Novo Banco não recebe os 468 milhões da CP, mas vai pesar no bolso dos contribuintes

José Sena Goulão

O Ministro das Finanças, João Leão, acompanhado do Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, e da Secretária de Estado das Finanças, Cláudia Joaquim

O Orçamento do Estado para 2021 não destina nem um cêntimo para o Novo Banco, o que não significa que o banco não venha a pesar nos bolsos dos contribuintes.

Esta terça-feira, o Novo Banco foi o tema central da conferência de apresentação da proposta de Orçamento do Estado para 2021, por insistência dos jornalistas. Segundo o ECO, o banco deverá precisar de mais 475 milhões de euros já no próximo ano ao abrigo do mecanismo de capital contingente, que obriga o Fundo de Resolução a injetar dinheiro no banco para cobrir as necessidades de capital.

Deste montante, refere o diário económico, 275 milhões de euros virão de um empréstimo que o Fundo de Resolução se prepara para contrair junto de um sindicato bancário (formado pela Caixa Geral de Depósitos, BCP, Santander e BPI) em condições que ainda não estão fechadas.

O restante – 200 milhões de euros – corresponde a recursos próprios do próprio Fundo de Resolução, que é financiado, sobretudo, por via de contribuições periódicas provenientes da banca e de contribuições sobre o setor bancário.

O Fundo de Resolução vai, portanto, ter de criar despesa para suportar os encargos da nova injeção no Novo Banco e isso terá impacto direto no défice público.

O Fundo de Resolução é uma entidade classificada estatisticamente como fazendo parte das Administrações Públicas, pelo que todas as suas receitas e despesas são tratadas contabilisticamente da mesma forma que as receitas e despesas de qualquer serviço do Estado.

De acordo com o ministro das Finanças, João Leão, o valor rondará os 200 milhões de euros. “É algo que ainda não está concretizado. Ainda não é certo que essa operação se materialize. É o máximo que pode vir a atingir”, adiantou o governante.

Contudo, no fim da coferência de imprensa, o Ministério das Finanças veio emendar a mão e esclarecer que o impacto do Novo Banco nas contas públicas será de 275 milhões de euros num ano em que o défice orçamental superará os 4%.

O Novo Banco era um tema sensível nas negociações do Orçamento e, mesmo depois da entrega do documento, continuará a sê-lo. A votação na generalidade acontece no próximo dia 28 de outubro, sendo que, sendo aprovado, o Orçamento do Estado para 2021 passa a ser discutido na especialidade, voltando para votação final global a 26 de novembro.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Vai superar os 4%?… kkkk ai vai, vai! Até vai superar os 8%, quanto mais os 4!! Quem o diz é o dono do dinheiro… Ah, e não se esqueçam dos mil milhões prá TAPe buracos!!

  2. O Costinha e a sua pandilha acreditam mesmo no “português, português, quanto mais miras, menos vês”.
    – MAS VÊ e depois…

  3. nao percebi muito bem isto ? estamos a dar dinheiro a um fundo de resoluçao , dinheiro vai ficar como divida que nunca vai ser paga , banco que vai ser entregue a uma entidade estrangeira particular registada em offshores , sera de mim ou isto Cheira tudo muito Mal ?

RESPONDER

Covid-19 só explica 27,5% do acréscimo de mortalidade

As mortes por covid-19 em Portugal entre 02 de março e 18 de outubro representam apenas 27,5% do acréscimo da mortalidade registado relativamente à média dos últimos cinco anos, revelou esta sexta-feira o Instituto Nacional …

PCP desafia Governo a renacionalizar os CTT

O secretário-geral do PCP desafiou hoje o Governo a responder "à chantagem" do "grupo Champalimaud", retirar-lhe a concessão do serviço postal e renacionalizar os CTT. A proposta foi feita por Jerónimo de Sousa depois de estar …

"Covid persistente" atinge cerca de 20% dos curados (mas não recuperados)

Um novo estudo britânico indica que vários pacientes podem apresentar sintomas e sequelas durante vários meses, mesmo depois de testarem negativo. Os casos de “covid persistente” afetam maioritariamente mulheres e idosos. Há ainda muito por descobrir …

Acuña já é destaque em Espanha: "Não é bom nos 100 metros, mas..."

O ex-jogador do Sporting será uma referência para Lopetegui e já demonstrou um grande nível no jogo da Liga dos Campeões contra o Rennes. Marcos Acuña chegou a Sevilha há um mês e meio mas começa …

Portagens devem manter preços em 2021

Os preços das portagens nas autoestradas deverão voltar a manter-se em 2021, a confirmar-se a estimativa da taxa de inflação homóloga, sem habitação, de -0,18% em outubro, divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). A fórmula …

Governo estuda novo confinamento total nas duas primeiras semanas de dezembro

O Governo está a ponderar decretar um novo confinamento total da população portuguesa nas duas primeiras semanas de dezembro. A notícia foi avançada esta sexta-feira pela TVI e, entretanto, confirmada por outros órgãos de informação. O …

Pelo menos 140 pessoas afogam-se no naufrágio mais mortal de 2020

Pelo menos 140 migrantes morreram afogados ao largo da costa senegalesa depois de a embarcação em que seguiam se ter incendiado e naufragado, avançou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). O barco transportava 200 pessoas …

Nélson Évora terminou contrato com o Sporting

Nelson Évora, campeão olímpico do triplo salto nos Jogos Olímpicos Pequim2008, vai deixar o Sporting após o fim do contrato com o clube, no sábado, confirmou à "Lusa" fonte oficial do Sporting, esta sexta-feira. O atleta, …

Nova Zelândia aprova eutanásia. Mas rejeita legalização da marijuana

Os neozelandeses aprovaram a eutanásia voluntária, mas rejeitaram a legalização da marijuana para uso recreativo, em dois referendos realizados em 17 de outubro, anunciou esta sexta-feira a Comissão Eleitoral. Cerca de 65,2% dos neozelandeses votaram a …

Governo pondera novas medidas de apoio ao emprego e empresas

O Governo está a ponderar novas medidas de apoio ao emprego e às empresas em resposta ao agravamento da pandemia de covid-19, disse hoje o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro …