PGR investiga negócio pouco transparente entre Estado, Airbus e Salvador Caetano

foreignoffice / Flickr

O ex-ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira

O Ministério Público está a investigar um negócio com contornos pouco claros envolvendo o Estado, a Salvador Caetano e a Airbus.

Como descreve o Público, citando a Procuradoria-Geral da República, “o Ministério Público no Tribunal Administrativo encontra-se a recolher elementos, com vista a decidir o tipo de procedimento a adoptar” relativamente a possíveis ilegalidades na renegociação do contrato do Estado com a Airbus Space and Defense, divisão da Airbus responsável pelo desenvolvimento e produção de produtos destinados à aplicação aeroespacial e de Defesa.

Em causa, descreve o jornal, está um contrato de compra de 12 aviões C-295 à Airbus, realizado em 2006, que pressupunha um contrato de contrapartidas com um conjunto de obrigações a que o fornecedor se submetia para fomentar a economia portuguesa, através de investimentos diretos ou compras de material.

Artur Mendes – que era conselheiro de comunicação do ex-ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, e na altura sócio de Miguel Caetano Ramos, neto do fundador do Grupo Salvador Caetano e gestor de topo do grupo – terá ajudado a Salvador Caetano a reunir com o Ministério da Economia. Artur Mendes poderá, assim, ter facilitado a concretização de um negócio para um grupo com que tinha ligações.

Já Manuel Pinheiro, ex-adjunto de Álvaro Santos Pereira, terá feito chegar a informação do interesse da Salvador Caetano à Airbus – e hoje trabalha no Grupo Salvador Caetano.

Graças à intervenção de Manuel Pinheiro e Artur Mendes, a Airbus, que entretanto tinha feito um negócio com a Salvador Caetano, conseguiu chegar à fala com o então ministro da Economia – que aditou o contrato, desta vez com contrapartidas de apenas 15% e ao fazê-lo tornou a Salvador Caetano na maior parceira do negócio. Em setembro de 2012, um mês após o aditamento ao contrato entre Governo e Airbus, foi criada a Salvador Caetano Aeronautics.

Este processo, no entanto, seria ilegal, já que as regras ditam que não pode ser o Governo a escolher projetos que beneficiariam de contratos e contrapartidas com fornecedores de material militar.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Deste governo já se pode esperar tudo…
    O lugar destes senhores é ao lado do 44…
    É uma vergonha, passos fedelho, relvas, cavaco, portas e por aí fora com tecnoformas, BPN’s e mais outros tantos casos!
    É colocar este governo na choldra, isso sim!

  2. Gente do PS é assim, é composto por presidiários (socrates, soares, etc) e por gente que não sabe ler (rui esteves, etc)…
    Fora isso, não deve ter havido um único contrato feito pelo PS enquanto governo que não tivesse uma qualquer artimanha… Deus nos livre…

  3. Nos últimos 40 anos tem sido um fartar vilanagem. Esperemos que a actual procuradora consiga colocar o maior número de corruptos possível na choldra. Muito nos devem pelos sacrifícios que hoje estamos a passar.

RESPONDER

Ana Gomes promete encorajar Pedro Nuno Santos a avançar para liderança do PS

A candidata presidencial Ana Gomes prometeu encorajar Pedro Nuno Santos, que na sexta-feira se junta à sua campanha, a avançar para a liderança do PS, quando a questão da sucessão de António Costa se colocar …

Católica prevê queda do PIB de 2% este ano devido ao confinamento

Os economias da Universidade Católica de Lisboa traçaram cenários, sendo que o mais pessimista prevê uma contração de 4% este ano e o mais otimista aponta para um crescimento de 3%. A Universidade Católica de Lisboa …

Empresas podem pedir subsídios a fundo perdido a partir desta quinta-feira

As empresas mais afetadas pela pandemia podem apresentar as suas candidaturas ao Apoiar.pt, um programa de subsídios a fundo perdido, a partir desta quinta-feira. As candidaturas devem ser feitas através do Balcão 2020. Os apoios pedidos …

Centenas de pessoas deram sangue em Lisboa, mas houve quem esperasse 5 horas

Os portugueses responderam bem ao pedido da Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue e, em Lisboa, centenas de pessoas fizeram fila para dar sangue. Na terça-feira, a Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue (Fepodabes) …

Espanhóis e portugueses interessados na nova PPP do Hospital de Cascais

O concurso internacional para uma nova Parceria Público-Privada (PPP) no Hospital de Cascais atraiu a atenção de interessados portugueses e espanhóis. Em maio do ano passado, o Governo deu a autorização para o lançamento de um …

China impõe sanções a vários responsáveis da administração de Trump

A China impôs esta quinta-feira sanções ao ex-secretário de Estado norte-americano cessante, Mike Pompeo, e a outros funcionários da administração do antigo Presidente, Donald Trump, por "violar" a soberania do país asiático. Uma declaração do Ministério …

Governo fecha estabelecimentos de ensino durante duas semanas. Não vai haver aulas à distância

O primeiro-ministro António Costa anunciou a interrupção de todos as atividades letivas durante os próximos 15 dias devido ao aumento de casos de infeção por covid-19 em Portugal. Em conferência de imprensa depois do Conselho de …

"Não podemos desvalorizar a democracia". No dia mais negro da pandemia, Marisa apela ao voto

A candidata do BE encontrou-se, no Porto, com Camila Gouveia, ama reformada e rosto da luta pela integração das amas da Segurança Social na Função Pública. Marisa Matias lembra que esta foi uma das …

Portugal regista mais 221 mortes (novo máximo) e 13.554 casos de covid-19

Portugal registou esta quinta-feira 221 mortes relacionadas com a covid-19, o maior número de óbitos em 24 horas desde o início da pandemia, e 13.554 casos de infeção com o novo coronavirus, segundo a Direção-Geral …

Mayan defende que "a general Marta Temido, o general Cabrita, a general Van Dunem" já não deviam estar em funções

Entre críticas a Marcelo Rebelo de Sousa e ao Governo, ou a defesa de um liberalismo que considera uma oposição “moderada e humanista” a um “socialismo” , tem sido assim que Tiago Mayan Gonçalves se …