39 mortos confirmados em Génova. “Foi erro humano”

Vigili del Fuoco

O Governo italiano declarou o “estado de emergência” por 12 meses em Génova, onde esta terça-feira a queda de um viaduto matou pelo menos 39 pessoas, e vai prestar um primeiro apoio de cinco milhões de euros.

“Nós ouvimos o pedido do presidente da região e decretámos o estado de emergência por 12 meses”, declarou o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, à imprensa, no final de uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros, que decorreu em Génova, no noroeste de Itália.

O Governo italiano também desbloqueou uma verba de cinco milhões de euros do fundo de emergência nacional, adiantou o chefe do executivo italiano. “Este é um primeiro passo do Governo face a esta tragédia”, comentou Conte.

O executivo vai também declarar um dia de luto nacional, mas o primeiro-ministro referiu que o dia está ainda por determinar, já que o objetivo é que coincida com os funerais das vítimas.

O ministro das Infraestruturas, Danilo Toninelli, exigiu a demissão da direção da empresa Autostrade per l’Italia, filial da Atlantia e responsável pela gestão da ponte, e realçando que “se a concessionária não tem capacidade de gerir” as autoestradas italianas, “a concessão deve terminar“.

A concessionária assegurou, por seu turno, que o viaduto estava sujeito a controlos periódicos, de acordo com as normas do país – declaração que contrasta com as diversas imagens entretanto divulgadas nas redes sociais que colocam em causa o estado de conservação da ponte e lançam sérias dúvidas sobre as suas condições de segurança.

O balanço mais recente das autoridades dá conta de 39 mortos e 16 feridos. De acordo com a delegação do Governo em Génova, 37 das vítimas mortais estão identificadas, enquanto estão a ser realizados exames de ADN a outros dois mortos. Dos 16 feridos, 12 continuam em estado grave.

Segundo o jornal italiano La Repubblica, entre as vítimas encontram-se pelo menos duas famílias com crianças, um chef chileno e vários turistas franceses com cerca de 20 anos.

O acidente ocorreu na terça-feira, cerca das 12:00 horas locais, quando um troço de cerca de 100 metros da ponte Morandi, que tem um quilómetro de longitude e uma altura de 90 metros, caiu sobre uma autoestrada, soterrando vários veículos. O momento da queda da ponte foi captado em vídeo e divulgado no YouTube.

As equipas de socorro continuam no local e procuram retirar os escombros o mais depressa possível, um trabalho complicado que se prolongará durante os próximos dias, indicou a Cruz Vermelha, em comunicado.

Procurador de Génova diz que “foi erro humano”

A Procuradoria de Génova abriu um inquérito por negligência e homicídio múltiplo, na sequência da queda da ponte de Morandi, que esta terça-feira matou pelo menos 39 pessoas.

Não foi uma fatalidade, foi erro humano“, disse aos jornalistas o procurador principal de Génova, Francesco Cozzi, após uma visita à zona do viaduto que colapsou.

Temos de responder apenas a uma questão – porque aconteceu isto? Esta é a nossa tarefa e devemos fazer tudo o que for necessário para encontrar a resposta”, disse o procurador, que anunciou a abertura de um inquérito por negligência e homicídio múltiplo.

“Quando terminar a fase da busca de vítimas e de eventuais desaparecidos, o inquérito entrará noutra fase, e serão analisados todos os aspectos relativos à protecção, realização de trabalhos e manutenção da ponte”, acrescentou o magistrado.

“Sabemos que foram feitas declarações no passado e que agora serão aprofundadas, como aquelas, em 2012, que diziam que esta estrutura estaria em colapso ao fim de 10 anos”, disse Cozzi. “Temos de perceber se foram polémicas políticas ou afirmações de fontes qualificadas com base em dados”, concluiu o procurador.

O vice-primeiro-ministro Mateo Salvini, por seu turno, declarou no Twitter que iria “trabalhar para identificar os culpados deste desastre, que não ficarão impunes“.

“Os responsáveis por este desastre têm nome e apelido, e vão pagar, vão pagar tudo, vão pagar caro”, afirmou o vice-primeiro-ministro italiano.

ZAP // Lusa / NPR

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. “um troço de cerca de 100 metros da ponte Morandi, que tem um quilómetro de longitude e uma altura de 90 metros, caiu sobre uma autoestrada”. Por mais que eu me esforce, não consigo ver nenhuma auto-estrada debaixo do troço da ponte que caiu! Parecem-me linhas férreas e não uma auto-estrada. A única auto-estrada aqui deverá ser a que passa pelo viaduto cujo troço caiu!

  2. Mas não havia uma foto com um raio que caía sobre a ponte? Agora já é erro humano? Esta mania de que tudo tem “culpa” e que temos de despedir alguém e dar dinheiro … se as pessoas estivessem caladas até se apurarem todos os factos era tão mais produtivo. E sim, também não vejo nenhuma auto-Estrada….

Responder a MF Cancelar resposta

PJ detém cinco pessoas por esquema fraudulento com tratamentos para a covid-19

Cinco profissionais ligados ao ramo da saúde foram detidos, esta quinta-feira, pela Polícia Judiciária (PJ) numa operação que envolveu buscas a clínicas médicas, residências e empresas e que investiga crimes de corrupção, burla qualificada, falsificação …

Suárez aborda eventual saída de Messi. "Saberá do que precisa"

O futebolista Luis Suárez comentou a possível saída do seu companheiro de equipa Lionel Messi do Barcelona. "Saberá do que precisa", disse o internacional uruguaio, frisando que não consegue ver o astro argentino noutra equipa. …

Mário Centeno nomeado governador do Banco de Portugal

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, o nome do ex-ministro das Finanças para o cargo de governador do Banco de Portugal (BdP). A decisão foi revelada, esta quinta-feira, depois do Conselho de Ministros, pela ministra …

Finanças admitem queda de 9% no PIB. Governo prepara-se para rever projeção inicial de 6,9%

O Ministério das Finanças admite a possibilidade de que a queda do PIB se aproxime dos 9%, revelou esta quinta-feira o Jornal de Negócios, adiantando que o Governo se prepara para rever a projeção inicial …

Vacina de Oxford testada em humanos com "resultados promissores"

Os testes clínicos em humanos da potencial vacina contra a covid-19 que a Universidade de Oxford criou tiveram "resultados prometedores" e desencadearam a resposta imunitária que se pretendia. Os testes em humanos, que desde abril envolveram …

Goa decreta novo confinamento, com Índia a rondar um milhão de casos

Depois de ter aberto portas ao turismo, Goa decreta um novo confinamento de três dias. Registaram-se 198 novos casos nas últimas 24 horas, o número mais alto desde o início da pandemia. O estado de Goa, …

Tribunal da Concorrência confirma coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado

O Tribunal da Concorrência confirmou, esta quinta-feira, a coima de 75 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal a Ricardo Salgado, no caso do financiamento do Grupo Alves Ribeiro (GAR) para compra de ações da …

Mais três mortes e 339 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 339 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da DGS. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos …

Crise entrou em nova fase mas mundo "não está fora de perigo", diz FMI

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse esta quinta-feira que a crise provocada pela pandemia entrou numa nova fase, que exige flexibilidade para assegurar "uma recuperação sustentável e equitativa", alertando que o mundo …

China bane importação de ovelhas portuguesas

As alfândegas chinesas baniram as importações de ovelhas e produtos relacionados de Portugal, alegando um aviso da Organização Mundial de Saúde Animal sobre um surto de paraplexia enzoótica dos ovinos na Guarda. A notícia foi avançada …