Nenhum candidato presidencial agrada a Santos Silva (e há dúvidas quanto à aprovação do Orçamento)

António Cotrim / Lusa

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, falou, em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF sobre o Orçamento de Estado para 2021, as eleições presidenciais e o impasse na questão da ajuda financeira de Bruxelas. 

Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, disse que o Governo já conseguiu fazer “aprovar dois Orçamentos – um para 2020 e um suplementar – e vamos ver o que acontece com o Orçamento para 2021”.

“Portanto, eu antes mesmo de pensar no que pode acontecer com o Orçamento para 2022, estou preocupado com a aprovação do Orçamento para 2021“.

Questionado sobre se tem a certeza de que o Orçamento será aprovado, responde assim: “Eu não tenho a certeza. Tenho a certeza de que o PS vota a favor”.

Em relação à bazuca de Bruxelas, o ministro afirmou que “ninguém, na UE, aceitará ficar na posição de refém dos interesses particulares de dois governos” – ou seja, Hungria e Polónia.

“Há várias maneiras de superar essa circunstância, se forem necessárias. A primeira, a única que estamos a trabalhar, é procurar dar as garantias necessárias que expliquem que os receios húngaro e polaco são infundados”, explicou.

Sobre os candidatos às eleições presidenciais de 2021, Santos Silva considera que “nenhum deles corresponde ao perfil que eu creio ser o perfil exigível a um Presidente da República”.

“Portanto, eu aguardo que se apresente outro e espero que o Professor Marcelo Rebelo de Sousa se apresente, porque acho que essa apresentação é muito importante para o debate e para a escolha do povo português, incluindo a dos eleitores socialistas. Depois, vamos ver o que é que o povo decide. Essa é uma das grandes vantagens e uma das coisas mais bonitas que a democracia tem”, continuou.

Quanto ao seu próprio partido, o PS, o ministro dos Negócios Estrangeiros disse que “continua um partido divertidíssimo” e que não esconde as “diferenças”. Sobre as atitudes no período pandémico, “houve mais exigência da parte de sectores da opinião pública em relação ao PCP do que em relação à Igreja Católica e do que em relação, por exemplo, a partidos que organizaram congressos e convenções sem quaisquer preocupações de segurança e de respeito pelas normas sanitárias”.

Questionado sobre como vê o futuro da sua carreira política, Santos Silva disse: “Tenho 64 anos e gostaria de acabar as minhas atividades profissionais na profissão que sempre foi a minha, professor universitário. Espero que o PS me liberte quando entender que isso é desejável”. Porém, deixa o aviso: “Há uma frase do Voltaire que é sempre muito útil nós termos em conta que é: Fazer previsões é insultar o futuro. Não insultemos o futuro”.

ZAP //

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Espanha, França e Bélgica com descida de casos. Itália limita Natal e Madrid cancela festas de Ano Novo

Madrid, assim como Paris e Bruxelas, têm boas notícias - mas não o suficiente para suavizar medidas. Já em Itália há restrições adicionais e a cidade de Londres também considera também passar ao nível três, …

UE dá exemplo de Portugal para defender salário mínimo europeu

O comissário europeu do Emprego, Nicolas Schmit, diz esperar um acordo ou pelo menos "bastante progresso" sobre a proposta comunitária para garantir salários mínimos adequados em todos os Estados-membros da União Europeia (UE) e dá …

Na primeira fase, será possível administrar 400 mil doses de vacinas “numa semana a dez dias”. Segunda ronda pode ser crítica

Os especialistas já fazem previsões. Se por um lado a primeira fase da vacinação contra a covid-19 se adivinha rápida, a segunda será poderá ser muito complicada. Os representantes dos profissionais dos centros de saúde - …

Bruxelas conclui que Zona Franca da Madeira violou regras e quer devolução das "ajudas indevidas"

A Comissão Europeia (CE) conclui que o regime da Zona Franca da Madeira (ZFM) desrespeitou as regras de ajudas estatais, pois abrangeu empresas que não contribuíram para o desenvolvimento da região, pelo que Portugal deve …

Chuva de críticas ao plano nacional de vacinação: "É vasto em imprecisões e impreparações"

Francisco Rodrigues dos Santos considerou que "faltou planeamento" no plano de vacinação português e observou que "basta comparar" com aqueles anunciados "na Alemanha, no Reino Unido ou em Espanha para perceber que há diferenças abismais". O …

O corpo ideal? O mistério das enigmáticas figuras pré-históricas de Vénus pode ter sido resolvido

Um dos primeiros exemplos mundiais de arte, as enigmáticas estatuetas de "Vénus" esculpidas há cerca de 30 mil anos, intrigaram os cientistas durante quase dois séculos. Agora, o mistério das estranhas figuras pode ter sido …

Nova geringonça à vista? Rui Rio mostra-se disposto a governar mesmo sem vencer eleições

São muitos os sinais que tem dado. Rui Rio está disponível para liderar uma futura maioria de direita se esta vier a surgir no quadro de futuras eleições legislativas - mesmo que o PSD seja …

Cientistas encontram nova criatura gelatinosa no fundo do mar (mas podem nunca mais voltar a vê-la)

Uma equipa de investigadores da Administração Nacional de Pesca Oceânica e Atmosférica (NOAA) revelou que descobriu Duobrachium sparksae, uma nova espécie de ctenóforo - ou águas-vivas-de-pente. A descoberta foi feita remotamente usando imagens de vídeo de …

Costa anuncia hoje medidas que vão vigorar nos períodos de Natal e de passagem de ano

O primeiro-ministro anuncia hoje as medidas de combate à covid-19 enquadradas pelo decreto presidencial de estado de emergência, que indicativamente vigorará até 7 de janeiro, incluindo os períodos de Natal e de passagem de ano. Na …

Especialistas explicam de que forma o novo coronavírus pode afetar o cérebro

Através do uso de amostras de tecido de pacientes que já morreram, uma equipa de investigadores conseguiu desvendar os mecanismos pelos quais o coronavírus é capaz de chegar ao cérebro de pacientes com covid-19 e …