Negociações do Orçamento estão quase paradas (e podem resvalar para a especialidade)

Nuno Fox / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Faltam apenas duas semanas para Mário Centeno ir ao Parlamento entregar a sua proposta de Orçamento do Estado para 2020. No entanto, sem acordos escritos como aconteceu na anterior legislatura, as negociações com os partidos estão praticamente paradas. 

A ausência de acordos escritos fez com que as negociações com os partidos estagnassem. Daqui a duas semanas, o ministro das Finanças vai ao Parlamento entregar a sua proposta de Orçamento do Estado para 2020 e o Governo só se irá reunir com os sindicatos na próxima semana. Em cima da mesa vão estar as medidas para a Função Pública, que devem estar incluídas na proposta de Mário Centeno.

Os ministro estão a pressionar o CR7 das finanças, mas os acordos à esquerda podem mesmo passar para a especialidade. Aliás, o englobamento dos rendimentos de capitais e prediais em sede de IRS e o aumento do número de escalões foram duas das medidas adiadas, um anúncio feito pelo próprio primeiro-ministro, António Costa, no debate quinzenal.

Na anterior legislatura, Bloco de Esquerda, PCP e Os Verdes tinham um acordo escrito com as medidas acordadas para, em troca, apoiarem o Governo no Parlamento. No entanto, a decisão de António Costa de avançar sem um acordo está a ter consequências: a duas semanas de o Orçamento ser apresentado, está ainda tudo por definir, avança o ECO.

Mas, se por um lado as negociações com os partidos estão paradas, a pressão vem de dentro – do próprio Governo.

De acordo com o diário económico, vários membros do Governo e da estrutura superior do PS acreditam que este é o último orçamento de Mário Centeno, pelo que há vários ministros a fazer pressão para que os gastos aumentem.

A verdade é que Centeno, no Ministério das Finanças, nunca tinha sentido tanta pressão pública da parte dos colegas do Executivo. A culpa das insuficiências nos serviços públicos e da falta de investimento é atribuída ao seu controlo rígido sobre as finanças e à sua vontade de alcançar um excedente orçamental no próximo ano, que seria o primeiro na história da Democracia portuguesa.

O ECO avança, inclusive, que várias pessoas rejeitaram convites para secretários de Estado, alegando falta de condições para desenvolver políticas com o aperto de cinto que Mário Centeno impõe no Governo.

O matutino sabe também que há a convicção, dentro de uma parte do PS, de que Centeno deixará de ser ministro depois de aprovado o Orçamento do Estado para 2020, tendo alguns membros da estrutura superior do partido passado essa mesma mensagem aos partidos mais à esquerda. Por outro lado, há também quem, dentro do partido, questione estas informações.

Certo é que Mário Centeno continua concentrado na elaboração do Orçamento do Estado para 2020. Sem negociações à vista mais à esquerda, a maior parte das medidas que podem vir a garantir a sua aprovação podem mesmo acontecer na especialidade.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Certas pessoas não podem ver um “dinheirinho” a mais que não queiram logo gastar desmesuradamente.
    Para quando a diminuição da dívida pública? É que essa paga juros…
    Para quando o emagrecimento das “gordurinhas” (ou gorduronas) do estado?
    Para quando a paragem do favorecimento exageradíssimo ao funcionalismo público?
    Ok, temos é que gastar mais dinheiro, isso é que nos vai trazer um futuro estável.

RESPONDER

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …