIRESP, a falta de meios aéreos, o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e a própria governação.

E foi na área da Saúde que Nuno Melo foi mais duro, chegando a sugerir a demissão da atual ministra, Marta Temido. “Os problemas de saúde não se resolvem com ideologia e hinos marxistas, resolvem-se com recursos. Os recursos que faltam todos os dias. Precisamos de menos hinos, menos música, mais dinheiro, mais médicos, mais pessoal hospitalar”, afirmou o candidato do CDS.

“Alguém que tutela a pasta e se permite dizer que, das pessoas que morreram necessitando de cirurgia, 30% apenas não foram operadas além do prazo, devia ter vergonha. E, no dia seguinte, houvesse um primeiro-ministro com o mínimo de sentido de Estado, já a teria retirado do cargo”.

Referindo-se à entrevista de Marta Temido do passado fim-de-semana, em que a ministra revela que, quando está tensa, ouve o hino da CGTP, Nuno Melo sugeriu que talvez seja necessário um novo ministro para o cargo.  “Se calhar o que faz falta em Portugal é outro ministro da Saúde”, acrescentou, num jantar realizado no Algarve.

Melo acusou o Governo de nada fazer em relação “aos milhões de euros” dados por privados para as vítimas dos incêndios. “Não apareceu ninguém do Governo a dizer: Isto não pode ser. (…) Isto é que é abusar do sentimento alheio”.

As europeias realizam-se entre 23 a 26 de maio. Os portugueses vão urnas no dia 26.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

45 COMENTÁRIOS

  1. O betinho sacristão parasita, dispara em todas as direcções e nem sequer sabe que o CDS também teve “adminstradores” na CGD!!
    Lindo…
    Este rato de sacristia quer é atenção e como nunca fez nada na vida nem tem nada para apresentar, só faz ruído!

  2. Da Direita á Esquerda é metê-los a todos num comboio para bem longe de Portugal. O presidente pode ser o condutor, vai com eles também! Portugal é um cancro!

    • Se Portugal é um cancro desapareça do horizonte pois pode ser contagiado. Em vez de comboio vá a pé para demorar mais.

      • Contagia pois! E para não serem contagiados pela miséria muitos milhares de portugueses emigraram e continuam a emigrar. Só em França são 5 milhões. Mais os que estão na Bélgica Luxemburgo Alemanha Suíça Inglaterra Finlândia América etc etc etc. Infelizmente há muito mais portugueses fora de Portugal do que em Portugal. Aliás em Portugal cada vez há menos portugueses pois nascem cada vez menos. Não há dinheiro para filhos em Portugal e um salário médio agora já nem para uma renda chega. Muita coisa mais cara do que noutros países.
        Portugal é o país da Europa com mais gente emigrada.
        Quando os portugueses vivem realmente fora de Portugal e fazem toda uma vida fora de Portugal é que se dão mesmo conta das diferenças e do quanto eram explorados em Portugal. Na Finlândia, onde eu vivo, toda a gente se pergunta como é que os portugueses conseguem viver em Portugal e eu respondo que fazem muitos sacrifícios mas muitos passam fome ou são obrigados a cortar em muita coisa!
        O povo em Portugal aperta o cinto e os governantes roubam todos e roubam cada vez mais. Os patrões portugueses exploram o máximo que podem. Os bancos falidos recebem dinheiro do Estado. As empresas do Estado de gestão privada recebem dinheiro do Estado. A maior parte das pessoas em Portugal ganha menos de mil euros. E depois o Estado diz que não há dinheiro para actualizar os salários. Mentira.
        Ora estas coisas todas num país tão pequeno mas tão minado de corrupção é como um cancro que alastra e que não tem cura. As pessoas são obrigadas a ir embora ou então vivem na miséria!

        • Retrato muitíssimo rigoroso. Fala alguém que também está fora há 3 anos e que só por amor ao país não saiu mais cedo. Aguentei até não ser mesmo mais possível… Dei a Portugal todas a hipóteses que podia. Portugal quase acabou comigo.

          Portugal é um país sorvedor. Sai-se à rua e já se está a pagar quase só por respirar. Mesmo sem se ganhar um tostão ao longo de meses… A pessoa se não tem cuidado com as rasteiras do Estado, de repente tem dezenas de milhares de Euros de dívidas às Finanças. Em contraste, o Berardo que não paga os milhões que deve, ainda recebe mais 48 milhões em benifícios fiscais. É um país governado por bandidos para favorecer bandidos à custa de sugar a carneirada do Zé Povinho. Cada cidadão (dos tais que você diz e bem, que se ganharem mil euros já lhes chamam ricos) é visto como um sumo a espremer, em benefício desta máfia dos DDT.

          Um exemplo aviltante: No Reino Unido as auto-estradas não têm portagens. Só uma é que tem uma unica portagem que é de (pasme-se) £5 Libras, para percorrer todo o país. Em Portugal construiram auto-estradas ao lado umas das outras que por esse motivo algumas delas estão vazias. Todas têm portagens: IPs, Auto-Estradas, CREL, CRIL, etc… TUDO tem portagens. Até uma merda de uma A19 que liga Porto-de-Mós a Leiria se paga portagem!!! E o mais grave: é daquelas SCUTs electrónicas que foram lá colocadas da noite para o dia, e de repente estavam a cobrar portagens onde dantes não cobravam… E as pessoas a passarem lá sem saber. Resultado: dívidas nas finanças que por não pagamento, íam aumentando multa sobre multa até a pessoa ter milhares em dívidas às finanças sem dar por isso! Isto é terceiro mundo.

          Já Eça de Queiroz o afirmou ‘’Qualquer dia, Portugal já não é um país, mas sim um sítio. E ainda mais mal frequentado’’

  3. Há enganos propositados. o do candidato Melo é um deles. O sound bite ficou e a desculpa nem se notou. Este senhor não tem carisma para ser eurodeputado, aliás foi o pior classificado no critérios de aferição dos deputados do PE.

    • Não pagou, ficou mal no ranking.
      Se soubesse o que para aí vai de prémios, distinções e rankings pagos a preços de ouro. Isso em si é um grande negócio e há organizações que só vivem disso e para isso.

    • Para não serem contagiados pela miséria muitos milhares de portugueses emigraram e continuam a emigrar. Só em França são 5 milhões. Mais os que estão na Bélgica Luxemburgo Alemanha Suíça Inglaterra Finlândia América etc etc etc. Infelizmente há muito mais portugueses fora de Portugal do que em Portugal. Aliás em Portugal cada vez há menos portugueses pois nascem cada vez menos. Não há dinheiro para filhos em Portugal e um salário médio agora já nem para uma renda chega. Muita coisa mais cara do que noutros países.
      Portugal é o país da Europa com mais gente emigrada.
      Quando os portugueses vivem realmente fora de Portugal e fazem toda uma vida fora de Portugal é que se dão mesmo conta das diferenças e do quanto eram explorados em Portugal. Na Finlândia, onde eu vivo, toda a gente se pergunta como é que os portugueses conseguem viver em Portugal e eu respondo que fazem muitos sacrifícios mas muitos passam fome ou são obrigados a cortar em muita coisa!
      O povo em Portugal aperta o cinto e os governantes roubam todos e roubam cada vez mais. Os patrões portugueses exploram o máximo que podem. Os bancos falidos recebem dinheiro do Estado. As empresas do Estado de gestão privada recebem dinheiro do Estado. A maior parte das pessoas em Portugal ganha menos de mil euros. E depois o Estado diz que não há dinheiro para actualizar os salários. Mentira.
      Ora estas coisas todas num país tão pequeno mas tão minado de corrupção é como um cancro que alastra e que não tem cura. As pessoas são obrigadas a ir embora ou então vivem na miséria!

      • Eh lá!…
        “Só em França são 5 milhões”
        Ah? Onde?!
        “há muito mais portugueses fora de Portugal do que em Portugal”
        Mau… afinal quantos portugueses há no mundo?!
        “Portugal é o país da Europa com mais gente emigrada.”
        Bem!… só disparates e muita ignorância!!
        Para quem está na Finlândia a “mandar bitaites”, devias estar um pouco mais bem informado!…
        Há uma regra que fica bem em todo o lado: quando não se sabe, fica-se calado ou pergunta-se a quem sabe – senão dá no que se vê!
        O país da Europa com mais gente emigrada é, de longe, o Reino Unido, seguido da Alemanha, Polónia, Itália, etc!
        metrocosm.com/eu-diaspora-map/
        Relativamente ao nº de emigrantes portugueses:
        Há mais de 2,2 milhões emigrantes portugueses. Maioria está na Europa
        dn.pt/portugal/interior/ha-mais-de-22-milhoes-emigrantes-portugueses-maioria-esta-na-europa-9011743.html
        A ignorância também é pobreza!…

          • Mas incomoda-te que haja assim tantos emigrantes portugueses espalhados pelo mundo? E incomoda-te que haja assim tantas dificuldades em Portugal? Se te incomoda mete vaselina!
            Muda as lentes e muda as fontes pois andas muito mal informado! Os filhos dos luso descendentes também contam. Pergunta nos consulados que eles dizem-te quantos são sendo que no entanto ninguém sabe ao certo pois muitos portugueses não estão sequer inscritos nos consulados mas também já não vivem em Portugal. Ao todo em França são 5 milhões já com os filhos. Mas pensa-se que até possam ser mais.
            Não não é a Alemanha que tem mais emigração tendo em conta que não tem o mesmo tipo de emigração que Portugal. Há quem nem lhes chame emigrantes. Os alemaes vão por opção mas não por dificuldades como os portugueses. Nao é uma emigração por razões económicas nem se chama verdadeiramente emigração.
            Incomoda-te a triste realidade eu sei. Mete vaselina que isso passa. Olha que o pau é grande e ainda só agora vai no início. Portugal tá um espectáculo e ainda vai ficar melhor! Haja vaselina!

            • Bem… eu vi logo que havia aí alguma limitação, mas o que me incomoda mesmo é a ignorância misturada com falta de educação!…
              Há 2,2 milhões de portugueses fora e, obviamente, os filhos dos luso-descendentes não contam para nada porque não são portugueses!
              Senão, só no Brasil…
              Eu coloquei fontes; tu ZERO, portanto…
              E, nem ler sabes; não é a Alemanha – o Reino Unido é o pais da Europa que tem mais gente emigrada!!
              Agora vai lá pôr vaselina!…

        • Não há rua em França onde não vivam portugueses ou filhos de portugueses. São já muitos milhões só em França contando já com os lusodescentes.
          O Reino Unido o país com mais gente emigrada? O Reino Unido tem ricos que vivem em todo o lado mas não tem emigrantes como Portugal.
          Tu nunca deves ter saído de Portugal. Toma lá atenção ás fontes que andas a consultar que olha que nem todas são fiáveis e muitas jogam a favor de certos partidos. És burro e arrogante ainda por cima!

          • Mais um “iluminado”!…
            Eu coloquei fontes (ONU) – onde estão as tuas?!
            Portugueses é uma coisa; luso-descendentes é outra; se não sabes a diferença…
            Pois, eu nunca saí de Portugal…
            Mas já estive em quase todos os países da Europa e várias vezes na França!…
            Enfim… és só mais um ignorante e mal educado à procura de atenção!..

            • Foste a Paris! Não viveste em França nem sabes o que é França. Os luso descendentes nascidos em França têm pelo menos dupla nacionalidade! São mais portugueses do que tu! São filhos de uma geração que lutou! Tu és um parasita! Um parasita demagogo!

      • Sabes lá tu onde eu fui ou o que eu conheço…
        É… são mais portugueses mas não sabem nada de Portugal – nem sequer falar português!…
        Lutou por quem? Por Portugal não foi, de certeza – até porque fugir não é lutar!!
        Com gente como tu é que Portugal estava bem servido…
        Mas enfim, não se pode exigir muito a quem não tem capacidade para mais!…

        • Gente como eu? Gente como eu que manda impostos para Portugal! Sou mais útil para portugal a mandar impostos do que tu a mandares diarreia mental na NET!

          • Ah… agora também és vidente e, além de saberes onde por onde já andei, também sabes o que eu faço!…
            Muito bem…
            Diarreia mental com números completamente inventados e sem qualquer base credível, só a que veio desse lado…

          • Miguel, explica lá essa do mandar impostos para Portugal ??

            Se estas fora, tens te reportar os ganhos para o pais onde estas e os impostos ficam nesse pais, não voam para Portugal.
            Quando vais as compras ai no pais em que estas, o IVA e outros impostos são retidos ai.

            E antes que comeces a ofender por falta de argumentos, fica a saber que também sou emigrante em Espanha, sei bem do que falo.

        • Fugiram de Portugal para não passarem fome seu porco! São mais úteis ao país no estrangeiro do que tu em Portugal seu ordinário!

  4. Os politicos são todos iguais, sejam de esquerda ou de direita o que querem é servir-se do país em vez de servir o país como seria sua obrigação.
    A diferença é que há uns mais “espertos” que outros… e neste caso o Costa dá 10 zero a todos os outros. Como tb se viu no “caso dos professores”, PSD e CDS nem precisam de adversários para se afundarem sózinhos. É caso para dizer que, se isto fosse um jogo de futebol, conseguiam perder o jogo mesmo a jogar… contra ninguém.

  5. Os pedreiros são todos iguais? Os padres são todos iguais? As putas são todas iguais? Expliquem aí porque os políticos são todos iguais!!!
    A paciência é um bem raro,em risco de extinção. …

  6. Ele quer é ir para Bruxelas e estar no bem bom!! e por isso vale tudo. Quer lá saber dos portugueses e do povo na sua verdadeira essência. palavras leva-as o vento já diz o provérbio… e quando se sentar na cadeirinha guardada/reservada na Bélgica, vai suspirar e dizer” Desta já me safei, e cá estou por mais uns anitos ” Não mais pensar no Costa, na Ministra da saúde e no Berardo!! Quem cá fica que resolva!!! Aha!!!

  7. Bem… eu vi logo que havia aí alguma limitação, mas o que me incomoda mesmo é a ignorância misturada com falta de educação!…
    Há 2,2 milhões de portugueses fora e, obviamente, os filhos dos luso-descendentes não contam para nada porque não são portugueses!
    Senão, só no Brasil…
    Eu coloquei fontes; tu ZERO, portanto…
    E, nem ler sabes; não é a Alemanha – o Reino Unido é o pais da Europa que tem mais gente emigrada!!
    Agora vai lá pôr vaselina!…

    • Tás-te a pegar aos 2,2 milhões “sim ou não”, mas a questão é que o caso Berardo é uma pessegada de que os nossos políticos deviam ter vergonha e deviam ser apuradas responsabilidades, para além de re-haver o dinheiro.
      Infelizmente, nada disto vai acontecer. E quem vai pagar é o contribuinte do costume….

      • Sim e nisso estamos completamente de acordo!
        O contribuinte já está a pagar – vamos lá ver se se consegue recuperar alguma coisa…
        Responsabilizar alguém (principalmente da CGD), ainda para mais tendo em conta que há gente encolvida do “centrão” (PS PSD e CDS), é que vai ser mais complicado!…
        Mas, vamos ver…
        .
        Em relação número de emigrantes portugueses, tive que intervir, porque uma coisa são os 2,2 milhões (dados da ONU), outra são os mais de 10 milhões (“dados de café/tasca”)!!

  8. Sim e nisso estamos completamente de acordo!
    O contribuinte já está a pagar – vamos lá ver se se consegue recuperar alguma coisa…
    Responsabilizar alguém (principalmente da CGD), ainda para mais tendo em conta que há gente encolvida do “centrão” (PS PSD e CDS), é que vai ser mais complicado!…
    Mas, vamos ver…
    .
    Em relação número de emigrantes portugueses, tive que intervir, porque uma coisa são os 2,2 milhões (dados da ONU), outra são os mais de 10 milhões (“dados de café/tasca”)!!

    • Entre os que vivem no café e na tasca há também os que vivem na vida real que não parece ser o teu caso. Que sejas feliz assim mas o problema é que te incomoda a experiência dos que vivem lá fora e já são vários aqui contra ti! Tens um orgulho doentio! Vai trabalhar que isso passa!

      • Então porquê?!
        Tens algum dado para contradizer o que eu escrevi?
        Se tens, coloca, não tens, não venhas com lições!…
        São vários “do contra” mas não te preocupes – chego bem para eles, até porque quantidade nunca foi qualidade!!
        Mais uma vez, o que me incomoda é ignorância!!
        Quando não se sabe, pergunta-se (ou não se diz nada); não se debita exageros e inventa números!
        Dispenso o conselho mas, por acaso, estive a trabalhar até agora.

        • Os filhos dos emigrantes não são dados como emigrantes? São pois! Pergunta nos consulados e embaixadas que eles explicam. E têm por defeito dupla nacionalidade! Mete 2,2 milhões vezes 3 pelo menos. Quanto mais falas mais te enterras! A malta emigrou porque se fartaram de trabalhar em Portugal e agora no estrangeiro ainda fazem favor de mandar dinheiro para o pais. Contribuem mais do que tu! Tu nem trabalhas nem mandas dinheiro para Portugal! A inveja trata-se! Nem nome tens aqui nos comentários! Tem vergonha! Com pessoas como tu nem perco tempo;

  9. Queixa-se ele que “os problemas de saúde não se resolvem com ideologia e hinos marxistas, resolvem-se com recursos. Os recursos que faltam todos os dias. Precisamos de menos hinos, menos música, mais dinheiro, mais médicos, mais pessoal hospitalar”. Mas depois também se queixam do aumento da carga fiscal para garantir esses serviços públicos. Baratas tontas que dizem mal de tudo. Anteriormente nunca diziam que era necessário reforçar o SNS, agora já o fazem porque sabem que Portugal valoriza esse serviço acima de quaisquer forças de saúde privadas, antigos bastiões do CDS.

    • Exactamente!… e convém lembrar que o CDS votou contra a criação do SNS!!
      Mas mesmo engraçado é ver um partido que nunca quais saber do “povo” para nada, andar sempre em feiras/festas populares a tentar conquistar o voto do povo!…

    • O caro Gustavo não percebe o essencial. Pelo dinheiro que pagamos nos nossos impostos deveríamos ter muito mais. Pelo meio há muita gente a encher-se e no domínio da função pública há muitos que nada fazem. Ainda me lembro dos médicos que entravam ao serviço às 10:30 da manhã para ir tomar café e ler o jornal e às 14:00 iam trabalhar para os consultórios privados. Abra os olhos. Não é uma questão de dinheiro. Dinheiro já nós pagamos muito!

RESPONDER

Caso do bebé sem rosto. Médico suspenso não viu que menina tinha duas vaginas, um rim e espinha bífida

O Conselho Disciplinar do Sul da Ordem dos Médicos suspendeu preventivamente o obstetra envolvido no caso do bebé que nasceu, em Setúbal, com malformações graves. Entretanto, surgem novos dados sobre suspeitas atribuídas ao médico noutros …

Rede de imigração ilegal no SEF. Denúncias de corrupção eram antigas, mas ficaram na gaveta

A inspectora do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) que foi detida nesta semana, por pertencer alegadamente a uma rede de imigração ilegal, já tinha sido identificada num inquérito interno desta entidade, devido às mesmas …

Bancos querem passar a cobrar por grandes depósitos. Particulares escapam

BCP, Novo Banco e Caixa Geral de Depósitos defendem que é preciso cobrar aos grandes clientes por depósitos de grande dimensão. Particulares e pequenas e médias empresas escapariam desta medida. A ideia foi lançada pelo …

Filho de Bolsonaro já não vai ser embaixador em Washington

O deputado Eduardo Bolsonaro, filho do Presidente do Brasil, anunciou na terça-feira, na Câmara dos Deputados, que desistiu da sua indicação para embaixador do país em Washington, nos Estados Unidos (EUA). Na véspera, Jair Bolsonaro, que …

OE2020. Catarina Martins critica chantagem da Comissão Europeia a cada ano

A coordenadora do Bloco de Esquerda criticou esta terça-feira a chantagem da Comissão Europeia em relação a Portugal repetida a cada legislatura e a cada ano, reiterando a disponibilidade "para negociar um Orçamento do Estado …

Maior parte das escolas não cumprem lei de 2009 sobre a educação sexual

Grande parte das escolas não está a cumprir a lei de 2009 que define como deve ser dada a educação sexual no ensino obrigatório, do 1.º ao 12.º ano de escolaridade. A conclusão surge num relatório …

Pouco poder, mas algum. Deputados únicos podem desencadear revisão da Constituição

Os deputados únicos não têm poder para pedir a votação do programa de Governo, ao contrário dos grupos parlamentares, nem podem sozinhos censurar o Executivo, mas podem desencadear, como qualquer parlamentar, um processo de revisão …

Funcionários públicos esperam entre 100 e 280 dias para se poderem reformar. Processo pode ser acompanhado online

A atribuição das novas pensões de reforma aos funcionários públicos está a demorar, em média, entre 100 a 280 dias - ou seja, entre três e mais de nove meses. A revelação foi feita esta terça-feira, …

"Onde está o Varandas?". Claques não faltaram à vitória do Sporting em hóquei em patins

Apesar das quebras de protocolos, Juventude Leonina e Diretivo Ultras XXI marcaram presença no jogo desta terça-feira de hóquei em patins entre o Sporting e a Oliveirense. Na noite desta terça-feira, o Pavilhão João Rocha foi …

Do azedume às contas do passado. Críticos internos atacam Rio

Depois de Rui Rio ter anunciado esta segunda-feira que se recandidata à liderança do PSD, os críticos internos vieram a público. Acusam-no de querer dividir o partido e ajustar contas com o passado e esperam …