Novo administrador da Sonangol investigado por suspeitas de lavagem de dinheiro

Luís Ferreira do Nascimento José Maria, um dos novos administradores da Sonangol, integra a lista de suspeitos investigados no âmbito do caso de desvio e  lavagem de dinheiro que envolve a companhia aérea da petrolífera angolana, a Sonair, e a TAP Air Portugal.

O Observador realça que Luís Ferreira José Maria, que integra a recém-eleita administração da Sonangol, no seguimento da exoneração de Isabel dos Santos, é suspeito do desvio de cerca de 2,5 milhões de euros. Os capitais do Grupo Sonangol terão sido “branqueados” através de uma offshore nas Ilhas Seychelles, detida pelo gestor em co-propriedade com a mulher.

Estes 2,5 milhões são uma pequena fatia do “bolo” global de 25 milhões de euros que terão sido desviados do Grupo Sonangol, no âmbito de um contrato fictício de prestação de serviços entre a Sonair e a TAP Portugal.

O caso investigado pela justiça portuguesa envolve ainda outras figuras angolanas, como o ex-presidente da Sonangol, Francisco José Lemos Maria, e Mirco Martins, enteado de Manuel Vicente, ex-vice-presidente de Angola e ex-presidente da Sonangol.

As autoridades portuguesas enviaram para Angola, em Agosto de 2017, uma carta rogatória no sentido de investigar estas figuras, incluindo Luís Ferreira José Maria, conforme avançou o jornal Público. Mas, neste momento, não se sabe em que ponto se encontra a investigação em Angola, afiança o Observador.

A publicação atesta, ainda, que Luís Ferreira José Maria incorre apenas no crime de abuso de poder, tal como as demais figuras angolanas implicadas no caso. Isto ocorre por via de uma amnistia, decretada em 2015 pelo ex-presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, para os crimes de corrupção, fraude fiscal e branqueamento de capitais.

Presidente angolano muda chefias militares

Entretanto, o novo Presidente angolano, João Lourenço, continua a promover mudanças na estrutura de poder do país. Desta feita, exonerou 19 chefias militares, oficiais generais nomeados anteriormente, para vários postos, incluindo na Casa de Segurança da Presidência, pelo então chefe de Estado, José Eduardo dos Santos.

Segundo uma informação disponibilizada pela Casa Civil do Presidente da República, em contrapartida, o novo chefe de Estado nomeou outros 54 oficiais generais para várias áreas de confiança.

Desde que tomou posse, a 26 de Setembro, na sequência das eleições gerais angolanas de 23 de Agosto, João Lourenço procedeu a exonerações de várias administrações de empresas estatais, dos sectores de diamantes, minerais, petróleos, comunicação social, banca comercial pública e Banco Nacional de Angola, anteriormente nomeadas por José Eduardo dos Santos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Acham mesmo que c as mudanças que estão a acontecer em Angola que é p/ bem do povo? Então estão completamente enganados. Isto é mudança de nomes porque a M— vai ser a mesma ou PIOR…

  2. A dificuldade de João Lourenço é escolher gente que não esteja envolvida em corrupção…
    Toda a “nata” angolana tem a barra suja !

Descoberta nova espécie de dinossauro carnívoro em Portugal

Um novo género e espécie de dinossauro carnívoro terópode, cujos fósseis foram escavados em arribas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, foi agora descrito na revista internacional "Journal of Vertebrate Paleontology" por paleontólogos …

The Crown. Afinal, vem aí uma sexta temporada

Peter Morgan, criador, produtor e argumentista de The Crown, anunciou esta quinta-feira (9), através do Twitter da plataforma de streaming Netflix, que a série britânica terá uma sexta temporada. “Quando começamos a discutir as histórias da …

Observatório Gaia revoluciona o rastreamento de asteroides

O observatório espacial Gaia da ESA é uma missão ambiciosa que tem o objetivo de construir um mapa tridimensional da nossa Galáxia, fazendo medições de alta precisão de mais de mil milhões de estrelas. No entanto, …

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas na Índia em apenas 10 dias

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas no estado de Bihar, no norte da Índia, no espaço de dez dias, noticia a AFP, que escreve que os números podem aumentar nos próximos tempos devido às alterações …

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …

Homicídios disparam na maioria das cidades norte-americanas durante a pandemia

O número de homicídios cometidos em solo norte-americano disparou na maioria das cidades do país na primeira metade de 2020, comparativamente com o mesmo período do ano passado, revela uma investigação do New York Times. …

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …

Sérgio Figueiredo deixa direção de informação da TVI

Sérgio Figueiredo saiu do cargo de diretor de informação da TVI, anuncia a estação de televisão em comunicado enviado às redações. A cessação de funções é efetiva a partir desta sexta (10) e põe fim a …

Dinamarca lança "passaporte covid-19"

O Governo da Dinamarca lançou o "passaporte covid-19", um documento que atesta que o portador do mesmo não teve um resultado positivo ao novo coronavírus recentemente. Deverá ser utilizado em viagens internas ou externas. De …