Nissan cria motor de compressão variável que poderá tornar motores diesel obsoletos

(dr) INFINITI Nissan

O novo Motor VC-T INFINITI Nissan com taxa de compressão variável

O novo Motor VC-T INFINITI Nissan com taxa de compressão variável

O futuro poderá ser eléctrico, mas a indústria automóvel não deixa de ir melhorando a tecnologia dos motores de combustão, e agora a Nissan estreia o primeiro com taxa de compressão variável num modelo de produção.

É normal acontecer que, precisamente nos momentos de transição para uma nova tecnologia, a tecnologia anterior que vai ser tornada obsoleta atinja o pico do seu desenvolvimento.

Por exemplo, nos ecrãs dos televisores, cujo futuro parece pertencer aos OLED, surgem agora e ainda no mercado os melhores LCDs já criados.

Pois agora a Nissan está a fazê-lo com os motores de combustão… e que poderá acabar de vez com a velha questão dos motores a gasolina versus motores diesel.

O novo motor VC-T da Nissan tem apenas 2.0l de cilindrada e 4 cilindros.

Mas graças à sua tecnologia de compressão variável, consegue ter potência e binários idênticos ao motor V6 3.5l, que irá substituir, com consumos bastante mais reduzidos.

O revolucionário motor deverá conseguir atingir performances equivalentes às de um motor 2.0 turbo, com taxa de compressão a oscilar entre 8:1 e 14:1, e o primeiro carro a usá-lo deverá ser o SUV compacto de luxo Infiniti QX50.

O motor é capaz de ajustar a altura alcançada pelos pistões em tempo real, assim podendo ajustar a taxa de compressão (partes de ar para uma de combustível) ao tipo de necessidade: máximo desempenho, ou baixo consumo, dependendo do tipo de condução.

Não menos importante, este motor a gasolina consegue obter binários comparáveis a motores a diesel, mas com muitas menos emissões poluentes – o que acontece num momento crítico, em que o escândalo dieselgate da VW voltou a levantar as questões das emissões dos veículos diesel.

Será sem dúvida uma obra-prima da engenharia mecânica… mas que se arrisca a ter um reinado curto – dependendo do tempo que demorarmos a transitar para os veículos 100% eléctricos.

ZAP / Aberto até de Madrugada

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. A tecnologia de compressão variável já foi desenvolvida à uma boas dezenas de anos atrás!! Pela SAAB SCANIA! Por isso nada de novo, vamos aguardar pela fiabilidade desta nova tentativa. Quanto maior a taxa de compressão maior o rendimento menor o consumo, por isso nesta parte a noticia está correta.

  2. Sim! Carro 100% eletrico que para carregar as baterias ( que para fabricar consomem enormes recursos) usa eletricidade produzida em centrais termoelétricas a diesel, oleo, nuclear e algumas com subprodutos de agricultura intensiva que é uma “maravilha”! Carro elétrico sim mas com eletricidade “elétrica”

  3. “O motor é capaz de ajustar a altura alcançada pelos pistões em tempo real, assim podendo ajustar a taxa de compressão (partes de ar para uma de combustível) ao tipo de necessidade”. Quem foi o cretino que escreveu isto????? Mas a taxa de compressão não é a razão entre o volume varrido pelo êmbolo mais o volume da câmara de combustão e o volume da câmara de combustão??? Que estupidez.

  4. A potência desenvolvida pelo motor é consequência da quantidade de combustível queimado, da quantidade de ar, e das temperaturas da fonte quente e da fonte fria. É evidente que a taxa de compressão influencia a temperatura da fonte quente., pelo que o menor consumo é devido às temperaturas em jogo e o motor não vai cortar na quantidade de combustível, mas vai regular a quantidade de combustível para a potência desejada. A NOTÍCIA CONTINUA A SER ESTÚPIDA E SEM NEXO.

  5. Ao ler os sapientes comentários destes entendidos comentadores, questiono-me, onde andou tanto conhecimento que só agora se revela.
    Infelizmente mesmo com estes eruditos todos continuamos na idade do carvão.
    Oh cara, se é bom no assunto porque não se revelou há mais tempo?…
    Que desperdício…….

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …