Novo administrador da Sonangol investigado por suspeitas de lavagem de dinheiro

Luís Ferreira do Nascimento José Maria, um dos novos administradores da Sonangol, integra a lista de suspeitos investigados no âmbito do caso de desvio e  lavagem de dinheiro que envolve a companhia aérea da petrolífera angolana, a Sonair, e a TAP Air Portugal.

O Observador realça que Luís Ferreira José Maria, que integra a recém-eleita administração da Sonangol, no seguimento da exoneração de Isabel dos Santos, é suspeito do desvio de cerca de 2,5 milhões de euros. Os capitais do Grupo Sonangol terão sido “branqueados” através de uma offshore nas Ilhas Seychelles, detida pelo gestor em co-propriedade com a mulher.

Estes 2,5 milhões são uma pequena fatia do “bolo” global de 25 milhões de euros que terão sido desviados do Grupo Sonangol, no âmbito de um contrato fictício de prestação de serviços entre a Sonair e a TAP Portugal.

O caso investigado pela justiça portuguesa envolve ainda outras figuras angolanas, como o ex-presidente da Sonangol, Francisco José Lemos Maria, e Mirco Martins, enteado de Manuel Vicente, ex-vice-presidente de Angola e ex-presidente da Sonangol.

As autoridades portuguesas enviaram para Angola, em Agosto de 2017, uma carta rogatória no sentido de investigar estas figuras, incluindo Luís Ferreira José Maria, conforme avançou o jornal Público. Mas, neste momento, não se sabe em que ponto se encontra a investigação em Angola, afiança o Observador.

A publicação atesta, ainda, que Luís Ferreira José Maria incorre apenas no crime de abuso de poder, tal como as demais figuras angolanas implicadas no caso. Isto ocorre por via de uma amnistia, decretada em 2015 pelo ex-presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, para os crimes de corrupção, fraude fiscal e branqueamento de capitais.

Presidente angolano muda chefias militares

Entretanto, o novo Presidente angolano, João Lourenço, continua a promover mudanças na estrutura de poder do país. Desta feita, exonerou 19 chefias militares, oficiais generais nomeados anteriormente, para vários postos, incluindo na Casa de Segurança da Presidência, pelo então chefe de Estado, José Eduardo dos Santos.

Segundo uma informação disponibilizada pela Casa Civil do Presidente da República, em contrapartida, o novo chefe de Estado nomeou outros 54 oficiais generais para várias áreas de confiança.

Desde que tomou posse, a 26 de Setembro, na sequência das eleições gerais angolanas de 23 de Agosto, João Lourenço procedeu a exonerações de várias administrações de empresas estatais, dos sectores de diamantes, minerais, petróleos, comunicação social, banca comercial pública e Banco Nacional de Angola, anteriormente nomeadas por José Eduardo dos Santos.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Acham mesmo que c as mudanças que estão a acontecer em Angola que é p/ bem do povo? Então estão completamente enganados. Isto é mudança de nomes porque a M— vai ser a mesma ou PIOR…

  2. A dificuldade de João Lourenço é escolher gente que não esteja envolvida em corrupção…
    Toda a “nata” angolana tem a barra suja !

RESPONDER

Partido de Le Pen desviou 6,8 milhões de fundos europeus, segundo jornal francês

O partido francês de extrema-direita União Nacional (RN, sigla original), liderado por Marine Le Pen, terá desviado 6,8 milhões de euros de fundos do Parlamento Europeu, revela este domingo um inquérito policial noticiado pelo Le …

Proporção divina. Antiga fórmula grega pode ser responsável pelo sucesso dos musicais

Desde 1972, quando "Jesus Christ Superstar" estreou na Broadway, os mais populares musicais quase unanimemente empregaram uma fórmula centenária conhecida como “a proporção divina” - e, surpreendentemente, parecem tê-lo feito acidentalmente. A proporção divina é um …

Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação …

Museu do Prado descobre erro de 500 anos numa das suas esculturas

O Museu do Prado, em Madrid, descobriu que uma das suas esculturas, que se pensava ser do século XV, é afinal uma obra do século XX. Em comunicado, o museu espanhol explicou que a escultura – …

Costa entrou em “modo avestruz” e Cabrita é uma “mancha”. Líder do CSD não poupa nas críticas

Francisco Rodrigues dos Santos fez duras críticas ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro da Administração Interna, Eduarda Cabrita. O presidente do CDS-PP disse que o primeiro-ministro entrou "em modo avestruz no caso João Galamba" referindo-se …

Morreu o prefeito de São Paulo que venceu a covid-19, mas que perdeu a batalha para o cancro

O prefeito da cidade brasileira de São Paulo, Bruno Covas, morreu este domingo, aos 41 anos, vítima de cancro, segundo a imprensa brasileira e várias personalidades que nas redes sociais têm lamentado a sua morte. Bruno …

China não está a conseguir macacos de laboratório suficientes para responder à procura da comunidade científica

A proibição do comércio de animais selvagens e o crescimento da investigação científica estão a causar uma escassez de macacos de laboratório na China. A oferta cada vez menor de macacos de laboratório, amplamente usados em …

Câmara do Porto recusa hastear bandeira LGBT no dia contra a homofobia

A Câmara Municipal do Porto recusou hastear a bandeira LGBTI+ na próxima segunda-feira, dia 17 de Maio, data em que se assinala o Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. Segundo o Público, a autarquia …

E se fosse possível passar um mês no Palácio de Buckingham? O preço não seria para qualquer bolso

Viver num palácio pode ser o sonho de muitos, mas não é para a carteira de qualquer um. Agora, já se sabe quanto custaria alugar, durante um mês, uma das casas reais mais conhecidas da …

Cavaco Silva considera que seria "chocante" PSD aprovar reforma das Forças Armadas

O ex-Presidente da República defende que é "um erro grave" a reforma das Forças Armadas que o ministro da Defesa pretende fazer, afirmando que seria para si "chocante" ver o PSD aprová-la. "Considero um erro grave …