/

Nova Zelândia eliminou transmissão de covid-19, mas admite nova vaga

A primeira-ministra neozelandesa, Jacinda Ardern, afirmou hoje estar confiante de que o país eliminou para já a transmissão da covid-19, mas admitiu a possibilidade de novos casos, garantindo que o país está preparado.

A Nova Zelândia cumpre o 17.º dia sem novos casos e anunciou hoje que já não existe qualquer caso de infeção ativa no território.

“Estamos confiantes de que eliminámos a transmissão do vírus na Nova Zelândia, por enquanto, mas a eliminação não é um ponto no tempo, é um esforço sustentado”, disse Jacinda Ardern, em conferência de imprensa.

“Quase certamente veremos casos aqui novamente, e quero dizer novamente, quase certamente veremos casos aqui novamente, e isso não é sinal de que falhámos, é uma realidade deste vírus. Mas se e quando isso ocorrer, precisamos de ter a certeza de que estamos preparados”, acrescentou.

O foco do Governo será nas fronteiras do país, que vai continuar em isolamento e manter a quarentena à chegada. Pouco mais de 1.500 pessoas contraíram o vírus na Nova Zelândia, tendo morrido 22 pessoas.

Hoje ainda foi anunciado que será permitido público nos estádios da Nova Zelândia, a partir de sábado, quando o campeonato de Super Rugby for reiniciado.

“O Super Rugby Aotearoa será a primeira competição profissional de rugby do mundo a permitir um regresso maciço de fãs na era do covid-19, quando voltar no sábado em Dunedin”, apontou a Federação de Rugby da Nova Zelândia.

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.