Nova bateria transforma Tesla Model S no carro mais rápido do mundo

(dr) Tesla

Tesla Model S P100D – o terceiro carro de produção mais rápido do mundo

A icónica montadora de carros eléctricos Tesla anunciou esta terça-feira aquele que é o terceiro carro de produção mais rápido do mundo, o Model S P100D com o modo Ludicrous – ou o mais rápido, se contarmos apenas os que não estão esgotados.

A velocidade do Tesla Model S P100D é atribuída à nova bateria de iões de lítio de 100 quilowatts, que lhe permite alcançar 100 km/h em 2,5 segundos e uma autonomia de 613 quilómetros.

Segundo o visionário fundador da Tesla, Elon Musk, é a primeira vez que a autonomia de uma viatura eléctrica ultrapassa as 300 milhas (cerca de 482 quilómetros), segundo as normas de autonomia definidas pela agência norte-americano do ambiente EPA, e os 600 quilómetros previstos pelas normas em vigor na Europa.

A nova bateria pode ser instalada nos Tesla Model S ou Tesla Model X já em circulação, por 20 mil dólares, ou como upgrade em viaturas novas já encomendadas, por mais 10 mil dólares.

Segundo a Tesla, o P100D é o terceiro carro mais veloz do mundo, apenas atrás do Ferrari LaFerrari e do Porsche 918 Spyder, modelos desportivos de dois lugares que estão noutra gama de preços e segmento.

Quer o Laferrari quer o 918 Spyder, modelos de edição limitada e com encomendas fechadas, estão esgotados há muito tempo, o que faz do Tesla Model S P100D o carro mais rápido no mercado.

Segundo a CNN,  as entregas dos primeiros Tesla Model S com a nova bateria P100D estão previstas para o próximo mês de setembro, a um preço de 134 mil dólares (cerca de 120 mil euros), o que o torna também bastante mais “acessível” do que os seus competidores mais rápidos.

Em nota no seu blog, a Tesla reconheceu que os preços para um veículo topo de gama como o P100D são altos, mas realçou que cada venda do P100D contribui para a produção dos modelos mais acessíveis – em especial o Model 3, que está em desenvolvimento.

ZAP / Canaltech

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Caros Senhores, Estamos a falar apenas de carro elétricos/híbridos, certo??
    Se não, onde estão os Bugatti, os Koenigsegg, os Hennesseye ou os SSC, todos com velocidades superiores a 400 km/h, enquanto que o Ferrari “apenas” atinge os 350 km/h e o Porsche 340 km/h.
    Relativamente ao atingir os 100 km/h temos o Hennesseye e o Bugatti com 2,2s, e o SSC com 2,5, enquanto o Ferrari chega em 2,9s e o Porsche em 2,6s.
    Isto para não falar no Bugatti Chiron….

    Obrigado

  2. Bom dia estamos a falar de arranque de o a 100km/h em 2.5s, não de velocidade de ponta a qual é bloqueada no Tesla a 250km/h…. e falamos de 100% eléctrico, não híbrido….

  3. Fenomenal! Mais 10 anos e ja não existem no mercado carros movidos a combustão interna (gasoleo, gasolina e gas). Os motores electricos são tecnologicamente muito mais avançados, possuem muito menos componentes (p.e. não é necessario caixa de mudanças pq a potencia esta praticamente toda disponivel em toda a gama de rotaçoes, sendo a aceleraçao controlada electronicamente) e são amigos do ambiente (tanto em termos de emissoes como em termos de ruído).
    O único problema tem sido o desenvolvimento das baterias, que agora está numa fase mais do que apta para atacar o mercado. Esperem para ver.. 🙂

  4. Só é pena as vozes que se erguem, como um importantão da Fiat a lembrar (?) que a electricidade tem de ser produzida de alguma maneira e que isso envolve carbono, chegando a sugerir que fica ela-por-ela (?) com a produção directa pelos carros? Carregar baterias vai ser a nova vaca leiteira das produtoras? Se não houver energia, o carro não anda? Tem-se de guardar religiosamente um gerador em casa, para as “ocasiões”? Tipo apagão, que até já houve? E os bairros sem garagens? Atira-se um fio pela janela? Sem que o vizinho o roube? Enfim, espero que isso esteja minimamente pensado. Embora duvide.

Novo estudo associa o burnout a uma consequência fatal

Uma nova investigação associa o burnout a um aumento de até 20% no risco de desenvolver fibrilhação auricular, a arritmia crónica mais frequente. O burnout é uma perturbação psicológica causada pelo stress excessivo devido a uma …

Pinto da Costa diz ter total confiança em Sérgio Conceição

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, garantiu que tem "total confiança nos jogadores e no treinador", Sérgio Conceição, que no sábado colocou o lugar à disposição, de acordo com a newsletter oficial dos …

Isabel dos Santos utilizou três identidades para entrar e sair de Portugal

A empresária angola Isabel dos Santos utilizou três documentos de identificação distintos durante as últimas viagens que fez entre Portugal e o Reino Unido. "Izabel Dosovna Kukanova", "Isabel José dos Santos" e "Santos Isabel" foram as …

Voar nunca foi tão seguro, garante a Estatística

Voar em companhias áreas comerciais nunca foi tão seguro, garante um estudo levado a cabo por um professor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) que monitoriza o número de mortes de passageiros de todo o …

Coronavírus já provocou 56 mortes. China começa a desenvolver vacina

China começou a desenvolver uma vacina contra o novo coronavírus, que já provocou a morte a 56 pessoas e infetou 1.975 pessoas no país, informa este domingo o jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC). De …

Portugueses vencem "Óscares" de animação em Los Angeles

O filme “Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias” da realizadora portuguesa Regina Pessoa, venceu este domingo o prémio de Melhor Curta Metragem e Sérgio Martins venceu a Melhor Direção de Animação em Longa Metragem, pelo …

Juiz Neto de Moura muda nome com que assina acórdãos

O juiz Neto de Moura, envolvido em algumas decisões polémicas sobre violência doméstica, alterou o nome com que assina os acórdãos, avança o Jornal de Notícias na sua edição impressa deste domingo. De acordo com …

Violenta tempestade faz pelo menos 30 mortos em Minas Gerais

A violenta tempestade que desde quinta-feira assola o estado de Minas Gerais, sudeste do Brasil, já provocou pelo menos 30 mortos e 17 desaparecidos, anunciou este domingo a Proteção Civil. De acordo com o novo balanço, …

Descobertas quatro novas espécies de tubarões que caminham

Foram descobertas quatro novas espécies de tubarões que caminham usando as suas barbatanas. Ao todo são já conhecidas nove espécies deste tipo de tubarões. Investigadores encontraram tubarões que caminham nas águas do norte da Austrália e …

Caso suspeito de infeção por coronavírus em Portugal deu negativo

A Direção-Geral da Saúde (DGS) informou este domingo que o primeiro caso suspeita de coronavírus em Portugal, com um paciente sob observação no Hospital de Curry Cabral, em Lisboa, deu negativo após  análises. "A Direção-Geral da …