TAP usada para “lavar” milhões angolanos de origem duvidosa

O Ministério Público acusa quatro altos responsáveis da TAP de terem ajudado a “esconder” milhões de euros de origem duvidosa, provenientes de Angola. Um alegado esquema de “lavagem de dinheiro” que usou a TAP num contrato de falsa prestação de serviços.

Esta investigação da Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária é divulgada pelo Correio da Manhã, que aponta que foram constituídos sete arguidos, entre os quais quatro altos responsáveis da TAP, no âmbito de suspeitas em torno de um esquema de corrupção para “esconder” capitais oriundos de Angola.

O Ministério Público acusa o antigo administrador da TAP, Fernando Sobral, e três altos quadros ligados à área da manutenção, José Santos, Vítor Pinto e Pedro Pedroso, dos crimes de corrupção com prejuízo no comércio internacional, de branqueamento de capitais e de falsificação de documentos.

Na investigação assumida pelo procurador Rosário Teixeira, foram ainda constituídos arguidos os advogados João Gomes Correia, Miguel Alves Coelho e Ana Paula Reais, apontados como intermediários do alegado esquema de corrupção, através de falsos serviços de consultadoria, escreve o CM.

De acordo com as suspeitas do MP, entraram em Portugal 25 milhões de euros provenientes de Angola e com origem duvidosa.

Esses milhões terão sido “branqueados” num esquema de falsa prestação de serviços entre a TAP e a Sonair, empresa da petrolífera angolana Sonangol. Este suposto contrato fictício não terá implicado qualquer negócio real e terá sido usado apenas para “lavagem” de dinheiro.

As quantias envolvidas terão circulado por várias contas em sociedades offshore até chegarem às contas de dirigentes angolanos da Sonangol, conforme suspeita a investigação.

O dinheiro terá sido depois usado para a aquisição de imóveis de luxo em Lisboa.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É só corruptos, vigaristas e ladrões. Se forem verificar esta gentalha ganha mais do que muitos de nós e ainda entram neste tipo de esquemas. Mais um processo que espero que tenha um fim onde se culpe e responsabilize c/ sérios danos esta gentalha. Que não fique em Nada como acontece muitas vezes neste país. O ultima caso foi a “operação FENIX” não deu em nada, deu foi despesas p/ os contribuintes portugueses, isso dá sempre…

RESPONDER

Organização dos Jogos Olímpicos estima cerca de sete casos diários

Os organizadores dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 estimam que haverá cerca de sete casos de covid-19 por dia entre as pessoas envolvidas no evento, disse a emissora pública japonesa NHK. A estimativa foi …

Mais dois militares vão a julgamento por agressões em curso dos Comandos

Estão em causa dois cursos anteriores ao que levou à morte, em 2016, dos recrutas Hugo Abreu e Dylan da Silva. Um dos casos segue já para julgamento, o outro vai para a fase de …

Remodelação à vista (com saídas e trocas de pastas por "um Governo de combate")

O Governo de António Costa tem pela frente um mês de Julho decisivo que ficará marcado pela chegada dos fundos da bazuca europeia. E há dirigentes socialistas que acreditam que o primeiro-ministro deve aproveitar a …

Líderes da UE alertam Londres para respeitar acordo do Brexit

Os líderes da União Europeia (UE) alertaram o Governo britânico, este sábado, que os dois lados devem implementar o acordo do Brexit, numa reunião com o primeiro-ministro britânico à margem da cimeira do G7. A presidente …

Variante Delta está a crescer em Portugal. Lisboa e Vale do Tejo é a região mais afetada

As autoridades de saúde confirmam que já foi detetada, em Portugal, a transmissão comunitária da variante Delta do novo coronavírus. Esse cenário estará a ser mais evidente na região de Lisboa e Vale do Tejo. "Até …

Vírgula permite aos deputados receberem abono de exclusividade mesmo mantendo cargos em empresas

Um parecer da Comissão de Transparência permite aos deputados acumularem funções em empresas enquanto recebem o subsídio de exclusividade na Assembleia da República. Tudo por culpa de uma vírgula que desperta interpretações diversas. A situação é …

Grupo Espírito Santo só tem verbas para pagar 2,6% das dívidas

Os credores reclamam 11,5 mil milhões de euros em dívida, mas o império Espírito Santo só tem cerca de 300 milhões de euros. De acordo com o semanário Expresso, aquilo que resta do império Espírito Santo …

CTT reclamam dívidas de 67 milhões ao Estado

Os CTT iniciaram um processo de arbitragem contra o Estado, reclamando um total de 67 milhões de euros em compensações pelo impacto da pandemia de covid-19 e pela extensão unilateral do contrato de concessão. "Os CTT …

O candidato de Costa ao Porto só durou 24 horas (e a "asneira" pode sair-lhe cara)

Está lançada a confusão no PS Porto com a escolha do candidato do partido às próximas eleições autárquicas. O secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, não resistiu às reacções negativas à sua escolha para …

Mourinho Félix ao ataque. BdP "subjugou-se" à ex-ministra das Finanças

O antigo secretário de Estado Adjunto e das Finanças criticou, esta sexta-feira, a "falha grave" do Banco de Portugal (BdP) ao se ter subjugado à antiga ministra das Finanças quanto à capitalização inicial do Novo …