Multas por falar ao telemóvel enquanto conduz vão custar o dobro

As multas a condutores que sejam apanhados a falar ao telemóvel enquanto conduzem vão passar a custar o dobro. Além disso, a infração vai levar o condutor a perder mais um ponto na carta de condução.

O Governo quer agravar o valor das multas para os condutores apanhados a falar ao telemóvel enquanto conduzem. A proposta de decreto-lei está em processo legislativo e prevê que as coimas sejam duas vezes mais caras, podendo ir dos 250 aos 1250 euros.

Além disso, o número de pontos perdidos na carta de condução também será maior. Em vez de perder dois, o condutor que seja apanhado a conduzir e a falar ao telemóvel perderá três pontos. A notícia avançada este sábado pelo jornal Público explica que o objetivo desta medida é promover a segurança rodoviária e diminuir a sinistralidade.

“Atenta a crescente causa de sinistralidade rodoviária por utilização ou manuseamento continuado de aparelhos radiotelefónicos e similares durante a marcha do veículo, sanciona-se de forma mais gravosa a utilização ou o manuseamento, durante a marcha do veículo, daqueles aparelhos, com vista a dissuadir estes comportamentos de risco”, pode ler-se na proposta do Governo.

De resto, a lei mantém-se igual, proibindo “a utilização ou o manuseamento de forma continuada de qualquer tipo de equipamento ou aparelho suscetível de prejudicar a condução”. A exceção é para os aparelhos com um auricular único ou o uso de microfone em alta voz.

Segundo dados divulgados pela Lusa, no ano passado, a GNR e a PSP passaram, em média, 107 multas por dia devido ao uso do telemóvel durante a condução. Nos últimos cinco anos, foram autuados 237.045 condutores a cometer esta que é considerada uma contra-ordenação grave.

A proposta de decreto-lei prevê ainda mais regras de segurança para tratores ou máquinas agrícolas. O condutor de um destes veículos deve assegurar-se de que a estrutura de proteção em caso de capotagem se encontra instalada. Caso contrário, estão previstas multas entre os 120 e os 600 euros. Estes serão também os valores das coimas para condutores apanhados sem cinto de segurança.

Adicionalmente, sugere-se que os condutores de veículos em missão urgente de socorro passem a beneficiar das mesmas regras aplicadas às forças de segurança, impedindo-os de serem multados por infrações de segurança.

ZAP //

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. Era tão mais fácil a União em um projeto comum obrigar as montadora a acrescentar boas viaturas a trazerem inibidor do sinal dentro do habitáculo excluindo e claro se estiver ligado ao equinos mento da viatura. Mas não e a segurança que prevalece e sim a receita.

  2. À boa maneira socialista: tudo se resolve com taxas, taxinhas, aumentos de impostos e do valor das multas.
    Baixar impostos e criar condições para que os portugueses possam comprar carros novos e com tecnologias que mitiguem estes problemas, nada… Viva a República!!!

  3. Completamente em desacordo de que os motoristas que conduzem veículos em missão de emergência não poderem ser multados por infrações de segurança. Esta minha veemente repulsa deve-se ao facto de disse há muitos anos e na cidade de Vila Real um camião autotanque de bombeiros em serviço de urgência (ia para combater um incêndio), por ter ultrapassado o limite de velocidade e porque o motorista estava embriagado, despistou-se e embateu no meu carro. Fui para o hospital e a médica em serviço de urgência referiu-me estar espantada por eu estar ali porque quando se dirigia para a urgência e quando passou pelo local do acidente disse ao seu marido: o condutor do veículo, que era o meu, já não o vou ver no hospital……..pensava que eu teria ficado morto, tal era a gravidade do acidente. E para piorar: Não sei se continua a lei, então em vigor: os carros dos bombeiros estavam isentos de seguro!!!!

  4. Se ficassem com os telemóveis do pessoal de certeza que pensavam 2 vezes antes e pegar nele no carro! Não há desculpa para isto!!!

  5. Eu conduzo diariamnete e todos os dias vejo pessoas a conduzir e a falar ao telemovel. Se tem de falar ao telemovel, ou coloca um sistema de alta voz ou estaciona e fala. As multas deviam ser altas para tentar acabar com esse mau hábito de uma vez por todas.

    • Eu todos os dias vejo gente que nao guarda distancia de seguranca para o carro da frente que é basicamente 90% da causa dos acidentes

  6. Um policia numa rotunda colocou-se à minha direita para sair na 2ª saida à esquerda. Eu não deixei. Cumpri o código. Logo de seguida polícia atrás de mim o polícia liga a sirene para me ultrapssar…ridículo porque ele não estava a fazer nenhuma preseguição, andava simplesmente em “passeio”.

    • Sair numa rotunda à esquerda??? Hum, ou a descrição está errada ou então foi mesmo para dizer mal da Policia.
      sair numa rotunda á esquerda…. é com cada uma.

        • E entrar, pode!
          Pode perfeitamente ENTRAR na rotunda pela via da direita, mas, se não vai sair na 1º saída à direita, não pode circular dentro da rotunda pela via mais à direita!…
          Mas, o que tem isso a ver com a notícia?!

  7. Deveriam ter : valor total=valor mínimo + percentagem do valor da viatura + percentagem do rendimento
    adicionalmente “carteira de crédito social onde começassem a colocar pontos negativos” que criariam restrições no acesso a benefícios sociais

RESPONDER

Slava Semeniuta transforma chuva em atmosfera néon

O artista e fotógrafo russo Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, mistura elementos naturais e faz mágica com eles. Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, retoca fotografias de poças de água para criar composições …

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …