“Não há acordo secreto para manter a lei laboral”

partidosocialista / Flickr

O ministro José António Vieira da Silva

O ministro José António Vieira da Silva

Vieira da Silva, ministro do Trabalho e da Segurança Social, garante que “não há nenhum acordo secreto” com os patrões para manter a Lei laboral.

A posição do governante surge depois de o Expresso ter avançado que o governo tinha assumido um compromisso com os patrões, garantindo que não haveria mudanças à Lei Laboral, para assegurar o acordo de concertação social, no seguimento do chumbo da descida da Taxa Social Única (TSU).

“Não existe acordo secreto entre ninguém”, sustenta Vieira da Silva à TSF.

O ministro diz ainda, que o compromisso que existe, entre os parceiros sociais, é a “reavaliação e um eventual acordo para mudanças no quadro laboral”, mas que esse “quadro geral vai ser discutido na concertação social”.

Vieira da Silva também sublinhou à TSF que o acordo firmado tem “vários aspectos importantes”, embora se tenha discutido essencialmente, a TSU.

“Nesse acordo, os parceiros sociais comprometeram-se a, durante 18 meses, não provocar a caducidade da contratação colectiva”, atesta o ministro que sublinha que “há aspectos que coincidem” com as exigências dos aliados do PS à Esquerda, enquanto outros “não são compromissos que o governo tenha assumido”.

De qualquer dos modos, o governo está “disponível para discutir” todas as questões, refere o governante.

CGTP pede mudanças e ameaça com greve geral

O líder da CGTP, Arménio Carlos, tinha solicitado, na segunda-feira, esclarecimentos ao governo sobre esta temática.

“Se houve algum acordo com as confederações patronais para não se mexer na legislação laboral, é inaceitável, e bom será que o governo, rapidamente, clarifique a sua posição publicamente, se há alguns acordos secretos ou se não há, porque para nós a coisas têm de ser transparentes”, defendeu Arménio Carlos numa entrevista ao Negócios e à Antena1, conforme cita a Agência Lusa.

Arménio Carlos também considerou, nessa entrevista, que é chegado “o momento de os partidos, quer o PS quer o PCP, o Bloco de Esquerda e o PEV, darem o salto significativo na mudança de políticas, procurando responder àquilo que são necessidades e anseios dos trabalhadores e da nossa população”.

“Se não tivermos respostas mais claras e inequívocas da parte do governo nos próximos tempos, isto quer dizer que as coisas se vão complicar“, acentuou o sindicalista que pede medidas na área laboral e social.

E fica já o aviso ao governo de que pode vir a fazer “sentido” falar de uma greve geral, “se porventura o executivo não der resposta” àquilo que são as expectativas dos trabalhadores.

“Dizemos ao governo: atenção que a partir daqui o diálogo e a negociação têm de ter alguma eficácia. E, para ter eficácia, tem de ter alguma resposta”, salientou Arménio Carlos.

“O Governo deve estar mais atento para sacudir algumas pressões externas e internas”, avisou ainda o líder da CGTP, notando que “não se pode deixar ficar refém nem dos interesses instalados, nem de grupos devidamente identificados” que “estão a procurar beneficiar daquilo que são os impostos pagos pelos trabalhadores e pelos reformados e que vêm do orçamento”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam um "relógio" que mede a idade biológica

Dois cientistas do CECAD Cluster of Excellence in Aging Research desenvolveram um método que pode determinar a idade biológica de um organismo com uma precisão sem precedentes. Todos conhecemos a idade cronológica - a nossa idade …

"Das palavras aos atos". Marcelo com mais de 60% de mulheres na sua equipa no segundo mandato

O Presidente da República considerou este domingo que os passos dados para salvaguardar a igualdade de género em Portugal não são ainda suficientes e afirmou que quis passar "das palavras aos atos" com mais mulheres …

Governo dá 19,8 milhões às escolas para testes rápidos. Ensino privado também quer

O Conselho de Ministros aprovou, este domingo, uma resolução que permite às escolas e ao setor solidário efetuar despesa na realização de testes rápidos de antigénio à covid-19, num montante global de 19,8 milhões de …

Afinal, abandonar Montijo não obriga a indemnizar ANA (e há quem defenda opção Beja)

A alteração do local do novo aeroporto na sequência da avaliação ambiental estratégica não obriga ao pagamento de qualquer indemnização à ANA. De acordo com o esclarecimento do Ministério das Infraestruturas, uma eventual alteração do local …

Descoberta nova relação entre a biodiversidade dos animais e das florestas

Uma análise ao registo de imagens de 15 reservas de vida selvagem em florestas tropicais revelou uma relação até então desconhecida entre a biodiversidade de vários mamíferos e as florestas em que vivem. As florestas tropicais …

Pelo menos 17 mortos e 400 feridos em explosões na Guiné Equatorial

Pelo menos 17 pessoas morreram e outras 400 ficaram feridas após várias explosões registadas, este domingo, num quartel militar na cidade de Bata, na Guiné Equatorial, informaram as autoridades. De acordo com dados do Ministério da …

Marques Mendes antecipa desconfinamento a 15 de março. Creches e 1º ciclo são os primeiros a abrir

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Luís Marques Mendes revelou, este domingo, que as creches, pré-escolar e 1º ciclo deverão abrir já a 15 de março. Segundo o comentador, o plano que vai ser …

Olivier Dassault, deputado bilionário francês, morre em acidente de helicóptero

O deputado francês Olivier Dassault, neto do fundador da Dassault Aviation, morreu este domingo, aos 69 anos, num acidente de helicóptero, no nordeste de França, avança a Agência France-Press (AFP). O acidente aconteceu este domingo perto …

Teoria ensinada na escola pode estar errada. Há um "núcleo mais interno" no centro da Terra

Uma equipa de investigadores da Universidade Nacional da Austrália confirmou, rastreando milhares de modelos numéricos, a existência do "núcleo mais interno" nas profundezas da Terra.  Na escola, os estudantes costumam aprender que o planeta Terra é …

Sonda passa ao lado de Vénus, tira-lhe uma fotografia e surpreende cientistas da NASA

A imagem obtida pelo Wide-field Imager (WISPR) da Parker Solar Probe foi capturada a 12.380 quilómetros de Vénus. A Parker Solar Probe, da NASA, capturou vistas deslumbrantes de Vénus em julho de 2020. O alvo da …